segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Hino ao amor. Hoje e nos restantes 364 dias do ano

 
Antes sofria com a falta de romantismo e de imaginação dele. Agora, vivo bem com isso: sei que sou eu que tenho que planear estas datas especiais. Nunca vamos jantar fora neste dia: os restaurantes estão sobrelotados com casais em que este é o único dia do ano em que saem jantar fora. Por isso preparamos sempre uma ementa especial em casa, acompanhada de uma sangria de espumante e frutos vermelhos...

E a prenda? Deixamo-nos disso. Todas aquelas piroseiras com corações, peluches e afins não servem para nada a não ser empatar dinheiro. E para outras prendas mais necessárias (como perfumes, roupa, etc.) há mais 364 dias no ano.

Por isso, se o dia é do amor, que se celebre o amor sem consumismo! Haverá melhor forma de celebrar o amor comom num local sereno (a nossa casa),  um jantar a luz das velas, conversar, rir, beijar, mimar. E como surpresa uma lingerie nova para despertar sensações e umas brincadeiras marotas... Uma São valentim económica e com muito prazer e amor!

Sejam felizes! Não são precisos grandes luxos para viver o amor. Basta dois seres humanos apaixonados. Ai o quanto me irrita esta gentinha que não pára de me perguntar o que vou fazer hoje: spa? jantar chique? com aquela cara de enjoada. Não, vou mesmo celebrar o amor no requinte dos braços do meu amado...

12 comentários:

Verinha disse...

Nós também costumamos fazer como vocês, em casa e sem prendas.
Mas este ano ele quer-me fazer uma surpresa e disse-me que eu não precisava de me preocupar com o jantar. Ou se vai aventurar na cozinha ou vamos jantar fora lol
Vou esperar para ver o que sai dali lol, mas o que conta é a intenção :)

Uma boa noite para vocês ;)

Bjks***

Purple disse...

Acho que fazem muito bem, não são precisos clichés para se aproveitar o Dia de S. Valentim.

A única coisa essencial é haver muito amor entre ambos :)

Beijinhus e uma excelente noite :)

Panda disse...

Por acaso eu é que tive de começar a pedir ao homem para deixar de ser tão lamechas.Uns pecam por defeito e outros por excesso. Sou muito da tua opinião em relação a este dia.

Clara disse...

Eu já não ligo ao S. Valentim como antigamente... se calhar porque casei e tenho outros objectivos, se calhar porque todos os dias são S. Valentim para nós... mas um jantar romântico com direito a velas não falha, se bem que hoje temos uma reunião agendada para as 21h00 :( não sei que fazer...

MissBlueEyes disse...

Nós fazemos exactamente isso! Este ano é igual, mas muito diferente... :)

Liliana disse...

Por cá também haverá um jantarinho à luz das velas! Nada de muito especial, até porque o cozinheiro não sabe a que horas chega a casa! Mas todos os dias são importantes e devemos comemorar o amor todos os dias!

Um bom dia para ti e teu amado!

Gelatina de morango disse...

Eu também fazia como tu. Tenho claustrofobia com restaurantes à pinha em dias como este, mesmo!
Boa celebração para o casalinho ;)!

Mariana disse...

Ora aí está um São Valentim mesmo económico:)

La Boheme disse...

Se estamos apaixonados realmente não é preciso grande aparato e quando mais íntimo melhor:) E com este temporal sabe mesmo bem é ficar em casa a namorar.
Bom serão de São Valentim!
bjos

a Gaja disse...

a tua comemoração vai ser perfeita e muito mais romântica que se fosses ao restaurante. Um boa noite para vocês :)

Ana FVP disse...

Feliz dia dos namorados

Jac disse...

E com este texto entendi o porquê do nome do blog... existe mesmo um amor prefeito assim! Concordo com o romantismo caseiro, intimo e aconchegante.
Jac
http://inesperancias.blogspot.com/