quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Vida Nova



Há exactamente um ano atrás, estava a sair do bloco de cirurgia da CUF Descobertas. Dei entrada para me retirarem um mioma uterino com quase 9 centímetros e sem saber o quanto a cirurgia seria invasiva. 2015 foi um ano péssimo em termos de saúde: não tinha qualidade de vida. Anemias fortes que me faziam andar com tonturas constantes e me faziam cair ao chão. A qualquer instantes, sem pré-aviso, perdia uma enorme quantidade de sangue: tão grande que independentemente de ter penso, o sangue escorria-me pelas pernas abaixo. Antes do período, tinha dores insuportáveis (hoje vem ser sentir nada). Por isso podem imaginar como se vive neste medo e dor constante. 

Ser operada foi a melhor coisa que poderia ter feito. Só lá para Novembro do ano passado é que o meu corpo voltou a regularizar. Sofri muitas dores mas não me arrependo. Poderia ter ficado sem útero, mas também o importante era viver (e não sobreviver) para acompanhar o filho que já tinha. 

Queria deixar este testemunho para que não tenham receio de consultar os vossos médicos quando sentem dores, quando perdem demasiado sangue nas menstruações: pode realmente não ser normal. E mediante um diagnóstico menos positivo, não percam a esperança. Vi muitos médicos, vi muitos técnicos que ao observar o estado do meu útero com um mioma daquele tamanho me diziam que se não tivessem provas da gravidez que nunca acreditariam que tinha concebido à primeira e desta forma um filho. Milagres acontecem todos os dias. Mas também tive a sorte de conhecer o melhor médico do mundo: que me acompanhou desde o sonho de ser mãe, durante toda a gravidez, que me fez uma cesariana de emergência para me salvar o filho e que me salvou a mim passado três anos do mioma. Ter confiança no médico que nos acompanha vale tudo. Estejam atentas aos sinais que o vosso corpo vos dá, mas para os quais arranjamos sempre desculpas. Façam os exames de rotinas todos. E sejam felizes :) 

9 comentários:

Agridoce disse...

Fico muito feliz por saber que o balanço é tão positivo ao fim deste tempo! Não imagino o quão incapacitante terá sido :(

E isto serviu para me relembrar que já estou há demasiado tempo sem ir ver o meu... Mas isto de estar sem seguro de saúde é uma treta e no centro de saúde só consegui consulta para daqui a dois meses :/

Um grande beijinho e obrigada pelo alerta!

Dina disse...

Foi mesmo muito incapacitante. Vai ao médico. Não podemos adiar... Ter seguro de saúde é dos melhores investimentos que podemos fazer.

Cynthia disse...

Ter seguro de saúde é, de facto, muito bom e ajuda imenso. Mas nem sempre podemos ter essa despesa, infelizmente. De qualquer forma, ainda bem que tudo ficou bem e que conseguiste ultrapassar essa má fase!

Dina disse...

Cynthia: infelizmente é bem verdade :( Por acaso neste momento tenho uma opção de apenas 11€ da Multicare e já me dá alguns descontos...

Agridoce disse...

Dina será que me podes dar mais informações sobre isso? Se quiseres, manda por mail :) Tinha andado a ver uns deles mas não me conseguia decidir... Agora mudaram o site e está uma confusão enorme!

Jo disse...

Fico feliz por tudo ter corrido bem! :)

L. das horas disse...

Ora muito bem, posts esclarecedores sobre coisas muito importantes. Somos casos de sucesso. E devemos falar sobre isso.

Gelatina de morango disse...

Bem...que cenário, aquele pelo qual passaste =(! Não há como ter saúde de facto, aproveita, ou antes, aproveitemos! Beijinho para ti!

Joana disse...

Fico feliz por ter corrido tudo bem. Quando a saúde começa a falhar apercebemo-nos da importância que tem.