quarta-feira, 4 de abril de 2012

Há vida para além de...


Ontem li um post da Pipoca que falava acertadamente que há vida para além de um casamento. Porque há tempo e espaço para tudo: companheiro, amigos, actividades de lazer, etc. E eu acho hiper saudável que os dois não estejam sempre juntos.

E acrescento há vida para além dos filhos! Sim, eu sei que o nosso S. ainda não chegou, mas estou ciente de que não quero nem devo concentrar a nossa vida SÓ nele. Porque isso não é saudável. E eu acho que não se é pior pai por pensar assim, antes pelo contrário. 

Esta conversa porque a je já chocou umas quantas porque estamos a tencionar pôr o S. na creche em dias em que até o marido está em casa. Porque um bom pai está sempre com o seu rebento. Concordo no geral, mas acho que um homem/ mulher precisa de se dedicar a mais coisas do que ao seu filho para ser feliz e se sentir bem. Ou senão, depois há casos de pais recentes que se arrependem e culpam os filhos pelas mudanças da sua vida. 

Perguntam-me se não fico chateado com ele. Claro que não, antes pelo contrário incentivo-o! Há dias em que chega depois de 8 dias de trabalho às 7h30 da manhã (depois de 2 noites a trabalhar e mais de 48horas sem dormir) e precisa de dormir. Seria uma irresponsabilidade ele ficar a cargo de um bebé, quando o cérebro simplesmente não funciona. E depois precisa de fazer o seu treino, por exemplo. É tudo uma questão de equilíbrio e de manter a sanidade. Para depois passar momentos de qualidade com o filho... porque só nos dedicamos bem aos outros quando nos dedicamos a nós também.

9 comentários:

Monica www.organizaracasa.com disse...

Olá,

Eu concordo totalmente.

Inclusive sou apologista que os casais que trabalham por turnos são mais felizes. Cada um tem o seu espaço. Eu então preciso do meu espaço, e quem não me "dá" esse espaço não fica comigo de certeza.

o meu rapaz todos os anos vai de férias 1 semana sem mim...e eu vou 1 semana sem ele e faz-nos muito bem. Temos o resto do tempo para estar juntos.

Felizmente pensamos os dois da mesma maneira.

Bj.

Monica - A Dona de Casa Perfeita
www.organizaracasa.com

Bomboca do Amor disse...

Não posso concordar mais com este post, querida.
É certo que um filho muda totalmente as nossas vidas, mas há que saber gerir isso da melhor forma para toda a família.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

S* disse...

Os pais devem cuidar dos filhos mas não têm de ser super-heróis. Tendo em conta os horários complicados do teu companheiro é uma boa solução arranjar quem cuide do vosso S. para o pai poder descansar. :)

Dina disse...

Mónica: É bem verdade! Também preciso muito do meu espaço. E apesar de adorar a sua companhia, já disse que se não fosse estar algumas vezes sozinha à noite/ fim-de-semana, acho que a nossa relação não seria tão saudável. Mas há quem não perceba isso...

Opinante disse...

Eu também concordo contigo querida!

Marabunta & Framboesa disse...

Concordo!!! Além de que é bom os filhos habituarem-se a estar com diferentes pessoas desde pequenos senão depois é pior... É importante que os pais continuem a ser um casal, que tenham tempo para namorar, para se mimarem, para se divertirem. Há tempo para tudo! Os filhos vêm para tornar as nossas vidas mais preenchidas, mais felizes e não para deixarmos de ser quem somos!

Cláudia disse...

Mais uma vez, concordo totalmente.
Um casal precisa, antes de ser um par, de ser constituido por duas individualidades. Quando as personalidades já se confundem começa apenas a ser estranho.
O meu marido é o meu melhor amigo, mas isso não significa que eu não goste de ir às compras sozinha e ele vá às futeboladas com os amigos.

Há dias em que preciso de tempo para mim. Só para mim.

Com os filhos ainda mais. é o mesmo tempo a dividir por 3: o individuo, o casal e o filho. E só quando se consegue este equilibrismo é que se consegue estar verdadeiramente de bem com a vida.

Insolente disse...

Eu concordo a 100% mas depois quando um filho muda, algumas das nossas ideias e desejos também se alteram... eu era muito apologista das saídas sem filhos e jantares a dois e tal e tal... e agora, acho que todo o tempo é pequeno para estar com a minha menina e acabamos por fazer programas a 3 a maior parte ou sempre... eu era aquela que apregoava que o casal precisava de ter tempo para eles e tal e tal e agora ainda nem consegui ficar uma noite sem ela... mas acredito que isto evolue, não sei é quando!!

Moa disse...

Sem dúvida Dina, a nossa vida deve continuar depois de termos um filho, o casal deve ter momentos só para os dois, os pais tb têm direito a descansar...há muito casamento que acaba depois do primeiro filho porque esquecem-se deles próprios. Passam a viver em função da criança e esquecem o resto...não há milagres. Por isso, fazes muito bem em pensar assim. Eu penso igual!