quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

A Outra


E incrível como, em caso de traição, as mulheres conseguem culpar mais «a outra», mesmo não a conhecendo de lado nenhum, do que o marido/ namorado traidor. É fácil falar quando acontece aos outros, mas de uma coisa tenho a certeza: se o meu marido me traísse, culparia-o a ele. Claro que desenvolveria uma raiva (uma mistura de revolta, ciúmes, e outros sentimentos menos agradáveis) contra ela. Mas ele é que me deve fidelidade, não ela. Acho deprimente ver certas mulheres traídas a proferir discursos chocadíssimas: «a grande cabra», «a put* meteu-se por baixo dele»,.. E ele, coitado não teve outra hipótese: ridículo. Eu só culparia «a outra» caso fosse uma grande amiga minha. Porque ainda também seria traição da parte dela.

Nisso os homens são mais sensatos que nós. Na maioria dos casos, os homens não perdoem traições. Não há choro compulsivo, pedidos de desculpas que valham. Enquanto que uma mulher mais facilmente perdoa, com uma conversa do vigário, um ou dois gestos românticos, ou simplesmente porque pensam nos filhos e no futuro. Por outro lado, quando uma mulher trai, isso envolve uma relação extra-conjugal mais séria, com sentimentos à mistura. Enquanto que para muitos homens, estes casos são só isso casos fortuitos de sexo. Um homem é por isso mais facilmente apanhado do que uma mulher... 

Mas francamente ainda não compreendo a necessidade de traição: quando as coisas chegam a este ponto de necessitar de «outro» para ser feliz, acaba-se o relacionamento e segue-se em frente. É a forma de menos gente sofrer. Mas a que requer mais coragem...

11 comentários:

Rita G. disse...

Este texto poderia ser meu porque peno exactamente da mesma forma. Se o meu companheiro me traísse, ele seria sempre culpado, é ele que me deve fidelidade e mais ninguém...acho incrível essas mulheres que põem a culpa na "outra"...bj!

Mami ( Sónia ) disse...

Se o meu marido me trair jamais o vou perdoar,é a ele que vou culpar pois é ele que toma essa decisão não a outra e isto é valido para ambas as partes. A outra ou o outro podem fazer pressão mas cabe sempre a nos escolher se cedemos ao desejo ou não.

bymiminhos disse...

Sabes que concordo exactamente contigo..é o meu namorado que tem 1 relaçao e 1 compromisso para cmg...q me tem de ser dedicado...por isso para mim, mais que tudo é ele o culpado. Tambem acho que no que respeita a traiçoes, ninguem pode garantir que nao se vai apaixonar por outra pessoa, porque isso é irracional, é sentimento. No entanto, a traicao é racional, é ponderada...e ai ja se pode culpar a pessoa. Apesar de tudo, quando se diz que nunca se aceita uma traiçao, considero que cada caso é 1 caso. por vezes o amor fala mais alto, o historico da relacao, enfim, mtos factores a ponderar...nestes assuntos, tudo é mau..

Bomboca do Amor disse...

Faço tuas as minhas palavras!
Beijinhos querida,
Bomboca do Amor.

Bailarina disse...

Bem, esta coisa das traíções tem muito pano para mangas... 8)

Tany disse...

Tens toda a razão, mas talvez na hora da verdade seja dificil admitir que foi "ele" que nos enganou e talvez seja por isso que a maioria das mulheres tenha essa atitude (e isso já sou eu a divagar tambem).

Bjs*

Gelatina de morango disse...

Isso é claramente conversa de quem não consegue deixar o companheiro e, já que vai "ter que" levar com ele, mais vale culpar mesmo a outra para o cenário não parecer tão cinzento.

Elisabete disse...

É realmente um tema muito complexo esse... É fácil falarmos porque estamos de fora das situações, difícil é afirmar como reagiriamos numa situação igual.
Mas concordo no que dizes, há coisas que realmente não se entendem...

Agridoce disse...

Eu acho tão errado alguém comprometido trair, como alguém envolver-se com alguém comprometido. É uma questão de princípios. E ou os há, ou não.

Nokas* disse...

Mas nem toda a gente pensa como eu e tu. A traição é encarada e vivida de forma diferente entre mulheres e homens. Eu lembro-me de uma conversa entre amigas em que falavamos precisamente disso. As mulheres quando traiem estão envolvidas nessa "escapadela", dificilmente uma mulher trai pelo simples prazer carnal. os homens podem ter intenções diferentes.
Mas que há uma coisa em comum, isso há: quando os relacionamentos não funcionam, para que se esconder numa relação extra-conjugal?

a Gaja disse...

Apesar deste ser um assunto muito complexo estou 100% de acordo que a culpa é dele. Ok, ela sabendo que ele é comprometido não se devia meter mas no fundo ele é que deve fidelidade a alguém e não a gaja que nem conhece de lado algum a mulher/namorada.