quarta-feira, 16 de março de 2011

Mundo de homens...


Até no gabinete médico, somos capaz de sentir que este mundo pertence aos homens. Se for ao médico e lhe dizer que está a planear uma gravidez, virar-se-á para o Sr. e passar-lhe-á uma colheita de sangue para testar 2 ou 3 variantes. Para si prepara logo um rol de exames (só de sangue e urina são cerca de 5 folhas). É óbvio, que será a mulher a portar e gerar um filho durante 9 meses, mas  parecem esquecer-se que o homem continua a ter um papel importante no processo: sem um espermatozóide saudável nada acontecerá). Mas conheço tantos casos em que o casal passa anos a tentar, e a mulher a fazer montanhas russas de exames (dolorosos e difícéis) e só em última instância é que o médico decide finamente voltar-se para o homem...

Quanto a mim o meu sistema reprodutor conheceu nas últimas semanas mais objectos com potencial erótico, do que durante toda a sua vida activa, entre cotonetes gigantes, sonda em formato de vibradores, e tantos mais. Já tive tanta gente a olhar para ela de perto, que penso que será considerada em breve Património Público. Mas já me mentalizei que se um dia quiser ser mãe, ela se vai tornar uma exibicionista do pior. Agora para além de controlar a depilação nas zonas íntimas para o marido, também tenho que pensar no Dr. X, e no técnico Y.

E tentem dizer ao vosso homem que custa. E dirá simplesmente «o buraco já está feito não custa nada» (machismo ao mais alto nível). Falem-lhe em exames ao seu aparelho reprodutor e aí parece que foi decretado o fim do mundo. Porque são as jóias da família. Mais uma expressão machista do nosso mundo masculino. Tentem, vós mulheres, usar o termo «a minha vagina é a jóia da família» e os interlocutores imaginarão logo que este é o vosso meio de subsistência»...

12 comentários:

Ana FVP disse...

É só rir!!!! Penso que uma troca entre sexos os faria ver o quanto nós passamos.

Mami ( Sónia ) disse...

:) O rui quando quisemos engravidar a primeira vez também fez imensos exames para ver se estava tudo bem com ele, até fez mais do que eu, porque a mim deu que estava tudo certo. E nunca se queixou de nada, pelo contrário.Felizmente estava tudo bem com os dois eram só os meus nervos a atrapalhar tudo.

Liliana disse...

No início do ano também fiz essas análises e exames...são realmente muitos...!

Mulher sofre!!!Mas é por uma óptima causa!

Portanto...qq dia temos baby..sim??!!!

Beijao grande

madeMOIselle disse...

Pois os cenários que descreves são bem verdade :)

Estas a tentar engravidar? Acho maravilhoso!

Purple disse...

Existem alguns desses exames que me deixaram verdadeiramente mal disposta, como se tivesse levado um pontapé no estômago.

Felizmente o R. mostrou-se preocupado e fez as análises todas direitinhas para ver se estava tudo bem com ele.

Mas se esta fase é assim imagina a gravidez :P

Beijinhus

Nokas disse...

Mulher sofre!!

Lux disse...

É... Concordo plenamente com a Nokas: Mmulher sofre! E ainda por cima, o sexo oposto consegue desvalorizar isso!

xoxo
Lux

Lara disse...

Antes de mais, deixo aqui o desejo de muita sorte, que corra tudo bem e facilmente consigam concretizar esse objectivo tão lindo que é ter um filho.
Sei bem a que te referes pois passei recentemente pelo mesmo, quando disse à médica que queria engravidar ela passou-me um batalhão de análises e de exames. Embora nenhum deles tenha sido fora dos já habituais de rotina, destacaram-se apenas pela quantidade! E pelo que tenho lido,e tal como referes, à medida que o casal vai tentando e não vai tendo sucesso, a mulher é que vai sendo submetida a tudo o que é teste e exame, só em última alternativa se voltam para o homem. Não sei se existem factos que justifiquem isso, será que há assim uma percentagem tão esmagadora de casos em que a origem do problema está na mulher e não no homem?
No meu caso felizmente correu tudo bem e foi até mais rápido do que pensei que seria! Cá estou eu no final do 1º trimestre :) Já me avisaram também que ao longo da gravidez, e principalmente no parto, é a mesma coisa, as nossas partes íntimas passam mesmo a ser património público como dizes, onde um e outro chega, vê, mexe e faz o que tiver a fazer.
Ai sofremos, sofremos!

Beijinhos,
Lara

Dina disse...

Ainda não está para breve! Os treinos oficiais só mais para o final do ano. Mas começei já a fazer um check-up geral para ver se está tudo ok...

Lara: Muitos parabéns pela gravidez. Retribuo os meus votos que corra tudo bem ;)

anf disse...

Tens toda a razão.
Eu sei que a fase que se aproxima vai ser assim,
pelo que já ouvi aquela zona vai tornar-se pública,
tudo vai mexer e ver, e estou muito apreensiva, sabes o que diz o marido ah e tal é normal,
é normal mas não é por isso que deixa de ser constrangedor,
Dina espero que esteja tudo bem e que concretizes o teu desejo,
bjo

Faz de Conta disse...

Comigo não foi assim. Não fizemos exames antes, nem um nem outro. Apenas decidimos que queriamos tentar e assim foi. E passado mês e meio soube que estava grávida. Apesar de ter corrido tudo bem, a médica quase me chamou irresponsável lol mas pronto, já temos o Vasquinho connosco e a crescer a olhos vistos. Durante a gravidez também não me senti muito exposta. Todas as ecografias que fiz foram externas e toque foi só uma semana antes do Vasco nascer e no dia do parto. Basicamente, só a minha médica tratou de mim e uma enfermeira no dia do parto :)
Já agora acrescento que adorei estar grávida e assim que o Vasco tiver mais crescido pensamos num irmão ;)

Mariana disse...

Sim todos esses testes e exames são dolorosos e infelizmente muitas vezes não têm sucesso:(