quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Adorei saber...

Finalmente alguém que me conseguiu revelar as verdadeiras maravilhas da maternidade. Doces palavras que me fizeram pensar seriamente em ter um filho. Há quem tente nos seduzir pelos horrores do parto e dos primeiros meses de convivência com as proles. Há quem tente babar-mos com os sorrisinhos, com as roupinhas, etc. Há mim bastaram-me poucas palavras para me convencer....

4 meses em casa de licença + 2 horas por dia durante um ano para amamentar a prole

Que bela melodia para os meus ouvidos. Sou ali engravidar e já volto...

6 comentários:

Miss Apuros disse...

ahah Assim até da vontade realmente...

Rita disse...

Não deve ser assim tão fácil lol
*

algodãozinho disse...

:D É um bom argumento sim senhora!
Mas pessoalmente o bebé em si é tudo.**

Elisabete disse...

Se fosse assim tão simples... É verdade que tens esse tempo para estar em casa, mas também é verdade que o trabalho que irás ter será a dobrar :)
Embora que quanto a mim seja bem, bem gratificante :)

Nokas* disse...

Mas infelizmente esta situação não é bem encarada por muitas entidades patronais. Eu sei que há patrões que "ameaçam" as funcionárias se elas cumprirem a licença de maternidade por completo. Uma verdadeira tristeza!

Dina disse...

Nokas: era exactamente o que me acontecia a mim! Tenho sempre problemas quando gozo férias ou feriados. Quando foi do funeral do meu pai, o meu boss referiu-se «a faltas por coisinhas pessoais» , e ao meu colega, quando lhe faleceu a mãe, disse que já tinha gozado férias... portanto...