quarta-feira, 27 de julho de 2011

Uma questão de perspectiva


Gosto de observar as reacções das gentes femininas e masculinas perante a mesma circunstância da vida. Não sei se é mesmo uma questão de genética, de vivência, personalidade ou hormonal, mas chega a ser delirante ver como homens e mulheres reagem e pensam de forma diferente.

Poderia estar aqui horas a fio a exemplificar. Mas recentemente fui confrontada com uma conversa que me deixou estupefacta. O Bruno sempre foi um homem que nunca foi fiel a nenhuma saia. Já teve namoradas encantadoras, mas teve sempre que pular a cerca. Mas agora decidiu assentar finalmente (se calhar com a miúda mais esquesita e sem-saborona de todas as suas namoradas... mas enfim). 

Quando nos explicou o porquê daquela ser a mulher da sua vida, ainda nos conseguiu surpreender mais. Sim, uma mulher casa porque aquele homem a trata como uma princesa. Porque se dá lindamente com os seus sobrinhos, e imagina-o logo a ser o pai dos seus filhos. Quer viver com ele porque é delicado, educado e culto. O nosso amigo Bruno resume o seu casamento a: «sei que chegamos a um grau de intimidade tal, que me leva a saber que esta é mesmo a mulher da minha vida. Quando ela se peida e arrota sem a mínima vergonha à minha frente e dos meus amigos, sei que é a tal». Juro, foi literal! Saiu mesmo isto da boca daquele homem!

Mulheres que ainda não conseguiram fazer que os namorados de longa data dêem um passo em frente, tentem esta estratégia: é barata e fácil de aplicar. O máximo que pode acontecer é ele fugir ainda mais rápido. E como podem imaginar nunca convidei o casal para comer à nossa casa... Só espero que o padre não lhe pergunte o porquê de quererem casar...

12 comentários:

Philippa Style disse...

A sério que não pude deixar de esboçar um sorriso com o texto, pois, nunca na vida, tinha ouvido uma justificação tão "absurda" como essa. Mas pronto, cada um é que sabe da sua vida! =)

Beijinhos

PrincesSu disse...

Ai não posso acreditar!!!!!

What?!?!

Por essa não estava a espera!!!!

Bem, esse Bruno tem cá uma maneira de pensar que...

nem tenho palavras!


lol

ariel disse...

lolllll

aloucura disse...

o pior é se ele achar que se pode peidar à vontade à frente dela ou arrotar o mais alto possivel "porque chegaram a esse grau de intimidade"... e ela foge a sete pés!!! era lindo lol
(mas não vai acontecer, se ela faz ele tb faz)
desculpa mas tenho de dizer: que nojo. dispenso essas intimidades.

pensativa disse...

Loolll, tantas mulheres que procuram a "formula mágica" sem conseguir encontrar e afinal é tão fácil !! ... :) O Bruno é um cromo e a namorada idem, idem

Bomboca do Amor disse...

Partindo desse ponto de vista, o melhor que tenho a fazer é começar a preparar os papéis para o divórcio!
Se me permites: COISA ESTRANHA.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Alminhas disse...

lol O amor consegue-se mesmo exprimir nas formas mais estranhas de viver! Mas eu até o compreendo... se calhar ele precisava mesmo era de sentir na sua cara--metade, um companheiro de borgas!

O amor é liiiiindooo! :)

Beijocas Dina

*C*inderela disse...

estou estupefacta! haver à vontade entre um casal é bom mas isso já demais, ainda para mais quando se estende a amigos e tudo LOL. Sim, não convides essa gente ahahah,

bjokas

ana disse...

Realmente!!!! Uma pessoa ouve (lê) com cada uma!!!!!! hahahahahahahah
Homens quem os compreende??

Semeando Vida - PIB Rocinha disse...

Ual Dina,

que espaço interessante!!
Realmente a forma como homens e mulheres encaram a vida e suas facetas deve ser no mínimo objeto de estudo para ambos, rs..rs..

Isa disse...

Não me parece que seja essa a principal razão para acentar...!

Paula disse...

ai caredooooooooooooo
:-)))))