terça-feira, 12 de outubro de 2010

O ringue da vida

A vida assemelha-se a um ringue de boxe. Quando subimos para lá, sabemos que estamos diante de uma longa e dolorosa viagem. Mas também sabemos que iremos apreciar momentos curtos mas intensos de pura felicidade. Mas chega o momento em que a vida te despoja de tudo o que tens: humilha-te e faz-te sofrer intensamente. A vida não se contenta nunca com três ou quatro pancadas. Só descansa quando estás no tapete, KO, sem forças aparentes para te levantar e continuar a lutar. Eu estou nessa fase, em que tento erguer-me com os braços, em que me mantenho assim durante momentos, mas volto a fracassar e volto a dar com as costas no chão.

Quando ficas KO tens sempre a esperança que o adversário - a vida - te vai dar tréguas algum tempo para descansar e recuperar forças para o próximo combate. Mas a minha vida quer acabar comigo. Não me dá tréguas. Mais um problema, mais uma chapada, mais uma luta.

Ontem, em serviço, o L. sofreu um acidente de carro no auxílio a um assalto a um banco. Não ficou com ferimentos graves mas o carro patrulha não tem seguro, o carro ficou muito danificado, temos que pagar do nosso bolso, arrisca-se a um processo, a ter penas internas, enfim...

Acho que me vou fingir de morta, a ver se a vida pára, por alguns meses, com as hostilidades...

18 comentários:

Kikas disse...

não que eu th alguma coisa a ver com isso...mas como é que um carro patrulha não tem seguro e em caso de acidente os agentes é que são os responsaveis??
existem coisas que ainda me supreendem pela negativa...

Sandra disse...

Inacreditável!

Gostava de saber se quando os deputados tem acidentes também os pagam do própio bolso.

Isto quer dizer que quando um policia persegue um ladrão mais vale deixa-lo fugir do que arriscar a ter um acidente? (com isto não quero dizer que deva haver uma condução irresponsável claro.)

Dina disse...

Kikas: nenhum carro patrulha tem seguro. Os agentes não têm formação para condução defensiva, etc. Caso batem quando vão atrás de ladrões ou assasinos, têm que custear a compostura do carro. E ainda têm direito a um processo interno, com dias de multa e carreira congelada... é o país de merda que temos...

Kikas disse...

desculpa??????????? não tem cursos de condução defensiva??? mas como é que isso é possivel??

e se (bater na madeira 3 vezes) numa dessas perseguições um agente morre vitima de acidente de viacção...é a familia que paga tudo??
não sei se esta mh pergunta será legitima, mas se nenhum carro tem seguro (como é k por lei é OBRIGATÓRIO ter seguro e quem no autoa caso n o tenhamos, são os mesmo que não otem???)em caso de morte, não há seguro p pagar o que a familia da vitima terá por direito.

Certo???

juro que estou de boca aberta a tentar perceber isto...

os carros patrulha n tem seguros e os agentes são responsaveis por todo e qq dano...ok. sabes que mais, no proximo assalto a um banco, os agentes que levem algum com ele (refiro me ao dinheiro)

incrivel...inacreditavel...

Angela Soeiro disse...

Vivo praticamente em frente a uma esquadra da PSP... conheço bem esta realidade.
Força aos dois
Beijinhos

Fios de Vida disse...

Porra! Os carros patrulha não têm seguro? Os agentes não têm formação em condução defensiva? Se não fosse o estado a entidade empregadora já tinham multa à perna... Mas quem são os fora da lei aqui??? Que m*** de país! Força, linda, para os dois! Beijinhos grandes

krasiva disse...

Os carros patrulha não têm seguro? Como é possível? Não fazia ideia mesmo. E os agentes terem de pagar? Por amor de Deus. Assim quem é que vai para polícia? Ninguém. ainda dá prejuízo. Grande porcaria. Devia lutar para mudar a lei.

Tita disse...

