terça-feira, 2 de maio de 2017

O que comer para desfrutar de um pequeno-almoço saudável



Para começar bem o dia, não abdico do meu pequeno-almoço em casa, sentada sossegada, a apreciar cada dentada. Nem sempre é fácil saber o que comer de manhã (mas convém comer sempre!). Esta é a principal refeição do dia e se comermos bem e de forma correcta, conseguiremos ter um desempenho muito melhor ao longo da manhã. Nem todos conseguimos, nem temos tempo, para preparar grandes banquetes, mas há pequenos truques simples que tornam o pequeno-almoço mais saudável e saboroso.

Água: Gosto de começar o dia com um copo de água em jejum para despertar o organismo. Não sei se faz bem, mas a mim sabe-me bem. Há quem ponha umas gotas de limão na água...

Pão escuro: 1ª regra de ouro: fugir do pão branco. A farinha refinada é dos piores inimigos para a nossa saúde. E risquem o tradicional pão de forma da lista. Optem por pão de centeio, de alfarroba, de sementes, integral... o pão escuro é mais saboroso, sacia mais e por mais tempo. E se conseguirem fazer pão em casa, ainda melhor. Já repararam na lista de ingredientes que tem o pão que se compra no supermercado, quando só deveria ter farinha, água e fermento?

Leite: sim, ainda bebo leite de vaca. Sempre magro. Mas sempre podem optar por leite de aveia, de coco, etc. Cuidado com o leite de soja que não é assim tão saudável quanto possa parecer, pois grande parte da soja pode ser transgénica. Para os mais pequenos, evitem os "Nesquiks", e experimentem o cacau magro por exemplo. 

Fruta: pessoalmente dificilmente como fruta ao pequeno-almoço, porque não gosto da junção leite-fruta. Mas cuidado com os sumos naturais. Devemos comer até 4 peças de frutas por dia e se espremermos laranjas para fazer um copo de sumo, facilmente consumimos logo ali esse número de fruta.  E estamos a retirar nutrientes muito importantes, como a fibra. 

Toppings para pão: o pior do pão é aquilo que se coloca por cima. Por isso, temos de escolher as melhores opções: doce Dalfour (sem açúcar), manteiga de amendoim (sem açúcar e sem gordura adicionada), queijo magro, fiambre de peru/ frango (evito porque é um alimento demasiado processado), banana esmagada, etc.

Cereais de pequeno-almoço: são mesmo um veneno repleto de açúcar e sal. O Simão adora cereais mas tento que não os coma todos os dias, e tento variar com granolas, flocos de aveia com fruta, ...Mas  são mesmo um alimento a evitar, mesmo aqueles Special K´s. 

Iogurtes: muitas pessoas comem iogurtes ao pequeno-almoço. Mas há iogurtes com quantidades loucas de açúcar. É preciso escolher as melhores opções. Tentem optar pelos iogurtes naturais, skyr, quark, grego 0% e adicionem a vossa compota caseira sem açúcar, fruta aos bocados, sementes, canela, mel. Tudo o que é preparado em casa torna-se mais saudável

Panquecas, crepes, bolos da caneca no micro-ondas, papas de aveia: há sempre opções para variar e deliciar-se ao pequeno-almoço. É só optar por receitas que não tenham açúcar e gorduras adicionadas. 

Para os mais curiosos, deixo algumas imagens que retirei do site www.sinazucar.org que pretende alertar para a quantidade de açúcar que alguns alimentos comuns possuem. É mesmo assustador:













2 comentários:

J* disse...

E saber que adoro nesquick, e que o santo do meu namorado resolveu comprar um pacote enorme lá para casa... Ai que facada!
https://jusajublog.blogspot.pt/

L. das horas disse...

o colacao e o nesquik... meus deus!