quinta-feira, 8 de março de 2012

As amarras do amor


"Podia pensar-se que o amor constitui a nossa derradeira e eterna libertação, mas estamos enganados, porque ele nunca se extingue, continua a fazer de nós escravos. É um erro comum, aliás, como é que se costuma dizer por aí? Que o amor liberta? Desengana-se: o amor não é senão peso. É a coisa que com mais força nos prende a este mundo." *

É verdade que somos escravos do amor, nas suas múltiplas facetas: do amor pelos nossos, do amor pelo trabalho, pelas coisas que nos fazem felizes. No amor há sempre duas faces: a que nos liberta mas também a que nos amarra. Porque liberdade significa também amarras. Sempre. E nem sempre as amarras são negativas. O amor pressupõe cedências, mas desde que mútuas e sensatas, elas são um prazer.

E a partir do momento em que o amor nasce, este nunca se extingue. Podemos afastar-nos das pessoas amadas e até romper relações. Mas acredito, se calhar ingenuamente, que este nunca se extingue. Porque uma pessoa que amamos, marca-nos para sempre. Quando entra na nossa vida, muda-nos, mexe com a nossa essência, faz-nos crescer. E mesmo que o fim da relação seja penoso, crescemos e essa pessoa irá, mesmo que de forma inconsciente, permancer em nós. 

O amor liberta sim e se pode ser um peso, por acarretar responsabilidade, não é penoso. É sim a coisa que com mais força nos prende ao mundo e à vida. É porque amamos que é bom viver a vida. É o amor que dá sentido à vida. E se tiver que ser escrava do amor, que seja! Há domínios bem piores do que este!

*O Bom Inverno | João Tordo

10 comentários:

Maniac disse...

Realmente tem o lado libertador e o lado que nos amarra. Mas não consigo deixar de concordar que às vezes é demasiado pesado, prende-nos, por vezes nem nos deixa ver com clareza. Mas o que seríamos nós se não amassemos? É o amor que nos faz sentir que vivemos e é tão bom esse sentimento.

Opinante disse...

Adorei o que li!

E concordo como é óbvio!

Nany disse...

O amor escraviza aquele que não sabe amar.
Há quem confunda e muito amor com possessão.
Bjs

Fashionista disse...

Amei o texto!!!!!

Tsuri disse...

Adorei o teu texto. Dizes tu, para variar.
beijinhos

Iza disse...

Concordo com o penúltimo parágrafo especialmente ;)

Sophie disse...

Miminho para ti aqui :)**

http://bagagemdaviajante.blogspot.com/2012/03/selo.html

Moa disse...

desafio pra ti no meu blog

M a f a l d a disse...

Muito bonito.. *

Paula disse...

Precisava de ler este texto para compreender determinadas coisas e não sabia.

Obrigada!