terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Palavras difíceis



«Hoje é dia de São Valentim, mas o dia do Amor deveria ter o teu nome. Porque o teu amor é forte e insistente. Amo-te da profundeza do meu ser. Mas ando à deriva, perdida, num mar de sentimentos estranhos e que me assustam. Quero fechar-me em mim, para não te fazer sofrer, e porque só eu posso sarar esta dor aguda no meu peito. Mas tu não me largas a mão, não abdicas de mim e de me trazer à superfície. E só te posso agradecer por isso. Sem ti, nada faria mais sentido. És a minha única razão de viver. E tenho sido tão injusta para ti. Porque eu magoo-te. Só queria que fosses feliz. Por isso, há dias em que acho que só te trouxe coisas más à tua vida, que serias mais feliz sem mim. É no teu olhar doce e repleto de amor que vou procurar forças para me levantar todos os dias.

Estes dias têm sido do mais complicado que há. Nunca passei tormentos piores. E por saber que a minha vida me reserva dores ainda mais duras, não sei se vale a pena ser vivida. Mas engano-me a dizer isso. Merece ser vivida, porque no meio de dias trágicos, tu trazes dias de sol e de alegria.  E nem que seja por esses momentos curtos mas intensos de felicidade pura, vale a pena lutar. Desculpa fazer-te sofrer.

Não quero perder o teu amor. Quero ver-te feliz, sempre, todos os dias da nossa vida.»

2 comentários:

Filipe disse...

(devia ser proibido comentar este post!)

ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ disse...

Ahhhh!!!que coisa lindass!!belas palavras de sentimentos de amor...ameiii...bjus doces!!