segunda-feira, 4 de março de 2013

Marcas de amor

Sou uma pessoa exigente comigo mesma. E odeio falhar. Durante a gravidez e pós-parto portei-me lindamente e não fiquei com marca nenhuma.

Ultimamente desleixei-me na aplicação de creme e tenho bebido pouquíssima água. E pronto, as marcas na pele apareceram logo. Tenho umas marcas estranhas na barriga e estou em sofrimento para perceber se são estrias ou não. Sim, adoro o meu bebé, mas também amo o meu corpo e se depois da gravidez teria ficado com algumas barrigas que se vêem por aí teria ficado louca. Mesmo (e não me venham com sermões que devia ter orgulho das marcas da gravidez porque adoro o meu filho, não me arrependo de nada, mas sou mulher e gosto de gostar do meu corpo).

A minha barriga não é bem a mesma. Não está flácida mas nota-se mais saída. (Pelos visto sou a única a ver qualquer coisa diferente) A ver se começo a fazer abdominais. O pior foram as mamas que perderam tamanho e que ficaram mais sumida e a pele menos lisa. Gostava de ser operada, mas tenho tanto medo a operações. E depois são as cicatrizes que não iria gostar nada. O marido diz que não se vêem nem com biquini mas não me preocupa o olhar dos outros, mas sim quando EU me olho ao espelho. Ele responde que tenho outra cicatriz mais abaixo, mas esta é uma marca de amor, e também não tive grande escolha. Ele responde, e bem, que aquelas também seriam marcas de amor: amor por mim mesma.
 
Mas sou uma medricas e por isso tenho que habituar-me a gostar do meu novo eu (os estragos não são assim tão grandes, mas os suficientes para me deixarem a moer). Mas agora com o Verão a aproximar-se acho que muita roupa vai ser renegada para sempre.

7 comentários:

Fashionista disse...

Não te preocupes, cuida de ti e logo pensas No resto, não vale a pena fazer uma cirurgia ao peito antes de segundo filho!

MissBlueEyes disse...

Como te compreendo. Só vou esperar para ter outro filhote para arranjar as mamas. Sim porque para quem tinha as mamas como eu, de repente ver as mamas caidas faz-me confusão! Mas pronto, tudo a seu tempo :) É que as minhas ficaram enormes!!!!

Opinante disse...

Vais ver que com cuidado recuperas :D

Suri disse...

Fazes bem cuidar de ti :)

Soinita disse...

Isto não tem só a ver com os cuidados que se tem com a pele durante e após, mas sim com a genética.
Eu fartei-me de chegar cremes e mais cremes, mas com um barrigão duplo não consegui escapar às estrias. :( Fazem-me alguma confusão sim, tal como me faz confusão estar magra e ter alguma barriga. E as mamas, bem essas por enquanto ainda vão estando razoáveis, mas desconfio que quando o leite acabar, vão ficar ainda mais pequenas. :(
Dar uns retoques, eu até gostava, mas por um lado fujo dessas coisas a sete pés, e por outro acho as operações estéticas muito caras. :(

Sara disse...

Como te compreendo! Também noto a barriga mais saída, mas não está flácida...
Com a aproximação do primeiro ano pós-parto, noto que a barriga está a voltar ao que era mesmo sem abdominais :D (Quem me dera ter tempo para eles... )
Sempre me disseram que é preciso um ano para recuperar do parto e a verdade é que agora já começo a acreditar que sim ;)
Beijinhos

Veruska disse...

Vou dar-te o meu segredo: óleo de rosa mosqueta.

Vai a uma farmácia e compra-o puro; não te fiques pelos cremes que têm só uns 5%.