terça-feira, 5 de março de 2013

Há tempo bem mal empregue


Ouvi muitas boas críticas d´A escrava de Córdova de Alberto S. Santos. Na capa do livro, várias personalidades dizem muito bem do livro. Mas percebi que devem ser amigos e que a sinceridade não ronda por ali.
 
Que livro mais decepcionante! Muito descritivo (até a exaustão), com pormenores que não interessam a ninguém e que não acrescentam nada à história. Uma linha de narração que podia ser muito mais curta, pois a história podia resumir-se a apenas 70 páginas. Sou apologista de que só grandes mestres conseguem fazem grandes descrições com arte e este não é o caso. Eu li o livro a saltar parágrafos de tão aborrecido que é. Mas queria ver como acabava (e nem o fim surpreende). Basicamente é a história de uma cristã (no tempo dos mouros na Ibéria) que é raptada pelos árabes, que se apaixona, que é solta, que volta a ser raptada, que se casa e que volta a casa e mais não digo caso haja por aqui uma alma suicida que ainda queira ler o livro. Ñota: 0/5

5 comentários:

Anabela disse...

Detesto quando livros me desiludem...
Beijinho

Cantinho da Bê disse...

Obrigada pela partilha. É sempre bom saber o que não ler ;-)

Opinante disse...

Oh ...

Guinhas disse...

Tb li e não consegui chegar ao fim...achei toooo boring!

Verita disse...

assim tão mau? tenho-o cá em casa para ler...