terça-feira, 26 de abril de 2011

O que é bom acaba depressa


Foram 4 dias de puro deleite. Descanso, paz e momentos simples a dois. Cada vez tiro mais prazer das coisas simples da vida. A felicidade está à porta de todos, nas coisas mais simples, mas por vezes há quem só queira sonhar com metas impossíveis sem aproveitar o presente. Ontem, por exemplo, a tarde foi passada num manta num jardim público ao sol, deitados à conversa, namorando, lendo e comendo um gelado... O meu estado de espírito está mais calmo e para isso também tem ajudado o facto de daqui a duas semanas estar de férias! Vão ser cansativas mas fenomenais com certeza.

Com um tempo tenho percebido que me tenho esquecido que a essência do amor reside na partilha. Amor é partilhar.  Adoro partilhar com ele a feitura do jantar, quando eu cozinho e ele me abraça por detrás para espreitar para dentro do tacho. É partilhar uma sobremesa, ou um balde de pipocas. É partilhar risos e brincadeiras. Mas também é partilhar lágrimas e dores. Sei que temos tido momentos difíceis, que não o seriam assim tanto, se eu não me fechasse tanto em mim. Se eu finalmente percebesse que amor é partilhar a dor com o outro, porque o outro precisa de sentir que nos apoiamos nele, precisa de provar a nossa dor, porque a dor também é dele.

Sim, aprendemos a amar todos os dias. A amar-nos a nós, à vida e aos outros. E é porventura uma das melhores aprendizagem da vida...

12 comentários:

Isis disse...

Concordo a 100% contigo. Também tenho feito essa descoberta e apercebo-me que consigo ser feliz com aquilo que parece tão pouco aos demais :D

Sexy na Cidade disse...

adorei o que escreveste.....

Maria

Rita G. disse...

Verdade:) Voltaste ainda mais inspirada e cheia de força:) bj!

teardrop disse...

Fico feliz por ti! Tens atravessado momentos complicados e mereces ser feliz! Mereces ter alguém que te proteja e que te ame, em todas as situações! Todas as relações têm momentos difíceis, mas quando acreditamos nelas acho que conseguimos sempre dar a volta. Beijinhos

susiedesonho disse...

Tu inspiras-me! Acho que tens toda a razão. Cada vez mais me apercebo que a felicidade está nas pequenas coisas que nos dão conforto.
Bj

Liliana disse...

Hum! Deve ter sido perfeito! Que bom!

Susana disse...

Subscrevo as tuas doces palavras Dina. Porque o Amor é isso mesmo...partilhar muito e tudo.

Beijocas

Tsuri disse...

Sem dúvida. E outra coisa que aprendi, é que o tempo é precioso. É com as pequenas coisas que cimentamos as relações e ainda bem que assim é. Eu deixei de complicar e a vida corre bastante melhor. Belo texto, parabéns.

beijinho

Nokas disse...

Estamos sempre a tempo de aprender... :)

Claudia disse...

Que delícia... gostaria de falar do mesmo, mas talvez, exactamente pela incapacidade de partilhar, os últimos dias não tiveram esse doce.

Le Blonde disse...

Escreves tão bem... e que grande verdade. Que seria de nós sem o amor!

Beijinho*

TM disse...

Os dias a dois assim como as coisas simples é do melhor que há :)
Gostei do blog. Beijinho*