quarta-feira, 20 de abril de 2011

Operação Dieta 100% eficaz


É engraçado como só nesta altura do ano é que a maioria das pessoas se preocupa com a linha. É como se durante o inverno fossem afectados de uma miopia colectiva e, com a desculpa do tempo frio, comessem como se fossem hibernar. Chega Março e começa a obsessão da balança e as chamadas operação biquínis. Em poucos meses querem resultados rápidos e ficar com um corpo de sereia. Comem como piscos, ficam frustrados e vão em manada para ginásios, para em Outubro voltar ao estilo de vida anterior.

Toda a gente se deve sentir bem consigo mesmo. Mas todo o ano. Está bem que despir-se na praia é constrangedor mas a barriga também se nota durante o inverno por baixo das camisolas. O problema é que em nome da linha, esquecem-se de um bem essencial: a saúde! O que me vale perder quilos, se a saúde se ressente? O corpo pode até nem acusar logo os malefícios das dietas demasiado restritivas mas as mazelas estão lá. Às vezes pergunto-me se algumas pessoas fazem dieta por elas (para o seu bem-estar) ou meramente para os outros. Como se, aos olhos dos outros, dizer «eu estou em dieta», é uma alegação atenuante do peso a mais.

Em vez de dietas sazonais, porque não apostar numa mudança duradoura de estilo de vida? A melhor dieta é aquela que se consegue seguir a vida toda. E não é preciso passar fome. Há anos que mudei de alimentação: mais regrada, mais saudável. Mudei os snacks hiper calóricos por fruta fresca, bolachas integrais, barras de cereais, iogurtes magros, etc. Bebo muita água. Limito a gordura dos alimentos, etc. Mas como tudo o que me apetece. Tudo. Chocolates, gelados, bolos. Mas com regra. E o meu peso mantém-se ao longo dos anos, sem precisar de dietas loucas de verão.

Não tenho o corpo perfeito, mas vivo bem com ele assim. Porque há um prazer do qual não me abstenho: o prazer de comer e conviver à volta da mesa. Sempre achei as pessoas obcecadas pelas dietas pessoas frustradas. O meu mal é a perguiça aguda que não me faz fazer mais exercício, para modelar o corpo. Tenho feito alguns minutos de bicicleta estática, mas somente para manutençaõ cardiovascular.

Vamos todas ser felizes o ano inteiro, com as nossas formas lindas, cuidando da nossa aliemntação diariamente, para o nosso bem-estar, auto-estima e saúde, sim?

16 comentários:

carla disse...

Totalmente apoiado.

Miss Star Pink disse...

Dina,
eu ando no ginásio desde outubro e nem sequer me insiro no grupo de pessoas q quer ir mostrar o corpinho para a praia, pq simplesmente detesto praia. Simplesmente me quero sentir bem comigo própria.
Concordo com tudo o q disseste, se as pessoas não têm um regime alimentar cuidado de q adianta agora andarem a tentar emagrecer para depois voltar ao mesmo?!
Preocupada? Ando eu. Devo ser a rainha da boa alimentação (bem ao fim de semana lá cometo um pecado) e não perco 1 Kg. Há coisas... Como costumo dizer "se eu tivesse o regime alimentar de certas pessoas pesava 200Kg".

Beijocas

Lux disse...

Mais uma vez, não podia deixar de concordar...
Ainda outro dia, aqui no trabalho, falava sobre isso... As pessoas, em vez de adoptarem uma dieta saudável o ano todo, só em Março/Abril é que se lembram que vem aí a época balnear e vão ter que mostrar as suas "tristezas"!...
E toca a fazer dietas loucas, inscrições nos ginásios, e usar tudo o que é anti-celulítico... Como se em dois meses fosse fazer alguma diferença!
Eu, ao contrário da maioria das pessoas há minha volta, deveria engordar e não emagrecer, segundo o médico... Mas sinto-me muito bem como estou, como tudo o que me é fundamental, e sinto-me bem assim... Masmo andando sempre a ouvir comentários das minhas colegas que ando a ver se desapareço! Não, não faço dieta, simplesmente não gosto de fritos nem doces... E o meu próprio metabolismo não me deixa engordar todos os hidratos de carbono que como...
Enfim... Será sorte???

xoxo
Lux

susiedesonho disse...