Nem vou divagar sobre o que mais me revolta na vida de um policia, sei as dificuldades que passam e entao se me quiserem revirar o estomago é qdo a vida deles está em perigo e eles dão um tiro a alguem (ou matam) por defesa pessoal e os dramas que têm por isso, isso dá cabo de mim.

Vou é falar sb a vida, tb tenho a ideia que quando estamos na merda a vida encarrega-nos de nos empurrar para vermos que há sp mais merda...mas vou contar-te um segredo Dina, ouvi dizer que isso muda, ouvi dizer q um dia saimos dessa merda, somos mais felizes e a vida por termos estado tanto tempo na merda torna-nos mais duras, mais fortes.........
MAs sabes acredito que tb sintas o mesmo que eu, eu nao quero ser mais FORTE PORRA NENHUMA, eu não quero ser mais DURA PORRA NENHUMA..

Eu quero ser feliz e não ter problemas...

Aqui a amiga não te consegue, ajudar, mas DIGO-TE apenas SEI TÃO BEM COMO TE SENTES!!!

Bjos minha querida

Dina disse...

É verdade do Estado obrigada toda a gente a ter seguro mas carros do Estado não têm seguro...

Tita: É bem verdade o que dizes: essas quedas tornam-nos mais fortes, fazem-nos ver a vida de outra forma. Mas sinceramente já cai vezes suficientes para dar valor a isso. Já bastava. Só um pouco de descanso. Desde 92 que a minha vida é uma sucessão diabólica de morte, doenças, problemas, mudanças bruscas e indesejadas, sofrimento,acidentes, etc.
Obrigada pelas palavras amigas ;)

Deusa disse...

Realmente é ridículo.
Tenho um ex namorado que é comissário da PSP e a primeira vez que ele me disse que quando um agente ou qualquer oficial da psp tem de pagar do bolso os estargos feitos nos carros quando estão em serviço quase me deu uma coisinha.
É isso e o pagar das fardas (obrigatórias) e outras coisas mais...
Quanto à condução defensiva, apenas alguns têm o curso pois é caro e tal, mas nem isso safa nestes casos.
É caso para dizer... fod@<se mesmo!
Desculpa lá... mas é mesmo assim...
É que até parece que os agentes de autoridade ganham muito...
É uma vergonha quando comparados com outros países... uma pessoa arrisca a vida todos os dias, com material muitas vezes defeituoso (tipo armas não dispararem quando deviam e...) e depois, em serviço, no cumprimento do dever tem um acidente e em de ir ao bolso (pequenino que os estado não compensa o arriscar da vida) pagar por estragos...
E quando os sindicatos e outros pretendem manifestar o seu descontentamento, ainda levam os responsáveis processos e suspensões e e e...
Estou sem palavras... não há palavras...
Força, bem que precisas!
Beijinho e desculpa pelo "testamento"

Ana'Space disse...

É tão triste que se passem estas coisas e que ainda sejam os agentes a arcar com as consequências :S

Anna*

Nokas* disse...

Eu nem sabia sequer a ausência de seguros nos carros patrulha, bem que coisa sem sentido. Uma pessoa está a trabalhar e ainda tem de se sujeitar a isto. Espero que tudo se resolva pelo melhor!

Marisa disse...

E que tal mudar de profissão... tipo segurança privado e etc... este estado não merecçe nada disto... Ele que se livre dai peloamordedeus.... É ridiculo e vergonhoso!

Preferia mil vezes trabalhar nas obras, é duro mas não se disfarçam as coisas!!!

dani disse...

