quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Supermulher


Eu gostava de saber como fazem as mulheres que consegue todos dos dias preparar aqueles pratos maravilhosos que mostram nos blogs (e mais as sobremesas deliciosas), limpam e trabalham oito horas por dia. E ainda têm tempo para fazer fichas de orçamentos, de ementas semanais, lista de promoções e fichas de organização. Não estou a criticar: vocês são para mim uma Deusa inalcansável, que eu admiro. Como é que ainda têm tempo para se sentar no sofá, descansar e fazer as coisas que gostam como ler, ver séries, filmes e namorar? E como conseguem ainda ter tempo para estar feminina: depilação em dia, manicure cuidada, etc.?

Este é o maior mistério do universo feminino. Eu não consigo: ou descuro uma coisa ou outra. Admito a minha fraqueza: não consigo fazer tudo e somos só dois. No início tentava fazer tudo, mas como não conseguia e ficava de rasto, irritava-me. Então aprendi a fixar prioridades. Ainda se me irriçam os pêlos quando oiço mulheres a dizer «sábado é dia de limpeza, mesmo se este é dos poucos dias que têm para passar com a família». Aqui, tudo varia consoante os turnos dele (só tem um fim-de-semana completo de dois em dois meses). Portanto:
    Prioridade1: Namorar, mimar, passear, e ter momentos de qualidade a dois
    Prioridade 2: Descansar e fazer coisas que me dão prazer. Afinal se trabalho oito horas por dia também mereço mimar-me.

O resto vem depois. Cuidado: a minha casa não parece uma lixeira, tento manter todos os dias a casa arrumada. Mas se tiver que ficar com mais uns milímetros de pó por causa de uma tarde a dois, nem penso duas vezes.

Mas gostava imenso de saber como fazem certas mulheres. No fundo de mim, quero acreditar que afinal não são donas de casa assim tão perfeitas, que também comem lasanha do Lidl nos dias de maior aperto, que  têm a depilação há três meses por fazer... Mas isso é só a inveja a falar!

30 comentários:

Purple disse...

Eu ainda sofro com essa ideia de "ter de ser perfeita", mas uma coisa é certa, ser uma supermulher tem de ter um preço muito alto para o corpo e para a mente.

Neste momento, não estou disposta a paga-lo, prefiro Viver com as minhas prioridades, acreditando que sou um ser humano e não uma máquina.

Mas não deixo de ter alguma inveja das mulheres que me parecem desempenhar este papel na perfeição.

Beiju

Friendly words disse...

Também coloco a mesma questão querida! E mais... acrescento: e quando se tem filhos enérgicos, como é possível ter-se tempo para tudo?

Eu não consigo ser omnipotente, nem omnipresente... eu não consigo fazer tudo assim tão organizadinho...

Beijinhos

Fios de Vida disse...

Acredita que também não entendo... Eu não consigo fazer tudo, tento manter a casa bem no dia-a-dia mas não tenho dia fixo para limpeza... Se ficar com um pouco mais de pó, paciência. Há coisas mais importantes, realmente:-) Mas que tenho inveja, tenho (ou não, depende daquilo que se abdica). Bjs

Monica Dona de Casa Perfeita, disse...

Epa, eu sou mesmo diferente, consigo fazer tudo ;-) ;-) ;-)

O meu companheiro trabalha por turnos, tem um fim de semana de 3 em 3 meses, por isso eu como sou muito organizada, tenho listas para tudo e mais alguma coisa, consigo programar muito bem os meus dias. Faço a regra dos 30 minutos e para mim funciona.

No fim de semana acordo às 7 e tenho sempre uma resma de coisas para fazer, como mostro nas minhas to do list.

Para mim o segredo é ser muito metódica, programar tudo.

Mas da parte da tarde de sábado e domingo dedico sempre 2 horas ao sofá para ler, ver um filme ou mimar o meu canito maluco.

Acrescento que faço muitas coisas, como planear menus, pesquisas para o blog, comida para congelar durante a semana à noite. Deito-me à meia noite mas tenho tudo arrumado.

Desculpa o testamento.

Bjinhos

Filipe disse...

