terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Lemas de vida


Há sensivelmente um ano, estávamos de férias no Norte. Nessa noite, deitámo-nos ligeiramente aborrecidos um com o outro. De manhã, antes das 7horas, ele levanta-se porque combinou ir ter com a mãe. E eu, cheia de sono e ainda aborrecida, mal lhe falo. Viro as costas e volto a dormir.

Às nove, toca o telefone. Era a mãe dele, a perguntar a que horas o Luís chegaria. E eu disse-lhe que já tinha saída há mais de uma hora e meia. O meu mundo desmoronou-se num segundo. As nossas aldeias natais são separadas por cerca de 11 quilómetros, por uma estrada cheia de curvas, com altas ribanceiras. E essa noite estava tudo gelado. Na minha mente, já o tinha perdido. Saí de casa (o meu pai doente ainda se levantou para não me deixar ir sozinha, e a minha mãe a dizer-me que tudo estava bem mas lia-se a preocupação no olhar) a pensar que o encontraria embatido numa curva, ferido ou morto. E a pensar que nem lhe tinha dado os bons-dias.

Felizmente, o maluco só encontrou um amigo pelo caminho e ficou à conversa. E nós, todos ralados. Mas é com episódios assim que aprendemos que tudo pode ser efémero. Que é preciso um segundo para a nossa vida ficar virada ao contrário.

Lá em casa, tentamos nunca ir para a cama zangados. Nem sair de casa para trabalhar sem uma palavra doce e um abraço. Porque pode ser o último. Porque podemos nunca mais ter essa oportunidade. Podem pensar que é pessimismo a mais. Eu penso que temos que estar consciente que tudo nos pode ser tirado, pelo que temos que saborear os momentos. Nem sempre é fácil, porque também discutimos, mas tentamos resolver tudo o quanto antes...

16 comentários:

Bailarina disse...

Fiquei toda arrepiada com esta historia... Mas, tens toda a razão, de um momento para o outro, tudo nos pode ser tirado e há coisas pela qual não vale a pena ficarmos meios esquinados... Acho que que fazes muito bem em tentar resolver sempre as tudo.

Bjinho*

a Gaja disse...

Infelizmente a vida é assim, de um momento para o outro tudo muda...apesar de ligeiramente pessimista é uma forma de mostrar que se amam muito bonita :)

Miga disse...

Só damos valor às pessoas, só percebemos a falta que nos fazem com estas situações. Não nos devemos arrepender do que fazemos, mas aprender com o que deixamos de fazer :)

Cate disse...

Acredito nesse lema também, Dina. Foi uma coisa que a minha avó sempre me ensinou :)

Claudia disse...

Entre o acreditar e o conseguir vai uma longa estrada, também ela um percurso muito difícil e cheio de curvas. Gostaria de o conseguir.

ButterFly disse...

Por vezes são episódios destes que nos fazem ver o quanto a vida tem de ser aproveitada.
Tive algo parecido, mas o meu não "acabou" de maneira tão fácil.

Liliana disse...

Por acaso hoje despedi-me um pouco chateada! mas ao ler isto realmente tens toda a razão!

Beijo

Nokas disse...

Que susto!!
Por acaso temos o hábito de nunca dormir chateados...acho que nem conseguia dormir!

Luisinha disse...

Há tempos também tive um episódio que me fez pensar da mesma maneira...
Bjinhos

Mariana disse...

As nossas vidas mudam em segundos, por vezes*
Bjs*

Maçã e Canela disse...

Arrepiei-me toda, mas concordo ctg.. tudo pode ser tirado num segundo e eu nunca mais vou deixar um abraço para " mais tarde"

*C*inderela disse...

tens toda a razão. A vida pode mudar num simples segundo e temos que aproveitar ao máximo todos os minutos que estamos com as pessoas que gostamso porque nunca se sabe ...

Bjokas*

madeMOIselle disse...

Acho que até eu senti um friozinho na barriga agora.

Este post é real, verdadeiro, quase lhe consigo sentir o cheiro.

São post's como estes que nos põem a pensar nas coisas mais importantes que temos e na necessidade absoluta de lhes atribuirmos o devido valor.

Obrigada. O beijo que vou dar ao meu marido daqui a umas horas hoje vai ser ainda mais sentido :)

@me@@@ disse...

concordo plenamente, hoje recebi a triste noticia que uma amiga (muito recente) tinha morrido, nem queria acreditar no que estava a ouvir, tinhamos estado juntas no dia anterior a falar dos preparativos do seu casamento que estava à porta, e de um momento para o outro, de uma forma tão estúpida, acabou tudo...

Sara disse...

Nem consigo imaginar como te sentiste naqueles minutos em que nada soubeste dele... Até eu, daqui, senti a tua agonia!!!
Tens razão, devemos sempre mostrar que nos amamos, mesmo quando estamos chateados, até porque são sempre coisas passageiras...
Beijinho

Nokas* disse...

Eu acho que um dos segredos énunca ir para a cama zangados, a perspectiva de dormir de costas um para o outro nunca me agradou muito. É a conversar que as pessoas se entendem e claro que há amuos, discussões, mas é como tu dizes nunca se sabe quando é a ultima vez. Uma pessoa nem pensa nisso mas quando acontecem momentos como estes que retrataste neste post, uma pessoa fica com o coração nas mãos mesmo.