sexta-feira, 27 de maio de 2011

A culpa é da Júlia


7h10 da manhã, e um estado de semi-consciência. Subo para cima do electrodoméstico mais insensível que há memória: a balança. E ela, descarada como sempre, mostra-me um algarismo impossível. Retiro de imediato o pijama, como se esta mísera peça de tecido fosse fazer a diferença e volto a repetir o ritual. Ela, ainda pára 200 grs abaixo mas volta logo a afixar o número inicial. Juraria que quase lhe ouvi um riso maquiavélico. A visão do número teve o poder de me acordar de imediato: como foi possível engordar 1.8kg numa única semana?

A culpa é da SIC: começo a ver aqueles obesos que têm mais braço do que eu cinta e sinto-me uma anorética e depois sabem-me tão bem aquelas bolachinhas a ver televisão. E claro que os petiscos das férias nada ajudaram. O meu marido diz que a culpa não é minha, é dela (balança). Resposta recorrente em qualquer relação falhada. Ele diz que a balança é esquizofrénica, mas os transtornos delirantes da balança estão todos nas minhs coxas.

Hoje o carro já ficou em casa, e fui a pé até à estação. Acabaram os lanches nocturnos. O meu problema não é tanto os 2 quilos (porra mas como, só numa semana?!!) mas os quilos que possam vir a seguir... A relação entre uma mulher e a balança é tão complexa: esta pode nos dar tanta felicidade (quem nunca deu pulinhos de alegria ao ver que perdeu uns quilos) ou muita ansiedade. Malvada: ela ou a minha boca, resta saber...

7 comentários:

Kikas disse...

ui...como eu te entendo.

eu já estou em operação bikini 2011..com uma ajuda dos comprimidos de beringela e limão, mais um creme anti celulite.

ai vida de gaja é dificiel...

Lux disse...

Tenta não ver esse programa, e assim já não fazes esses lanchinhos à noite...
Não sei...
Como a mim as calorias vão ao armário alargar-me a roupa, não me preocupo nada com dietas!

xoxo
Lux

Dina disse...

Lux: a desculpa da Júlia é mesmo só desculpa (shame on me). Sabe tão bem estar enroscada no sofá com qualquer coisa doce... Mas acabou ;) O problema é que não alterei assim tanto a minha alimentação durante esta semana, não percebo mesmo :(

Flutuações da mente disse...

É HORRIVEL!!!! AAAAAAAAAAAAAAAHHHH

Luisinha disse...

Pois é os petiscos dão cabo de nós!!! E as balanças nem se fala, é assim tipo relação amor-ódio, precisamos tanto que elas nos tratem com carinho!!!
A minha odeio-a!!!... mas não posso viver sem ela... ;)
Bjinhos e bom fim de semana (sem petiscos!)

Nokas* disse...

Eu também tenho dificilmente em resistir a tentações gastronómicas. Mas para já ainda não em posso queixar muito porque o meu corpo ainda se vai mantendo como eu quero (apesar de a barriguita ser um pequenino problema). No entanto às vezes penso como será mais tarde já que o corpo acaba por mudar e temo nessa altura depois ser bem difícil para perder quilinhos extra.

Dina disse...

Ai Luisinha: fim-de-semana sem pecados alimentares não são fins-de-semana a sério ;) Eu adoro comer e conviver à volta da mesa, por isso... Mas já consegui convencer a teimosa da balança a baixar umas gramas ;)

Nokas: Será que me estás a chamar de velha? ;)