sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Vou só ali fazer aquilo que mais amo...



Nos próximos dias vou estar ausente pelos melhorres dos motivos: vamos conhecer mais um recanto do nosso querido país. Se a net o permitir, estarei mais ativa no Facebook. Rezem por mim porque eu ODEIO andar de avião!!!

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Peito de frango recheado


Não sei se será propriamente uma receita light, mas que é deliciosa e simples, lá isso é. Ideal para aqueles dias em que não há grande tempo de fazer o jantar. 

Vão precisar (fiz tudo muito a olho):

  • Peitos de frango
  • Espinafres
  • 1 Cebola pequena
  • Azeite q.b
  • Queijo creme de alho e ervas
  • Pão ralado qb. (usei do com ervas)
Numa frigideira refogar ligeiramente a cebola com um fio de azeite. Juntar os espinafres e saltear. Temperar com sal e pimenta preta a gosto. Temperar os peitos de frango com sal, pimenta e um pouco de limão. Abrir os peitos de frango ao meio mas sem os separar.

Barrar (de forma generosa) o interior dos peitos de frango com queijo creme de alho e ervas. Rechear com os espinafres e fechar os peitos com palitos. 

Colocar os peitos num tabuleiro de forno. Barrar a parte de cima dos peitos com queijo. Polvilhar com pão ralado de ervas. Pôr no forno pré-aquecido a 200º C durante 30 minutos.

Desculpem a qualidade da foto mas quando me lembrei em tirar foto, já só tinha a marmita do almoço disponível.  

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

O mundo encantado dos blogues



A blogosfera deveria ter bula a alertar "atenção pode potenciar desejos de outras vidas"... e que podem nem sequer serem "reais".

Começa a ser urgente a existência de uma regulamentação dos blogues (que já existe com jornalistas). Eu trabalho em comunicação e lido diariamente com este mundo. Há quem faça um bom trabalho, o mais isento possível. E depois vejo trabalhos em que se roça o defraudar de expectativas dos leitores. Em que se tenta disfarçar a presença das marcas.

Enquanto leitora, quando vejo uma review a um restaurante, as fotos chamam-me a atenção, a bloguer atesta que é tudo delicioso, mas depois não deixo de pensar "mas afinal vais falar mal? vais criticar abertamente quando te pagaram o almoço? há abertura para dar a tua sincera opinião?" Porque afinal isso pode corromper futuras ofertas. E toda a gente gosta de poder ir jantar a sítios aos quais nem sequer iria se fosse pagar a conta. E isso é válido com marcas de cosméticos, de serviços de beleza, etc.

Porque afinal há leitores que não conseguem fazer a distinção entre aquilo que pode não ser uma "experiência pessoal" e uma "publicidade camuflada". Enquanto leitora cansa-me ver uma dúzia de blogues em que, como que por magia, todas optaram por comprar no mesmo dia a mesma máscara de pestana. Porque não assumirem que foi a marca que lhes ofereceu o produto para testar? Como em vários aspectos da vida, acho que a sinceridade é sempre fundamental. Ser transparente dá credibilidade. E isso é bom para a bloguer como para as marcas às quais se associa. 

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Alerta "Delícia"



Estes muffins aliam banana, aveia e chocolate negro, por isso só podia dar um resultado fantástico, não é verdade? E agora que muita gente precisa de ideias novas para os lanches das crianças, aqui vai:
  • 2 bananas médias maduras
  • 1 iogurte natural magro
  • 2 ovos
  • 80 gr de farinha de trigo integral
  • 80 gr de flocos de aveia
  • 30 gr de chocolate negro 70%
  • 5 gr de fermento
  • 10 gr de stevia (ou outro edulcorante)
  • 1 colher de sobremesa de essência de baunilha
Esmagar as bananas com um garfo. Bater os ovos e juntar a banana e o iogurte. Misturar bem. Adicionar a essência de baunilha. Juntar os ingredientes secos (farinha, flocos de aveia, fermento e stevia). Misturar bem. Partir o chocolate em pepitas e juntar à massa. Misturar. Colocar em formas individuais de muffins (rendeu 10 unidades). Colocar no forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 20 minutos. Deixar arrefecer e deliciar-se!!!