Boa noite,infelizmente para o estado vale tudo, Decreto-Lei n.º 291/2007 de 21 de Agosto, no Artigo 9.º, nº 2 Sujeitos isentos da obrigação de segurar (o Estado claro), e com isto está tudo dito.
Texto Copiado autor desconhecido :
É a vergonha total na PSP.
Já saiu a primeira listagem e há mais na calha.....
Os Agentes e Chefes que ganham um pequeno ordenado esperam desesperadamente anos a fio,(5,6,7 anos) pela promoção a que têm direito, (pode parecer muito tempo, mas é verdade, é fácil confirmar),enquanto que na classe de oficiais se passa o contrário temos:
Intendentes a receberem ordenado de Superintendente-Chefe;
Subintendentes a receber ordenado de Superintendente;
Comissários a receberem ordenados de Intendente;
Subcomissários a receberem ordenado de Intendente (estes sobem 2 postos, ou seja, perto de 700 Euros a mais ao fim do mês).
Isto sem contar, com a viatura de serviço descaracterizada (com cartão galp frota e via verde), telemóvel, etc, etc....
O ordenado base de um agente é de 792 Euros.
É engraçado, que ainda não vi nenhum Agente, a receber como Subchefe,por fazer de Graduado de Serviço, bem como também ainda não vi nenhum Chefe a receber como Subcomissário por estar a comandar uma Esquadra......
Mas há crise no pagamento das viaturas que vão à revisão e são
reparadas, porque a POLICIA NÃO PAGA OS ARRANJOS/REVISÕES e os donos das oficinas não as deixam sair (e com muita razão)...
Os Agentes andam na rua, vão a todas as situações gerem as situações, recebem o primeiro impacto destas, mas não correm riscos, pelo que não têm direito a subsidio de risco ! Os Agentes no cumprimento da sua missão, trabalham 8 dias por semana,quando as semanas têm 7 dias, 6 horas por dia, o que perfaz 48h semanais, trabalha por turnos, inclusive de noite, tem um fim de semana de 2 em 2 meses, não tem direito a feriados e horas extras,paga o fardamento (se andar mal uniformizado, leva com processo disciplinar), tem de estar sempre à disposição do comando, marca férias sujeitas a aprovação, tem avaliação como na escola quando era
garoto, tem direito a reformar-se quando tiver com os pés para a cova
e assim não recebe muito tempo reforma, não tem equipamento adequado para o frio ou para a chuva, mesmo sendo o Agente Otário a pagar, para
ter certos benefícios de saúde como por exemplo, uma operação à vista que é essencial para a boa prestação do serviço, tem de ficar cerca de 6 meses à espera de aprovação, a esposa não tem direito a assistência à doença, as estâncias balneares, alem de ser descontado um valor do ordenado para os Serviços Sociais, ainda tem de pagar se tiver sorte em ser contemplado para usufruir deste espaço que foi criado para a
policia, ou para os agentes, sim porque os oficiais, não tem de ir
para a lista de espera, existem armas novas e não são entregues por
falta de dinheiro para comprarem munições, vai ser ainda descontado um valor no ordenado devido ás contenções, etc... QUALQUER DIA TENHO DE PAGAR AO ESTADO PARA TRABALHAR !

Soneca disse...

Pois, o Estado é uma Pessoa de Bem. Porque se ele não for quem será?? lol Considera-se ele... e nós somos obrigados a aceitar isso.
Mas se a nós há quem nos controle não deveria haver quem os controlasse?? É daquelas coisas que nos revoltam mas o português é do tipo de só fazer barulho quando lhe vão ao couro. Aqui a união fazia a força, politiquices à parte! É inadmissível ter um Estado assim. Onde está o Tribunal do Trabalho que condene este Patrão?? Onde?

Dina disse...

Dani: Não podia ter retratado melhor a situação que vivem os polícias na rua. E nem tenho que te perguntar qual é a tua profissão ;) E com os novos cortes que aqui vêem, não sei...

A Soneca é que tem razão: o nosso povo não tem espírito de luta, não se une. O problema dos enfermeiros, são exclusivamente deles. Os dos polícias idem. etc. Se todos se unissem era outra força. Afinal todos estão a lutar pelos mesmos direitos!

sofia disse...

sem comentários!!!

aprendereorganizar disse...

Por este andar um dia destes não temos quem nos proteja...