Este mundo feminino é mesmo um mundo! :)
Sabendo que a perfeição não existe e a felicidade resume-se a momentos, devemos sim optar por dar prioridade ao segundo aspecto!
Se isso implica ter um rotina doméstica, ok, tudo bem! Agora se essa mesma rotina acrescenta mais dificuldades do que benefícios ao seu dia a dia, então melhor mesmo é libertar-se um pouco mais dessas regras.
Isso de super-mulheres e super-homens são invenções vistas sempre pelos olhos dos outros... há sempre a tendência para valorizar e endeusar coisas que nós não conseguimos fazer. (seja qual for o motivo).
Até porque… de que vale uma casa a brilhar, um jantar xpto todo saboroso se no final… o que sobra mesmo, são as recordações dos momentos que nos fizeram sorrir. Muito mais q uma casa a brilhar e um aroma cativante vindo da cozinha, muito mais que isso, terá que haver pessoas a dar vida a esses brilhos e aromas… só assim vale a pena, senão… resta-nos o poder destrutivo da frustração e arrependimento.

Rita G. disse...

Eu tb não consigo fazer tudo...a maioria das pessoas consegue porque tem ajuda de uma empregada, por exemplo, uma vez por semana, e isso ajuda a manter td mais orgamizado. Eu vou arrumando a casa um pouqinho todos os dias, mas às vezesé fazer comida, dar conta da casa, ter tempo para o marido e filha...bj!

Clara disse...

Acredita que a mim essas super-mulheres não me invejam nada! Adoro limpeza e ter a casa arrumada, mas não prescindo dos meus momentos para os destinar à casa, nem pensar!!! Faço as coisas pela minha vontade, sou péssima em organização e cumprimento de agenda! Chego mesmo a colocar comida a descongelar de manhã e ao jantar faço outra coisa, ou vamos jantar fora... eu trabalho muito segundo a minha vontade, e se não tenho vontade para fazer certa e determinada coisa, não vale a pena, não a faço!!! Se gostava de ser diferente? Gostava, mas adoro como sou e não invejo esse tipo de mulher!!!

Clara disse...

Só para completar o que disse: eu adorava ser capaz de fazer Wish Lists mas não consigo cumprir... até a lista para o supermercado sou incapaz de fazer!!!

Bomboca do Amor disse...

Um dia também vou ser uma dona de casa como essas senhoras, até lá vou-me esforçando para manter a casa limpinha.
Beijinhos querida,
Bomboca do Amor.

Faz de Conta disse...

Pois, não deve ser fácil. Mas ainda tenho esperança de chegar lá perto um dia. E conheço duas supermulheres e não descuram nada, é impressionante!!!

Liliana disse...

Ora...eu também faço um esforço por ser perfeita...mas anda difícil! Quanto a listas...já tentei várias e a única que consigo fazer é mesmo a do supermercado e ainda assim..nem sempre funciona!
Orçamentos vou tentando fazer...ando a melhorar!
As limpezas propriamente ditas têm dia marcado, 6.ª feira e são da responsabilidade do homem! Claro q às vezes não o faz e aí fica para sábado ou domingo!

Durante a semana ele cozinha...chega a casa 2h antes de mim! Eu chego só às 20h! Enquanto ele faz o jantar vou passando um pouco a ferro, quando há roupa, ou aproveito para descansar! Depois de jantar vamos um pouco para o sofá!

Não há cá sobremesas elaboradas nem nada disso...não tenho tempo nem paciência!

No entanto a pilha de roupa para lavar está a aumentar a olhos vistos esta semana, assim como nem sempre o meu quarto está apresentável!

Acho que devemos fazer as coisas com peso e medida! Gostava de ser mais organizada sim...mas o tempo não estica!

Bjo

Dina disse...

Estou a dorar os vossos comentários :)

Clara: cada vez mais acho que somos muito parecida! Eu não consigo fazer algo que não me apetece, mesmo se tiver mesmo que ser. odeio, irrito-me e não o faço. E fazer lista de ementas para a semana? impossível! eu não sei quais vão ser os apetites futuros. Às vezes até mudo de ideias durante o dia :)

Su M. disse...

Eu não consigo... não sou super mulher... dou prioridade as coisas que me dão prazer. Ao meu trabalho em primeiro, segundo e terceiro lugar. Depois às filhas e ao gaijo. E por fim, mesmo lá no fim à casa. Mas tenho sorte porque tenho uma rede se suporte forte que apoia estas prioridades. E não, não tenho empregada!

pensativa disse...

Olá Dina, Gosto sempre muito dos tópicos dos teus posts. ( gostei do comentário do Filipe) Não sou super-mulher, nem quero, mas consigo ter tudo organizado sim. Listas é coisa que não faço, não tenho paciencia. A lida de casa, roupa, refeiçoes buscar os miudos a escola (excepto os dia de actividades que é por conta do pai), vou tendo tempo para tudo. O marido ajuda nas limpezas ao sabado, quando pode. Não tenho mais nenhuma ajuda. Consigo ir pintar o cabelo uma vez por mês, a depilação tb, ao domimgo de manha se o tempo permitir, vamos à praia ou andamos todos de bicicleta. Durante a semana depois do jantar e arrumar a cozinha, a unica coisa que posso eventualmente fazer é arrumar alguma roupa que entretanto engomei. Mas sei que só consigo ser assim porque demoro cinco mintos de casa ao trabalho e pelo caminho deixo os miudos na escola. Saio as 5 da tarde do trabalho, e nessas 3 horas até à hora do jantar minhas meninas pareço uma baratinha tonta a correr e tentar fazer o mais possivel para depois do jantar me poder sentar no sofá com a familia.

mademoiselle joanne disse...

a minha mae é o mais proximo de super mulher que conheço...

