quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Às noivas e futuras mães deste país


O casamento e a gravidez são dois «estados» maravilhosos na vida de uma mulher. Respira-se felicidade e amor, com os quais contagiamos os nossos familiares e amigos. Mas é preciso perceber algo: há coisas que só nos fazem assim muito, muito, muito felizes a nós!!

Noivas: Por mais que adorem o resultado do vosso manancial de fotografias do grande dia, que o vídeo vos parece o mais divertido de sempre, etc. Não obriguem os vossos amigos a visionar o filme de mais de 1 hora e, para digestivo, ver o álbum, fotos que os convidados tiraram, etc. E ainda por cima, muitas vezes temos diteito as explicações todas: «esta é a tiaX», «este era o bolo» (a sério? Não dava para ver), blablabla. O melhor é que a maioria das vezes, só por acaso, até fomos convidados e estivemos lá!! E então quando anunciamos que estamos noivos, é garantido. Preparem-se para ver o «material fotográfico» de todos os vossos familiares e amigos já casados. Desculpem, mas não há paciência. Se as pessoas estiverem interessadas, elas pedirão para ver...

Outro problema recorrente acontece com as grávidas. Fico mesmo feliz por todas as minhas amigas grávidas, mas será que quando se engravida acontece algum fenómeno químico no cérebro que limita todas as conversas? Porque é que temos que falar somente de ecografias, exames, comprinhas de bebés, tonturas e leituras pré-natal? É que, com o tempo, começo a sentir enjoos da gravidez sem estar grávida...
Se podia viver sem estas conversas? Podia, e seria muito mais feliz...

8 comentários:

Maçã e Canela disse...

Tenho que reconhecer que tens razão. Calculo que o estado de felicidade das casadas e grávidas seja grande, agora....fazer disso tema de conversa com intervalo de descanso pra respirar de 5 segundos...haja pachora!:P

Laidita disse...

Eu não fui assim em nenhum dos casos! Ena para mim! :D

Bjs!

Maria disse...

Acho que isso é quase que "orgânico". :P

Elisabete disse...

Por acaso é verdade, as pessoas ficam de tal maneira animadas e felizes que acham que todos se devem contagiar...Eu até que compreendo, andei um pouco assim com o casório do meu mano, mas não tentava incutir a minha alegria a ninguém, eles davam bem por ela :)

Me disse...

Hehe! Entendo-te perfeitamente ;)

Goma disse...

Concordo com cada palavrinha :)

Verinha disse...

Eu para ser do contra gosto muito de ver fotos, sejam elas de casamentos ou não. lol
Eu adoro fotografia, ando quase sempre com a minha maquina a trás, e só não tiro mais fotos por aí, porque tenho vergonha, o pessoal olha bué, e depois sinto-me um alien! lolol
Em relação à conversa de bebés eu até compreendo, a ansiedade é tão grande e estão tão felizes que não sabem falar de mais nada, nem pensar em mais nada. Mas é verdade que ás tantas cansa lol

Clara disse...

Acredita que eu tb já fui assim... sempre que ia a casa de algum "casado-recente" levava a injecção de 3 horas de filme+albúm! Fartava de bradar aos céus, perguntando como era possível as pessoas reterem os seus convidados na sala, horas e horas, sem mudar de assunto... o verdadeiro problema e vou dizê-lo em surdina: eu tb agi assim depois de casar, ups!!!