sexta-feira, 29 de maio de 2009

É isso mesmo que eu quero...


6 comentários:

formiga disse...

e sabe sempre tão bem...

Dina disse...

Acho que, quando sentidas, são as palavras mais doces do mundo! Sabe tão bem...

Verinha disse...

É como tu dizes "desde que sejam sentidas".
Acho que toda a gente hoje em dia diz "amo-te" por tudo e por nada, ás tantas um "amo-te" já se confunde com um simples "és fixe" lol
Principalmente os miudos hoje em dia "amam-se" todos uns aos outros, é uma coisa muito estranha pra mim! lol
Vejo pela minha irmã com 14 anos "ama" não sei quantas amigas e tal.
É muito à frente pra mim lol

Elo disse...

Quem é que não gosta...
Bjs

Elisabete disse...

Qualquer um gosta de o ouvir, é uma verdade...Mas infelizmente acho que essas palavras estão cada vez mais banalizadas.
Para o ouvir, que seja sincero e sentido.
Porque falar é muito fácil, difícil é realmente senti-lo quando alguém nos diz e acreditar que é verdade...

Dina disse...

Sim, é verdade que o «amo-te» está muito banalizado. Eu sou a primeira a dizer que o sentimento vê-se em pequenos gestos e não nas palavras em si. Mas quando o meu marido me olha nos olhos, com aquele brilho e me diz que me ama, eu sei que vem lá do fundo e que não podia ser mais sincero. Isso e quando me diz que sou casmurra, tb não podia ser mais sincero lol