Sara disse...

Ninguém é assim perfeito! Ainda ontem comi lasanha do continente e que boa estava ;)
O meu lema é: se não ficar arrumado que esteja pelo menos minimamente limpo!
Ser feliz é que é a minha prioridade!!! ;)

Military Life style disse...

Tambem não sei como é possivel existirem mulheres assim LOOL so tenho inveja delas *
gosto do teu blog*

Kikas disse...

eu não sou perfeita, mas tenho uma grande ajuda...a Palmira que é a nossa empregada a 6 anos.
com ela consigo ter a casa arrumada, comida pronta (ok nada de pratos mtos elaborados, mas dentro do normal), roupa passada e arruamda.

ao fds sou eu que faço as coisas, gosto de ser eu a fazer as camas de lavado, de mudar as toalhas.


como estou "sozinha" a ajuda dela é fundamental, pq assim tenho mais tempo para os filhotes.
para mim, não dispenso uns minutos, mas isso é de tempos em tempos.

Claudia disse...

Mas tu acreditas nessas super mulheres? Para mim são super mentirosas. A perfeição no blog é algo muito fácil de alcançar...

Monica Dona de Casa Perfeita, disse...

Bom post!

Lendo todos os comentários até vos entendo, logo eu que adoro o trabalho doméstico e tenho uma grande ajuda que se chama EMGOMADORIA. Não choro nenhum cêntimo que pago pela roupa passada. É um luxo que dou a mim própria.

Mas também com o marido a trabalhar quase todos os fins de semana, o que vou fazer? deitar-me no sofá e esquecer que tenho coisas para fazer. Eu não consigo.

Não vou passear para centros comerciais, detesto enchentes e carneiradas...

Mas reforço que eu sou uma privilegiada, eu adoro cozinhar e o serviço doméstico.

La Boheme disse...

Já sofri mais com isso do que agora mas confesso que às vezes também queria ser um bocadinho assim... Profissional exímia, boa dona de casa, boa esposa, boa amante, boa mãe, ufa até de escrever tudo o que uma mulher deve ser fico cansada!

Nokas* disse...

O meu dia tem 24 horas, o dia de outras pessoas parece ter odobro, talvez assim se consiga explicar esta eficácia que certas mulheres apresentam. Uma mulher (e falo por mim) acaba sempre por não trabalhar 8 horas por dia. Saio às 7 da manhã de casa e chego quase às 20h. E depois há sempre aquelas tarefas pendentes p fazer. Tento sempre gerir tudo mas nem sempre é fácil.

Sofia disse...

Lol! Já perguntaste se essas mulheres não têm dona de casa que lhes encaminhe metade das coisas?!
Beijinhos,
Sofia

Dina disse...

Gostei imenso de todos os vossos comentários: demostra que temos todas preocupações comuns...

E sim há privilegiada: há quem gosta mesmo daquilo, há quem tenha possibilidades de pagar uma engomadoria ou uma senhora das limpeza, ou há quem trabalhe junto de casa... Sim, assim é mais fácil...

Mas por aqui vou continuando a gerir as coisas como podemos os dois. Pode não ser perfeito mas é a rotina que temos ;) Mas quem sabe um dia quando tiver um filho não recorra a uma ajuda externa ;)

E o comentário do Filipe é muito exemplificador. Mais uma vez adorei ;)

Rita disse...

Sou tal e qual como tu... adorava ser assim organizada, mas simplesmente não consigo! A dar 43 horas de aulas por semana não há tempo para muito mais, sobretudo por causa do tempo que passo no carro a correr de uma cidade para outra para trabalhar... Tenho sempre presente na cabeça a decisão de ser diferente, mais organizada, mas falho sempre... Acho que quem nasce "torto" como eu nunca se endireita...

Beijinhos,

Rita

Lara disse...

