segunda-feira, 11 de maio de 2015

Viver para...



A minha realização profissional nunca foi um objectivo per si. Gosto do que faço e sou feliz. Mas a minha carreira nunca foi o meu objectivo de vida. Não sou muito ambiciosa. Poderia ser mais e sei que poderia ser bem sucedida. Para ser franca, trabalho apenas para viver e para conseguir os luxos que me fazem feliz. E os luxos são simples: pagar contas sem chegar ao final do mês preocupada e poder viajar, passar fins-de-semana fora, almoçar fora, passar bons momentos entre amigos, fazer o meu filho feliz. Trabalho para ter férias. Para poder gozar a vida com a minha família. Trabalho para poder chegar ao final da semana e gozar em pleno os fins-de-semana. Mas não conseguiria deixar de trabalhar. Posso queixar-me do ritmo alucinante mas permite-me alcançar um equilíbrio que me faz feliz. 

7 comentários:

Sónia Valadão disse...

Sou como tu! Às vezes dizem-me "mas não tens objectivos maiores?? Chegar mais longe??", e eu respondo que não. Basta-me ter dinheiro para pagar as contas e poder ter os meus "pequenos luxos". Não preciso de mais :)

Petra disse...

Penso exatamente assim, as vezes penso que aqueles insatisfeitos que querem sempre mais, e desejam tudo a toda a hora, sofrem que se fartam! Sou realizada e pronto...

mysupersweettwenty disse...

Digo muitas vezes que nasci para não fazer nada, mas no fundo sei que era incapaz x)

Olhar com Coração disse...

parabens gostei muito daquilo que escreves te continua
http://olharcomcoracao.blogspot.pt/

Saltos Altos Vermelhos disse...

LOL identifiquei-me :D sou excatamente assim! e sou feliz!

ML disse...

Eu confesso que me custa imenso o ritmo alucinante com que ando quando trabalho... mesmo! Mas os meus desejos são os mesmos que os teus.

м♥ disse...

A realização profissional também nunca foi o meu grande objetivo. Estou a estudar para ter um emprego melhor que, no fundo, me permita ter um nível de vida bom e uma família (esse sim, o meu maior sonho). Não sou nada ambiciosa nas questões do trabalho.