quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Um casa de gente doida



É o que diz o homem lá de casa... Ontem ao jantar o pequeno disse que só podíamos dar beijinho depois de casar (ele já anda um tempo a dizer que quer casar com a sua princesa - eu). Não era tarde nem era cedo: fui vestir o meu vestido de noiva e casámos! Tivemos alianças a fingir, dançamos que nem uns perdidos, fizemos uma sessão fotográfica e divertimos-nos muito! Segundo ele, não há casamento sem doces e acabámos a noite a brindar e a deliciar-nos. É tão simples ser feliz! E se para isso temos de ser doidos, então sejamos loucos! 

10 comentários:

cozinha100segredos disse...

Ahahah! É tão bom sermos doidos! É sinal que somos felizes! Beijinhos

cozinha100segredos disse...

Já agora, muitas felicidades aos noivos!

Moa disse...

tão bom ser doido! Parabéns aos noivos!!

Gelatina de morango disse...

Que loucos mais queridos, vocês =)!

Filipe disse...

Loucura?! Eu a isso chamo de crescimento sustentável e saudável de uma criança que tem uma base forte para crescer rumo à felicidade! :)

Loucura?! Fossem todas as mães loucas a esse ponto...ajudarem a crescer e darem vida aos seus "meninos" :)

Coquinhas disse...

Ooooh que bela ideia :)

Jo disse...

Oh, que fofo! :)

Dina disse...

Obrigada :)

O Diário de Pi disse...

ohh que amor!!! Acho que vou fazer o mesmo, com a minha filhota ;) Amo tanto!!! ;)

VerdezOlhos disse...

Opah! ADORO loucura dessa! Que seja sempre assim e mais ainda :)
Beijinhos