terça-feira, 30 de março de 2010

Filhos empecilhos rima ou não rima?


As minhas férias são momentos únicos de descanso. Eu e o L. não somos muito de torrar ao sol. Gostamos de combinar praia com passeios pela natureza e roteiros culturais. Os nossos destinos de eleição não são propriamente ilhas paradisíacas, mas sim Itália, China, Perú, e companhia.

Mas estamos conscientes de que quando tivermos um filho, vamos aprender a concilar a presença deste novo ser. Vamos aprender a fazer outro tipo de férias (pelo menos nos primeiros anos). Eu acho que quando casamos aprendemos a ter novos gostos, e quando temos filhos também. Agora não consigo perceber como há casais que dizem que nunca hão-de ir com as crianças para a praia porque só fazem barulho e se mexem muito e que quando vão à praia é para descansar (teoria aprovada pela minha colega de trabalho). Até fico com os cabelos de pé: primeiro tudo parte da educação que se dá, segundo, devias ficar feliz por o teu filho se divertir e sair da gaiola.

Outro casal amigo tem uma miúda de 6 anos e nunca fizeram férias com ela. Chega a altura e mandam a garota para a casa dos avós. No futuro também quero poder passar umas férias a sós com o marido, para namorar. Mas, também hei-de querer aproveitar as férias para passar tempo de qualidade com os meus filhos já que durante o ano, o tempo é tão pouco.

Será que só se tem filhos durante o ano? Quando se mandam para a escola e a noite se põem a frente da tv? Será que é assim que se cumprem os cânones sociais? E são essas pessoas que olham para mim de lado quando digo que não sei se quero filhos porque eu quero poder ser Mãe (dar atenção, estar presente, etc.) Eu acho estas teorias muito estranhas e muito pouco saudáveis. O que acham? Férias com ou sem rebentos?

15 comentários:

Principe Pipoca disse...

Quando temos filhos a nossa vida muda a sério e muda muito mais do que imaginamos antes de os ter..mas ter filhos é assumir que farão parte da nossa vida mesmo que a "nossa vida" fique "estagnada em função deles" durante uns tempos..o meu filho não pára, e eu não paro atrás dele..mas não há nada que me faça mais feliz do que ver a felicidade dele a brincar no parque, na rua, na praia...e pretendo proporcionar ao meu filho o maior número de experiências possíveis pois penso que a felicidade dele passa por aí, portanto a minha também!( no meio disto claro que importante uns dias para o "nós" casal e o "eu"!!
Já me alonguei...beijinhos

Verinha disse...

Concordo com tudo o que disses-te!

Angel in the dark disse...

Férias com filhos sempre...
Será que também não merecem a nossa companhia quando temos mais tempo para nos divertirmos com eles! E até reaprender a ver o mundo através do olhar inocente deles!...
Quando eles estão felizes nós somos ainda mais felizes!...

ana paula disse...

Dina, acho que o teu instinto maternal está no seu auge... a vida depois de um filho, muda, claro que muda, mas para melhor, não há nada melhor que olhar para um pedacinho de gente que é nosso, que nos abraça e nos beija logo pela manhã...
Em relação ás férias, adoro levar a minha pipoca para a praia, claro que o descanço acabou, mas é muito compensador voltar á nossa infância e fazer castelinhos na areia...também sabe bem a pipoca ficar 15 dias com os avós no norte, ela adora, e os meus pais adoram ainda mais, mas tem que ser pois o infantário fecha 1 mês.

Jana disse...

eu acho que se as pessoas tiveram um filho é porque foi pensado e porque ambos quiseram (salvo algumas exceções) ora então não é para chegar a altura que têm mais tempo para tar com eles, ou seja férias, e despacha-los!! é por isso que eu, como ainda não penso em ter filhos tão cedo, aproveito agora que não os tenho para passar férias a dois!! essas pessoas deviam ter feito o mesmo!! Beijinhos

Atena disse...

Eu eu acho que se uma pessoa tem filhos é para sempre, não so para quando nos convem!!

