sexta-feira, 23 de março de 2018

O homem de giz | C. J. Tudor


Este é um daqueles livros que está a ser vendido como "o Livro de 2018", "o melhor thriller do ano". O livro é bom: é mesmo. Mas depois de tanto "show" à volta dele, esperei mais. Percebo que depois de ler tantos livros é difícil deixar-me de queixo caído. Mais uma vez acho que a percepção final apenas tem a ver com as expectativas que nos criam. Só tenho pena (e falo por mim) de por vezes descurar grandes obras que são menos mediáticas, em detrimento destes livros vendidos com grandes chavões. Mas mesmo assim digo-vos: é um bom livro e vale bem a pena. 

Voltando ao livro... Tem um toque sombrio, com cenas fortes, muitos mistérios, muita pressão psicológica, muita dúvida e suspeitas, personagens disfuncionais... neste livro nem tudo o que parece é. 

A história é centrada em Eddie e no seu grupo de amigos que se vêem envolvidos na descoberta macabra de um corpo desmembrado... Na vida do grupo, começam a aparecer uns enigmáticos homens de giz que estão sempre associados a cenas de mais tensão e crime... A parte que mais gostei foi descobrir a verdade sobre esses homens de giz. As revelações finais conseguem surpreender-nos. Li algumas reviews em que referem que pensavam que os homens de giz eram ligados a uma qualquer entidade sobrenatural: devo ser muito racional porque nunca me passou pela cabeça. Os segredos do passado vão sendo revelados, alternando entre episódios de 1986 e de 2016, quando o passado volta para assombrar Eddie e os seus amigos. 

Recomendo este thriller psicológico que nos prende até ao fim. E acredito que também vão ser surpreendidos no final...  

2 comentários:

rosa_chiclet disse...

hummm tenho mesmo de ler este..

beijos**

Denise disse...

Este desperta-me muita curiosidade, o que em parte também se deve a toda a promoção literária. Fiquei contente com a tua opinião, que é mais uma bastante positiva a juntar a outras que já li. :)

Beijinhos