sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A ti...


Se me perguntasses se sou feliz, pensaria que não sei a resposta. Se olhar para a minha vida como um todo, não o sou. Perdi quem mais amava, a minha mãe vive sozinha a 500 quilómetros de distância, tenho medo do futuro, das doenças, a ameaça do desemprego a pairar, etc.

Mas se me perguntares, eu diria-te que sim, sou feliz. Porque tu me proporcionas momentos de pura felicidade. Momentos que podem simples e curtos, mas tão intensos. Um olhar apaixonado, uma lágrima de alegria, um abraço, um aconchego, a partilha de um doce, e eu sou a mulher mais feliz a face da terra. Como ontem, em que no sofá me aconchegavas e me davas segurança, tentando afastar os monstros dos meus receios. E que me mostravas com poucas palavras mas intensas o que representava para ti ter-me aqui  ao teu lado e poder ter uma miniatura de mim, junto a nós, com as minhas bochechas, o meu olhar decidido, e uma saia de ganga e uma meias de cor. Achei lindo, e enchestes-me o coração...

As pessoas são infelizes porque procuram a felicidade total e principalmente no campo material. Essa felicidade é utópica, irreal. A felicidade é efémera, está nas mais pequenas coisas. Só que nem toda a gente tem visão suficiente para a ver...

21 comentários:

Kikas disse...

clap
clap
clap

palavras para q...se tu dissestes tudo.

Verinha disse...

Completamente de acordo!!

Bjks***

ROSINHA disse...

A felicidade é feita de momentos...

Sofia disse...

E, sobretudo, a felicidade constrói-se todos os dias :-)
Beijinhos,
Sofia

Friendly words disse...

Mto bem! Concordo plenamente! Bjinho :)

Bailarina disse...

Lindo!!

Tany disse...

:) e é mesmo isso!

Luisinha disse...

Estou plenamente de acordo... eu também sou feliz e acho que tudo faz parte, as coisas boas, as menos boas, até as más, servem para dar-mos valor a todas as outras...
Bjinhos

Rita G. disse...

São esses momentos que são sinónimos de felicidade, sem dúvida:) bj!

Joel de Sousa Carvalho disse...

Olá a todos os que vão ler este comentário neste blogue ou noutro muito bom como este. Pois é, estou encantado com todos estes posts bem feitos, quase que desenhados. Pois, eu gostava de fazer igual, mas não consigo. O meu dilema agora é cozinhar… A vida é dura e obrigou-me a morar sozinho, e a cozinha não é de todo o meu local favorito. Mas estou a tentar conhecê-la, mas as aventuras têm sido imensas. Fiz um blog humilde para colocá-las em forma de crónica pouco extensas. Gostava muito que todos vocês o visitassem e se possível o seguissem. É que tentar cozinhar e depois não ser ajudado, é algo muita mau.
Cumprimentos a todos!

http://tenhosalfaltamecolher.blogspot.com/

Saltos Altos Vermelhos disse...

é viver o momento e não pensar demais!

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

É verdade.

Clara disse...

Palmas... muitas palmas para este texto!

Phiona disse...

=)

lindo!! essa sim é a felicidade!

Mariana disse...

Adorei o texto:)
por vezes não é fácil alcançar a felicidade, mas quando a alcançamos percebemos que valeu a pena:)
Bjs*

Nokas* disse...

Como eu compreendi tudo o que escreveste neste post. Pessoalmente a parte profissional também me preocupa, e ele sabe disso.Mas é tão querido, diz-me sempre as palavras certas, incentiva-me sempre muito e acho que não há tão bom como isso. Sentir que temos ali um porto seguro é uma sensação maravilhosa.

Verita disse...

É sempre bom quando conseguimos pensar assim...fazes muito bem :))

Tudo parece mais fácil ;)

beijinhos!!!

Sara disse...

Tens tanta razão no que dizes, Dina! Saber isto que relatas é o maior segredo que cada um de nós pode encerrar dentro de si mesmo. Acredito nisso.
E é por isso que eu sou tão feliz..., porque aprendi a volorizar as pequenas coisas que me põem feliz e saber que quando estou mais em baixo, mais tarde ou mais cedo, mais momentos desses terei pela frente!!!
Como dizia uma professora minha: "Devemos louvar o infinitamente pequeno!" (Não só neste contexto, mas tb se adequa...:P)
Que em breve possas partilhar essa felicidade com essas bochecinhas lindas ;)
Um beijo enorme, minha querida!

Fios de Vida disse...

Pois é:-) As coisas simples da vida, são as que nos trazem a verdadeira felicidade. Quem não entende isso não consegue ser feliz! Beijinhos

Rit♥Catita disse...

Ora nem mais!
Acredito piamente nesta citação.

*C*inderela disse...

subescrevo :) concordo em tudo.