segunda-feira, 26 de março de 2018

Organização e alimentação saudável de mãos dadas


Na loucura quotidiana, o mais importante é a organização, principalmente quando pretendemos fazer uma alimentação saudável. Porque não podemos deixar nada ao acaso. É necessário planear as refeições: o ideal será deixar as principais refeições pensadas de véspera (há quem consegue fazer ementas semanais). Ao serem pensadas no dia anterior, conseguimos descongelar e temperar com antecedência, o que faz toda a diferença no que diz respeito ao sabor. 

Convém preparar e levar os lanches para o trabalho para comer regularmente, não passando muitas horas sem comer, e evitar cair em tentações nos bares e nas máquinas automáticas. É importante apostar em lanches que contribuam para a saciedade.  Podem ter sempre de reserva marinheiras ou bolachas de milho na gaveta do escritório, em SOS. O tempo é sempre curto mas se nos organizarmos é muito mais fácil. Andar com a marmita sempre atrás ajuda muito. 

Quem quer perder peso, não pode cair no erro de não comer ao almoço, porque senão a fome vai apertar e depois corre-se o risco de atacar imensos alimentos e nem sempre os mais saudáveis. Mais vale comer bem ao almoço, com uma refeição completa, equilibrada e variada. Se se passar o dia todo sem comer chega-se ao fim da tarde/ noite cheio de fome. Não sou apologista de eliminar hidratos de carbono ao almoço.

A organização é um grande aliado para ganhar rotinas mais saudáveis. Pode custar a encontrar o ritmo, mas é o nosso maior aliado. 

2 comentários:

Mummy Life disse...

A organização é tudo, concordo. Ajuda muito no ritmo do dia a dia. Não consigo fazer ementas, mas já tenho um "esquema" de organização de compras que me permite saber sempre o que há em casa e assim facilitar as rotinas dia a dia.

Bjs

ML disse...

Sem dúvida Dina a organização é a chave! Tanto da boa alimentação como da carteira! :)