quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Em dia e hora marcada...


Voltei ontem a ver o programa Les Français, L´amour et le Sexe, e digo-vos que há por aí muita gente com uma maneira estranha de viver a sua sexualidade. Ontem entrevistaram um casal em que o marido planeava um calendário para o sexo. Previamente define os dias da semana em que vai haver sexo e o cenário desenrola-se sempre da mesma forma: ele faz uma sesta, chama-a ao quarto e em dez minutos despacha o assunto. E ela queixava-se que queria mais espontaneidade e preliminares. Mas ele dizia que só tinha prazer assim e que ela não precisava de preliminares porque na expectativa que chegasse o dia/hora marcada, o desejo dela sobia o suficiente...

Francamente era incapaz de manter uma relação assim. Nunca. Primeiro, aprendi a respeitar-me a mim mesma e a não fazer o que não quero/ apetece só para agradar ao outro. O amor e o sexo são antes de mais um momento de partilha e demonstração de carinho mútuo. E, para mim, vive da intensidade de um momento incerto: quando menos se espera, um olhar, um gesto, uma palavra pode acender a chama da paixão. Em todos os sectores da minha vida, odeio fazer coisas por obrigação. Relegar o sexo a um planeamento como se planeia uma semana de trabalho? Não obrigada. Perde-se a magia, o encanto da espontaneidade. Não faz sentido. Uma mulher (e penso que também os homens) precisa de sedução, de surpresas, de apimentar a sua relação, de novidade, de fugir à rotina. É tão pouco saudável fazer sempre tudo igual, à mesma hora, da mesma forma. Há quem diga que se deve fazer amor mesmo quando não se apetece. Eu prefiro qualidade. E recusaria-me a alinhar num esquema destes nem que isso ditasse o fim de uma relação. Sentiria-me um objecto que se pega quando se quer e pronto.

É incrível pensar que actualmente ainda haja casais com uma visão do sexo tão retrógrada... Francamente não sabem o que perdem em não se deixarem envolver pelo momento e pelo prazer espontâneo...

17 comentários:

Liliana disse...

Realmente q coisa mais estranha! Nada como a esponaneidade, para tornar o momento mais especial!

Bjos

Fashionista disse...

que estranho...

La Boheme disse...

Essa é boa. O senhor deve ter algum transtorno obsessivo. Sinceramente por um lado é cómico, tipo: "deixa-me cá planear a semana, na segunda às 18h vou ao ginásio por isso vou marcar sexo com a esposa à terça porque tenho mais vagar..." mas por outro é triste porque um homem chamar uma mulher há hora marcada, que ele quer para fazer isso faz-me lembrar prostituição...Ele faz da mulher isso e pelos vistos ela deixa, se ainda não o pôs a andar...:(

LURBA disse...

C'órroor!!!
... mas quantos casais vivem a sua vida sexual assim... ou de forma ainda pior!!!

*Lili* disse...

Concordo completamente! Mas que raio de situação o.O Então que eu saiba relação sexual é algo espontâneo, não pode ser marcado O.o ou pelo menos eu acho isso...até porque algo marcado nem resulta! Há muita tensão e pressão no ar...Simplesmente não resulta. Nem sei como são capazes de fazer isso em 10 minutos. Enfim. Eu também era INCAPAZ de me submeter a esse tipo de coisas com homens.

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

Lux disse...

E pior que isso, é que ela reclama mas ele continua a achar que assim é que está bem...
Enfim!

xoxo
Lux

estrela disse...

bom isto há coisas para todos os gostos!!!
eu estou mais de acordo contigo, acho que a magia só faz efeito quando é surpresa!!!

susiedesonho disse...

Que estupidez! Não tenho mais nada a dizer.

Bj,

Susie de Sonho.

Tsuri disse...

Fiquei boquiaberta ao ler isto. Nem dá para crer, como é possível que nos dias de hoje ainda haja quem utilize "métodos" assim. Credo!
beijinhos

Paula disse...

Bom eu conheço um casal mais novo que eu uns bons 6 anos ... e só faz aos fins semana porque á semana não há tempo para essas coisas, diz ela ... diz ela ...porque ele não duvido nada que arranje esse tempo fora de casa :-)

Sorriso ツ disse...

Que estupidez! Mas a verdade é que ainda há casais assim. Com o passar do tempo, passa a ser só ao fim-de-semana, ou no final do mês... Ou então no Natal ou somente em ocasiões especiais. Conheço alguns assim... Depois, claro, queixam-se que a relação não é a mesma, que não anda bem... É que o sexo pode não ser o mais importante da relação, mas não deixa de ter a sua importância. E concordo contigo, deve ser espontâneo e um momento de partilha e de carinho.

Beijinhos

*******

Anabela disse...

Existem pessoas mesmo estranhas! Eu também era incapaz de seguir essas "regras".

Alminhas disse...

Mas em que canal dá esse programa? lol Bjs

Saltos Altos Vermelhos disse...

eh pá é cada uma! mas que os franceses são assim pó estranhos lá isso são! mas cá também os há, de certeza!

Lisbo@ disse...

Sexo com dia e hora marcada? No way!! Que é feito da espontaneidade?

Credo, casal mais estranho!

Dina disse...

Dá no canal M6 ;)

Guinhas disse...

Eu acho que estaria tudo bem, se ambos tivessem de acordo!!Para mim, jamais....gosto das coisas com espontaneidade. Aliás o melhor sexo, para mim, é quando muitas vezes não esperamos e, simplesmente, acontece.
Acho ainda incrivel ela achar que as coisas não estão bem e ele....doesnt care! Por favor...