Dina,

Não imaginas como me fazem bem ler as tuas palavras. Eu toda a vida fiz dietas e a minha saúde ressentiu-se e bem. Agora, aos 31 anos, visto o 40 mas quero lá saber? o principal é que me sinto bem. Tenho uma alimentação saudável, faço caminhada e bebo água. Tenho o domingo como o dia do pecado e tento aprender a viver bem assim. Como diz a minha nutricionista, nem todos somos magrinhos. Esta é a minha constituição e mais nada posso fazer.
Obrigada pelas tuas palavras.

Bj,
Susie de Sonho.
http://tothinkpink.wordpress.com

Daniela Sousa disse...

Nem mais.

Se se preocupassem mais com a saúde é que faziam bem. Para não falar do exemplo que dão aos mais jovens...

xoxox
Dani

http://a-recessionista.com

Rabbit disse...

Muito bem, são bons conselhos aqui para o pessoal :D Era bom que todos nós, não nos esquecessemos da "linha" durante o ano todo, porque afinal o importante é mesmo o nosso bem estar pessoal, e verdade é que espelhos com a nossa imagem refletida existem durante o ano todo!

Bjinhos****

Bomboca do Amor disse...

Posso assinar por baixo, posso?
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Pistaxa disse...

Mais uma vez não podia concordar mais com tudo o que disseste.
Tb sou uma preguiça para o exercicio e ando a tentar mudar isso mas em relação a dietas loucas, nunca fiz e nem me acho pessoa para isso.Adoro comer e assima de tudo conviver á mesa, por isso esse prazer não o cortaria da minha rotina.Faço é como tu disseste e tento equilibrar as coisas.

Beijinhossss* * *

Verinha disse...

Sabes acho que o mal da maior parte de nós é a preguiça, eu falo por mim.

Ainda hoje, fui adiando tanto comer qualquer coisa a meio da manhã que chegou a hora de almoço e nada...

Eu controlo tão bem a minha fome que nem dou por ela e depois queixo-me de parecer a olivia palito... Com a preguiça de comer, o trabalho fica sempre em primeiro lugar e quando dou por ela passo um dia inteiro só com o almoço e o jantar, como acontece a maior parte das vezes.

Todos os dias digo "amanhã vou comer melhor" mas esse "amanhã" ramente chega...

Depois noto que o meu cerebro não funciona muito bem por falta de combustivel, e é aí que me decido a comer em condições.

Elaine Freitas disse...

Olá...

Lindo teu cantinho, interessante também...

Te convido a conhecer o meu espaço e Iluminar comigo!

Beijos

http://lainefreitas.blogspot.com

Check In My Ideas disse...

Concordo plenamente! Mais do que a aparência exterior é importante sentirmo-nos bem connosco próprios! É a nossa atitude.

http://checkinmyideas.blogspot.com/

Nokas disse...

Era exactamente assim que toda a gente devia pensar...então nos ginásios é a loucura total!!

Rita & os Tachos disse...

Olá Dina, não ando em ginásios e nem faço dietas malucas, sou como tu, um dos grandes prazeres que tenho é comer. E é como dizes, se durante o ano tivermos consciência da nossa alimentação escusamos de andar obcecadas e com cara-de-fome nestes meses do ano. ;) Beijinhos

Verita disse...

É tudo verdade!!
Eu confesso que sempre correspondi ao perfil que descreves e sempre com consciência de ser errado. Ainda assim, a ajuda que procurava também não me dava os melhores conselhos. Quando me puxam a dar ementas com tudo à grama, passado duas semanas estava eu a devorar alguma coisa!

Desta vez estou a tentar fazer a coisa diferente para conseguir ter uma alimentação saudável, mas podendo comer de vez em quando coisas que me dão prazer, sem que isso altere a balança ;)

Vamos lá ver se sou feliz nesse objectivo, porque para engorda com facilidade e tem alguns desejos, por vezes é um pouco duro!! Mas vou dar o meu melhor e isso já é alguma coisa ;)

Boa Páscoa!!

Beijinhos!!

Sexy na Cidade disse...

a sociedade mete nos destas coisas na cabeça pronto =)

eu cá adoro comer ihih

Maria

Fios de Vida disse...

Concordo plenamente. Não como geralmente coisas hipercalóricas porque na verdade não gosto. Desde sempre gostei mais de umas bolachas e fruta a meio da manhã do que de um bolo. Não quer dizer que não goste de sobremesas doces mas não as como em excesso ou fico muito enjoada. O exercicio fisico faço sempre mas porque gosto e sinto muita falta quando não faço. Dietas malucas nunca vi resultarem... Beijinhos