sábado, 2 de junho de 2012

Dia especial o de hoje

Hoje os meus pais celebram 50 anos de casados. Sim, falo no presente, porque o amor é eterno e imortal. Há dois anos falei com o meu pai que íriamos preparar uma festa para este dia, juntando todos os frutos deste amor (filhos e netos). Infelizmente, hoje o meu pai não está. Foram 48 anos juntos, com muitas lutas, dores à mistura. Este dia não é directamente meu, mas sinto-o como tal. E sei que é um dia difícil para a minha mãe. Perder o companheiro de uma vida é dos piores acontecimentos de uma vida.

Adoro ver este amor genuíno das pessoas mais idosas. Pode não haver grandes demonstrações em público de afecto, mas ele é demonstrado de forma subtil e íntegro. Aprendi com os meus pais a lutar a dois (apesar de, como em tantas coisas, me assemelhar muito ao meu pai, e nos momentos mais críticos, não conseguir apoiar-me tanto no outro e lutar sozinha), a fazer sacrifícios, o valor da família, de nos superar, etc. Aprendi o que é o amor e o respeito. E é dos presentes maiores que me poderiam ter dado. Ainda me lembro em criança quando o meu pai, cheio de vergonha de ser visto com ramos de flores na rua, me pedia para ir comprar o ramo de flores para a minha mãe. Hoje recordo os beijos furtivos de felicidade e os olhares e mimos trocados nos momentos mais difíceis.

Para mim, dia 2 de Junho será sempre associado ao Amor. E por isso, admito que sempre achei que o S. poderia nascer hoje. Seria especial para mim. Quem sabe....

8 comentários:

mão da mãe disse...

que bonitas as tuas palavras. o amor pode ser eterno sim! e dura enquanto houver quem o acarinhe, como tu fazes!

e se o s. nascer hoje, seja muito bem-vinda ao mundo!

bjinhos

Belicious disse...

Assim choro... Esse amor descrito é a coisa mais bonita que pode existir

Devaneios.de.mestra disse...

É um dia muito especial, mesmo sem a presença do teu pai, é um dia que nunca deves esquecer :) Ele estará a olhar por todos vocês certamente.

*Lili* disse...

Assemelho esse amor ao dos meus pais...já passaram por muito...bons e maus momentos...estão casados há cerca de 25 anos [fora os 6 anos de namoro] e já passaram realmente por muitos maus e bons momentos...mas eu sei que apesar de todos esses momentos eles estão lá sempre um para o outro...e um dia...um dia a perda dos dois será dolorosa...muito dolorosa. Mas até lá gosto de ver que nunca desistiram um do outro :)
Talvez o S nasça hoje :) espero bem que sim*
Desejo no entanto um feliz 50º aniversário dos teus pais* de coração.

ʝoana disse...

Ainda assim deve ser um dia sempre comemorado em prol dessa vida a dois!

Dear Daisy disse...

Tão bonito, Dina.
Parabéns a eles e a ti.
Um beijo especial, cheio de admiração.

Palco do tempo disse...

um dia feliz mesmo sendo um dia triste**

Guinhas disse...

Deve custar tanto perder um companheiro de vida...tanto. Raramente penso nisso mas agora que li teu post, deu um aperto...