segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Do Natal


Este fim-de-semana foi recheado de más notícias. Primeiro, o maridão ficou finalmente a saber que vai trabalhar na noite de consoada. Não ligo ao almoço de dia 25, nem à passagem de ano, mas a noite de consoada para mim é sagrada. E pronto, calhou-lhe trabalhar nesse dia. O sabor a Natal nunca é o mesmo quando falta uma das pessoas mais importantes. E depois outras das pessoas mais importantes da minha vida também não vão estar presentes porque há um familiar que está a morrer de cancro. Chorei baba e ranho porque as memórias ainda são demasiadas fortes (acho que o serão sempre), mas não posso não estar presente, não estar lá neste momento tão difícil.

Este ano de 2015 foi tremendo. Juro que dia 31 vou afogá-lo em champanhe e que vou dar as boas-vindas ao ano novo como nunca antes dei. 

8 comentários:

Jo disse...

Dina, sinto muito...! Um abraço apertado, muita força, e que o próximo ano seja muito muito melhor.

ML disse...

Caramba que o novo ano te traga muitos e muitos bons motivos para sorrir!

Beijinho.

Mia disse...

Vou afogar este ano "junto contigo"... Foi terrível para mim mas com a esperança que o próximo será bem melhor!

Beijinhos

Saltos Altos Vermelhos disse...

:( este mês para nós também não começou nada bem mas isto vai passar! E que venha 2016 que seja bem melhor que este :)

Bella Condessa disse...

Força aí! Ano Novo vida nova :))

Cynthia disse...

Há anos difíceis! :( 2016 será melhor!! Sempre positivo.

Alma Jovem disse...

Como te entendo. Quem já acompanhou uma situação dessas de perto, treme só de ouvir essa notícia. Ainda assim, espero que tenham um bom natal dentro do possível.

Moa disse...

Este ano o meu marido, felizmente, escapou à consoada e à passagem de ano.