quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O privado tornado público

Se há coisa deprimente são discussões em público. Ou manifestações demasiadas exacerbadas em público. Sejam elas de que cariz forem. Nunca me virão falar mais alto para o meu companheiro no meio da rua. Se calhar, a minha cara até pode demonstrar alguma alteração, mas engulo em seco e depois falamos em privado. O que tem duas vantagens: com o tempo os ânimos arrefecem e toda a gente na rua é poupada a cenas tristes. Porque há pessoas que não têm mesmo noção do ridículo e do mau-estar que criam à sua volta.

E sou apologista disso com amigos, com crianças (claro que cada caso é um caso), etc. E quem fala de discussões, fala também de demonstrações de afecto. Não estou a falar de um beijo, abraço ou carícia simples. Mas é deslocado ver adultos a comerem-se literalmente em lugares públicos.

Hoje em dia, a privacidade tem saltado demasiado para fora de portas, quando há coisas que deveriam ficar no recôndito do lar. Porque há coisas que só dizem respeito a duas pessoas. 

11 comentários:

Phiona disse...

plenamente de acordo!!!! ;)

Ecos da Alma disse...

Subscrevo cada palavra! eu própria não diria melhor :)

Rita G. disse...

concordo em absoluto. bj!

Moa disse...

É verdade, não há coisa mais deprimente!!

Cláudia disse...

Não podia concordar mais! Tanto no positivo como no negativo gosto de preservar a minha intimidade ao máximo.
Nínguem, além dos envolvidos, precisa de ter acesso a informação ou imagens que tantas vezes se tornam incomodativas para o resto das pessoas.

Opinante disse...

Muito bem dito, sim senhora! :D

Nokas disse...

Totalmente de acordo...e às vezes assiste-se a cada coisa...

*C*inderela disse...

mais uma vez estou de acordo, os extremos são escusados. pancadaria ou muito amor para dentro de quatro paredes.

bjokas

MissApuros disse...

Concordo contigo, vemos com cada cena às vezes... Vergonhoso mesmo. bjinhos*

Sol disse...

Mais uma a concordar... Faço minhas as tuas palavras... engraçado que ainda ontem vinha do trabalho e vinha a pensar nisso!

MissBlueEyes disse...

Eu concordo contigo, mas eu não sou muito assim... :( Mas depende muito dos assuntos claro!