Identifico-me com tudo o que é dito no post, com a diferença que não tenho inveja dessas supostas donas-de-casa maravilha, pois cada pessoa opta por gerir o seu tempo da forma que a faz mais feliz. Eu sou mais feliz sendo como sou.
Aqui em casa somos só 2 por enquanto e ao início eu tentava fazer tudo. Como ambos trabalhamos, o tempo que temos juntos são as noites e os fim-de-semanas. Conclusão: esses preciosos momentos eram passados a passar a ferro e a limpar a casa. Rapidamente percebi que não era isso que queria. Não vou sacrificar momentos importantíssimos onde podemos passear, namorar, ou pura e simplesmente estar juntos a fazer nada de nada. Optei por levar a roupa à engomadoria e ter uma senhora que vem arrumar a casa uma vez por semana, 2 ou 3 horitas, e chega perfeitamente. Depois é só arrumar o básico no dia-a-dia.
Quanto a listas e organização, é assunto que vem mesmo a calhar. Listas só faço as do supermercado e mesmo assim nunca são cumpridas à risca. Quanto a comida, no Domingo passado deu-me na cabeça passar a tarde a cozinhar para o resto da semana. Não o volto a fazer, não compensa de todo o tempo que se perde, e não tem nada a ver comigo. Até porque até gosto de cozinhar, mas na hora.
Aprendi a lição. Somos como somos e não devemos deixar-nos impressionar com a perfeição. Ela não existe. Acho que isto tudo também tem muito a ver com a personalidade de cada um. Considero-me organizada à minha maneira, mas pensar na ideia de viver a minha vida de acordo com uma lista, que me diz quando posso ver tv, quando devo cozinhar, etc, confesso que me dá arrepios.
Portanto o segredo é cada pessoa encontrar o estilo de vida que funciona para si :)

Beijinhos,
Lara

Dina disse...

Esse é que é o meu problema: não gosto de pré-formatar a minha vida. Gosto que os dias fluem livremente consoante os meus desejos do momento :)

Luar disse...

Eu já passei pelas listas e rotinas etc., pela desorganização total, pelo meio-termo, enfim, um pouco de tudo. E hoje em dia digo-vos... (concordando plenamente com o Filipe) que o que importa são os pequenos momentos, os sorrisos partilhados e aproveitar a vida.

Ainda assim, tenho uma folhinha com uma rotina semanal (confesso…lol… o ano passado foi “rico” em listas e rotinas) na porta da despensa. Há dias que sigo porque tenho espírito/tempo/vontade para isso e outros que não levanto uma palha. Mas não me stresso com isso (já lá vai) e quando me apetece fazer outras coisas faço-as pois já basta as regras e stresses do dia-a-dia no trabalho.

Por aqui o maridão come muitas vezes lasanhas e pizzas frescas etc (eu não posso por causa das alergias mas como atum ou outra conserva rápida com arroz) quando estou com preguiça para fazer jantar/almoço. Faço menu semanal mas nem sempre sigo… e faço porque no próprio dia nunca sei o que fazer para o jantar e assim já tenho ideias. Pode é dar-me na cabeça fazer outra coisa qualquer mas pelo menos tenho uma “base” para os dias desinspirados.

Listas que sempre fiz: lista de compras (hábito que adquiri com a minha mãe) dando uma olhadela aos folhetos que me caem na caixa do correio, e aponto sempre as despesas (outro vício que a minha mãe me pegou desde pequena pois apontava tudo na sua agenda). Já são tão naturais que nem sei “funcionar” de outro modo =P É como levantar-me e fazer a cama de manhã… (o quarto pode estar uma “zona de guerra” mas faço sempre a cama).

Super-mulher… não sou e felizmente estou muito longe de o ser. Já tentei…lol… mas não tenho perfil para isso. Este fim-de-semana tinha a casa para limpar e roupa para passar (não tarda acaba na engomadoria)… e hoje continua na mesma… porque andámos a aproveitar o solinho, o calor e o ar puro, a namorar e a conversar. Valeu bem mais a pena.

Bjs

Verita disse...

Pois, perfeição é coisa que não existe por aqui :((

Listas faço para o supermercado e às vezes quando me começo a lembrar várias vezes que me falta fazer isto e aquilo...aí percebo que tenho que começar a fazer umas lista do que tenho pendente!!

tenho a sorte de ter uma senhora que me vai limpar a casa uma vez por semana. Mas também, só vou a casa aos fins de semana, se ainda tivesse que ir limpar a casa o tempo não dava para nada!!

Onde estou a viver sou eu que limpo a casa, mas também a sorte de almoçar onde trabalho e trazer o jantar feito para casa :))

Beijinhos

Pedrocas disse...

Para falar a verdade não acredito nessas mulheres, fazem-me lembrar a Bree de Desperate Housewives, perfeitas por fora, podres por dentro.