Evidente que uma vez entre outra tirar umas ferias a dois não vejo nenhum problema nisso, agora fazer isso sempre não me parece la mt saudavel!!


Bjito*

Bardot Maria disse...

O bom-senso é o nosso melhor aliado. Ainda não tenho filhos mas quando os tiver não penso passar férias sem eles. Não os quis ter? Não são eles a minha familia agora? São seres descartáveis? É claro que não digo que não a uns fds na casa da minha mãe, para eu e o pai irmos dar uma voltinha mais romantica. Mas férias férias acho que não conseguiria estar longe deles.

Vee disse...

As duas coisas. Precisas de tempo de qualidade com as crianças e de tempo de qualidade a sós com o teu companheiro.
Os meus pais faziam férias e viajavam comigo mas também viajaram os dois sozinhos. São um casal e precisam desses momentos. Concordo plenamente com eles. Nunca me senti posta de parte por isso.

Miss Apuros disse...

Quando for mãe não me parece que seja capaz de deixar o meu filho para ir de férias. Tendo em conta o meu feitio acho que passado dois dias voltava para casa só para o ir buscar. :p bjinhos*

sol disse...

Quando se tem filhos tudo muda...eu que o diga!Mas não há nada melhor do que estarmos todos juntos nas férias, é tão bom!Nós fazemos sempre programas que dê para levar os Kikos e adoramos!É claro que o casal tem que ter os seus momentos a sós, mas dá para conciliar sempre tudo(se houver vontade)!Não era capaz de ficar muito tempo longe dos Kikos!

bjos

Romantica disse...

Sou mãe á quase 2 anos e pode-se contar pelos dedos de uma mão as noites que o meu filho passou longe de mim, e nenhuma delas seguidas, porque é impensável ficar dois dias sem ver o meu filho.
Quanto ás férias realmente não me imagino deixar o meu filho com os avós para eu ir de férias... Para mim férias é com o meu marido e filho (a minha familia), mas conheço algumas pessoas que vão para as Caraíbas e afins e "depositam" os filhos nos avós porque são muitas horas de viagem... Talvez por isso é que desde que o meu filho nasceu nunca fizemos férias muito longe de Portugal. E sim queremos voltar a ir ás Caraíbas e outros sitios do género, mas claro que acompanhados do piolho que também tem direito a umas férias diferentes... :-)
Peço desculpa por me alongar.
Beijitos

*C*inderela disse...

Disses-te bem: tudo depende da educação que se dá. É muito mais facil despachar os miudos para os avos aturarem que impor regras. Quando for mãe os meus filhos irão comigo para todo o lado. Uma coisa é querer passas um fim-de-semana a dois ou coisa assim outra é não querer aturar os próprios filhos!!!

Bjokas *****

Sara disse...

Excelente tema!
Eu não sou mãe e como tal pouco posso acrescentar ao assunto porque até lá pode muita coisa mudar na minha maneira de pensar, mas não creio impossível fazer umas férias a sós sem os filhos! É claro que as férias também devem ser um momento especial para a família e como tal imagino que dê sempre para conciliar o tempo passado em família e o tempo a sós do casal.
Beijinhos

Kikas disse...

férias com e sem rebentos! ambas, sem dúvida. o tempo a sós é bom, faz bem à relação.. mas o tempo com os filhos é precioso :)

Dina disse...

Adorei as vossas opiniões...

A minha resume-se a: no verão, é muito provável que estejamos a trabalhar, por isso, não vejo mal nenhum em mandar de férios o nosso filho para a aldeia. Assim, pode divertir-se, aproveitar o ar livre (tão diferente das nosssas gaiolas) e aproveitar os avós que pouco verá durante o ano.
Mas quando eu estiver de férias, ele irá comigo, em família. Porque é importante passarmos todos tempo juntos e divertir-nos. Ele merece experiências novas. Por outro lado, irei claramente apostar em fins-de-semana só a dois para nos reencontrarmos porque tb somos um casal. É isso ;)