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Trapos





Juro que tenho tentado manter-me afastada de Centros Comerciais, mas fui obrigada a renovar o guarda-roupa do mais pequeno (nem um único par de calças lhe serve! nem 1! até cuecas tive de comprar novo). Mas os meus olhinhos míopes pousaram na nova colecção e tive de me aproximar mais para ver melhor. E pronto, aconteceu. Mas a verdade é que são sempre precisas mais duas camisas no armário. Sempre! E umas sabrinas, um par de calças,....

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Snack fresco com gelatina



A semana passada experimentei um snack que correu tão bem que não podia deixar de partilhar.

De véspera fazer gelatina de maçã verde 0% (ou de outro sabor à escolha. Vi que acabam de sair para o mercado novas variedades de kiwi, tangerina, etc., e vou ter de as experimentar todas....). Quando já estiver solidificada, colocar uma camada de iogurte grego 0% (ou quark, etc.). Na hora de servir, pôr uma camada leve de cereais (uso a mistura 4 cereais tostados, mas deve ficar bom com outros, ou bolacha moída). E por cima uma camada generosa de maçã cortada aos bocados: a ideia é combinar o sabor da gelatina com a fruta. Adorei: fresco, doce e saciante.

Fiz para levar na marmita para o lanche (daí a fotografia não ser a melhor). Mas deve resultar muito bem em copos de vidros para servir como sobremesa em casa. 

Juro que vou tentar não transformar este cantinho num blogue de culinária :) 

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Biferente Restaurante - Steakhouse




Não sou propriamente aquela pessoa que vai a um restaurante comer bife. Eu tenho uma regra estabelecida: só vou comer fora aquilo que não consigo fazer melhor em casa  Mas quando o homem quis experimentar esta Steakhouse não pude recusar. E ainda bem que não o fiz!

Começamos a refeição por uma tapa de batata doce com bacalhau. Tinha um único defeito: deveria ser um prato principal. Tão bom! A seguir veio então o bife. Apesar da carta ter imensa variedade de acompanhamentos e molhos, optei pelo seguro e fui para um bife com molho de mostarda. Carne tenra, um molho saboroso, sem ser gorduroso, sem banhar o bife, e sem ser enjoativo. No final, há sempre lugar para uma sobremesa: a verdade é que mal pus os olhos na Carta, fui logo ver a lista de doces. E eu adoro cheesecake por isso escolhi um de doce de abóbora. Sendo a minha sobremesa favorita, já comi muitos em muitos sítios e este deve ter sido o melhor de sempre. Um equilíbrio fantástico de sabores. O preço da refeição não foi nada proibitivo. 

E adorei a simpatia do gerente. Receber bem pode fazer toda a diferença na experiência final. Gosto de ser bem recebida: que me acolhem com um sorriso, que me aconselham com tempo, como se eu fosse realmente "importante". Mas sem invadir o meu espaço. O gerente explicou-me que ali tudo é caseiro: as maioneses, os molhos, o doce de abóbora, as sobremesas. E isso reflete-se na qualidade do que nos é servido à mesa, e faz toda a diferença. A mim choca-me alguns restaurantes cobrarem os olhos da cara e terem o descaramento de apresentar sobremesas congeladas, mousse de chocolate de pacote, etc. Acho indecente.

No Biferente achei tudo muito genuíno. Hei-de voltar com certeza. Localiza-se em Alverca, na Urbanização Malvarosa (perto da saída da autoestrada A1 em Alverca). 

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Ensinamento de uma (curta) vida



"Aprendi que as contrariedades, mesmo as mais terríveis, fazem parte da vida e é a forma como as enfrentamos que nos tornam pessoas melhores. Ou piores. As dificuldades testam-nos, são os exames que a natureza põe perante o nosso carácter e nos forçam a mudar. Somos o que somos devido à maneira como enfrentamos os contratempos. Com os obstáculos que o destino nos ergue pelo caminho, seremos capazes de nos tornar pessoas melhores, aprender que a vida deve ser vivida como se cada minuto fosse o último, como se cada instante encerasse um tesouro? Ou tornar-nos-emos seres amargos e atormentados que encaram o privilégio da existência como um fardo que se arrasta penosamente?

O que é a vida senão um exame? Cabe-nos a nós passar ou reprovar no grande teste da existência. O importante não é vencer o que nos é adverso, pois no fim a adversidade acaba sempre por nos derrotar. O que é realmente importante é a forma como enfrentamos as dificuldades, como as usamos para nos transformarmos e tornarmos melhores. É esse o verdadeiro exame que a vida nos nos faz. A nossa vitória não está no fim, uma vez que no fim apenas existe a derrota, mas na maneira como lidamos com as escolhas da existência, como superamos ou não as barreiras que se nos erguem pela frente."

