quinta-feira, 13 de abril de 2017

História da Menina Perdida | Elena Ferrante



E com este livro, acabo este quarteto de livros magníficos, sobre a Elena e a Lila. E ao finalizar este livro, não deixo de ter um sentimento de perda e luto. A história continua a desenrolar-se em Nápoles e apresenta-nos as mudanças sociais, políticas e económicas de Itália, através da vida e da amizade entre Elena e Lila, que ascenderam socialmente de forma totalmente diferentes.  O livro não aborda só grandes temas sociais, mas também questões da vida quotidiana das personagens como o amor, a desilusão, a repetição dos erros pelas gerações mais novas, a diferença entre pais e filhos ao longo dos anos, os problemas socioeconómicos dos desfavorecidos, a corrupção, a sexualidade, etc. 

Doce, nostálgico, imprevisível, é assim este fechar de uma série que me prendeu pela sua crueza, pela sua simplicidade e mestria, por conseguir pôr a nu muitos temas sensíveis. Admito que estava a espera de outro final mais conclusivo. Este tipo de livros não é consensual: ou se ama ou se detesta. O primeiro volume é o menos cativante dos quatro livros, por isso, mesmo de o primeiro vos deixe uma sensação agridoce, dêem pelo menos mais uma oportunidade à autora. 

Sem comentários: