sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Casadas e Amancebadas...


«Já perdi a conta às vezes em que as meti [os filhos] na cama sozinha. Ninguém me vai aplaudir por causa disso, e no entanto sei que ele considerará que acumulou pontos que eu jamais receberia por ficar com os miúdos hoje. Porque será que até o mais prestável dos homens tem tendência para quantificar todos os desempenhos domésticos? Cada contribuiçãozinha é meticulosamente registada, desde o banho ao pequeno-almoço, passando por tirar a loiça da máquina. Desejam e estão à espera de receber crédito e aclamação

Fiona Neill A vida secreta de uma mãe desleixada


Quem nunca sentiu isso que atire a primeira pedra! Mas cuidado, o vosso parceiro tornar-se-á imediatamente alvo de desejo por parte de toda a blogosfera feminina!


10 comentários:

Verinha disse...

Lololol

Isto é mesmo verdade, Se aspiram a casa uma vez num mês acham que já fezeram uma grande coisa, se tiram a louça da máquina a mesma coisa!
Valha-me Deus!

Sabes o que é que eu acho? Isto as regras têm se ser aplicadas logo do inicio, mas nós gajas ás vezes somos parvinhas e quando nos casamos gostamos muito de limpar e arrumar a nossa casinha, quase que nos matamos para ter tudinho em ordem, e os gajos vão-se acomodando.
Passados uns 4 anos, já não podemos ver a lida da casa à frente e já nos tamos quase a barimbar para tudo, e depois é aquela "tem pó? Não faz mal sopra que ele vai cair noutro sitio, quando me apetecer limpo" (exagerando um bocado claro! lol)
Aí é que nós começamos a pedir ajuda ao gajo lá de casa, ou seja uns 4 anos sem fazer nenhum, faz com que para eles um simples mexer de braço em direção a uma qualquer minima tarefa doméstica, já seja um grande feito! lolol

Dina disse...

Lol Vera, adorei o teu comentário. E tens toda a razão. A minha mãe sempre me disse «põe-no na ordem logo no início porque no início queremos mimá-los e fazemos-lhes tudo e depois queres o mudar e já não podes»! Grande ensinamento e no início foi uma revolução lá por casa! Ele ajuda mas sempre que faz uma pequena coisa parece um grande feito.

Irrita-me tanto quando limpo a casa a fundo sozinha (costumo fazer isso quando ele está a trabalhar) e que comento que estou cansada, que é duro tratar da casa e ele me responde «eu tb varri e fiz a cama na segunda». uiii nem imaginas a minha cara!

Sara disse...

Tens toda a razão! O meu rapaz encontra-se a salvo do desejo das meninas da blogosfera!!! :D

Liliana disse...

Ora, como é que eu hei-de dizer isto sem que toda a gente venha já atrás do meu homem...lol! Se as meninas vêm o meu blog possivelmente já encontraram algum post sobre as tarefas executadas pelo meu homem!
Entao digamos que desde início foi ele quem começou a cozinhar durante a semana, eu por vezes cozinhava ao fim de semana, mas a verdade é q já há muito tempo que não toco nos tachos!Para além disso, e tendo em conta que à 6.ªfeira ele sai mais cedo do trabalho começou a aspirar a casinha toda a esse dia, o que para mim confesso é um alivio, chegando mesmo a ser eu a dizer "esta 6f nao precisas aspirar, eu aspiro"!
Quando há loiça p arrumar tb arruma! Portanto, nao estamos assim tao mal, embora se estivermos os dois em casa ele goste muito do sofá...mas durante a semana faz muita coisa!
Mas se calha eu dizer "não fizeste isto ou aquilo" também tenho que ouvir ele dizer que fez outros grandes feitos...lol!

made in ♥ love disse...

o meu não mexe uma palha... por isso deixem-no estar ;)

Um beijinho
Eduarda
with ♥

chapeu de sol amarelo disse...

não tenho filhos nem marido mas sei o que vejo e geralmente é a mulher que se ocupa de tudo isso como se fosse um emprego obrigatório a tempo inteiro, enquanto que para os homens é um part-time para as horas livres...

Kikas disse...

eu acho que o meu não vai ser muito assim. ele ajuda a mãe em casa xD

mãeee disse...

Adoro esse livro!
Porque nos faz pensar. porque, por mais que tenhamos a sorte de ter ao nosso lado alguém que partilha as tarefas connosco, nunca vai ser a mesma coisa!
beijos

p.s. recomendo também "Confissões de uma mãe desnaturada, de Stephanie Calman" - a literatura deminina inglesa tem coisas muito boas :)

Dina disse...

Mãeee: Sim é bem verdade. Por mais que tudo seja partilhado, as mulheres continuam a ser responsáveis por mais tarefas.

Obrigada pela sugestão. Já anotei ;)

Eu... disse...

LOL!
Como compreendo este post... se bem que... até não me posso queixar assimmmm muiiiitttooo! Podia ser pior... tem dias... é de luas... nem sei!:) bjo