Quando alguém escreve isto tão bem, não vale a pena inventar. Basta partilhar. Este excerto reflete com precisão a minha maneira de pensar...

Em O pavilhão púrpura de José Rodrigues dos Santos

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Skin Evolution Concealer



Sofro de olheiras crónicas: daquelas bem escuras e carregadas. E nada têm a ver com o nível de cansaço. Elas acompanham-me diariamente, independentemente do meu estado físico ou emocional. 

Estou sempre à procura de um anti-olheiras bom e que não me custe os olhos da cara. Fui à Kiko e deixei-me guiar pela vendedora. Aconselhou-me esta caneta corretora - Skin Evolution Concealer. Dizem que os sticks são a opção que oferece maior cobertura. Experimentei na loja e gostei do resultado, por isso comprei-o e tenho-o usado nos últimos dias. Tem uma textura cremosa que oferece uma cobertura uniforme que camufla bem as olheiras. Ainda não é Aquele produto milagroso, mas por 5,50€ acho que a qualidade é muito boa. Não seca a pele (importante para quem tem uma pele sensível como a minha). E tem tido um efeito duradouro até ao final do dia. 

A vendedora da Kiko aconselhou-me a aplicar o corrector com pincel. Eu aplicava à mão. Tinha receio de não apanhar o jeito com o pincel. Mas aplica-se lindamente (até para uma desajeitada como eu) e sinto que consigo uma camada mais uniforme e um resultado bem melhor. 


segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Muffins de cacau e frutos vermelhos para começar bem a semana



Este fim-de-semana teve os ingredientes certos: paz, sossego, muita calma, com tudo a fluir com tranquilidade. Um dia na praia, um domingo caseiro com uma criança sem neura (ajuda tanto), compras, tempo dedicado à cozinha, fim de tarde a brincar aos Legos. Enfim, foram dois dias muito bons.

No domingo testei uma nova receita. Muffins saudáveis para matar o desejo de um bolo, mas sem o peso da manteiga e do açúcar em excesso. E o Simão gosta sempre de ajudar a bater os ingredientes. 

Vão precisar de:

  • 2 ovos
  • 2 colheres de sopa de mel 
  • 1+ 1/4 de leite (eu usei de vaca mas podem usar outro)
  • 1/2 chávena de farinha integral (ou outra a gosto)
  • 1/2 chávena de coco ralado
  • 1/2 chávena de cacau em pó
  • 1 colher de café de fermento em pó bem cheia
  • 1 chávena de morangos picados
  • 1 chávena de framboesas

Pré-aquecer o forno a 180ºC. 
Bater os ovos com o mel até duplicar de volume. Adicionar o leite e bater mais um pouco. Juntar a farinha, o fermento e o cacau e envolver bem. Juntar o coco ralado e misturar bem. Com a massa, encher 12 formas pequenas de silicone (como ainda não tenho, untei formas normais). Distribuir os morangos e as framboesas pelas 12 formas. Levar ao forno por 15 minutos. 




sexta-feira, 26 de agosto de 2016

SushiNow em Odivelas





Falaram-me bem desta nova proposta de sushi em Odivelas e decidimos experimentar o menu all can you eat que tem um valor de 12.90€ ao almoço e de 16.90€ ao jantar.  

Começa por palitos de cenouras com o que me pareceu ser uma maionese de ervas e alho, muito saborosa. O rei do menu foi certamente o carpaccio de salmão que era divinal. A seguir surgem os hot rolls, dos quais não sou muito apreciadora, pelo que apenas gostei muito de uma das variedades, mas os homens lá de casa gostaram bastante. O sashimi era bastante variado (atum, peixe manteiga, salmão, salmão braseado), fresco e com bom corte. O sushi estava bom, mas não houve grandes surpresas nem peças excepcionais. 

Penso que não compensa a ida de propósito a Odivelas, mas quem estiver por perto, é uma opção com uma boa relação qualidade-preço.

Destaque para a simpatia e disponibilidade do gerente. Pena é que os funcionários não sejam tão prestáveis.

Fica a sugestão para o fim-de-semana