terça-feira, 1 de julho de 2014

Poder de argumentação


Com os anos, aprendi que por vezes, nada valem os grandes discursos. O poder da argumentação reside em declarações curtas e decisivas.

Este ano temos dois periódos de férias: Julho e Setembro. Prometi ao homem que no Verão iríamos passar quinze dias a Vila Flor (apesar de a mim só me apetecer rumar ao Algarve aproveitar a praia e estar longe da sogra). Mas aos poucos mentalizou-se que passaríamos também as férias de Setembro na aldeia.

Eu expliquei-lhe que queria pelo menos fazer uma viagem curta a uma capital europeia. Ele disse que adoraria mas preferia ir à aldeia. Expliquei-lhe os meus argumentos e calei-me durante semanas.

Voltei a referir que em Setembro queria ir a Barcelona uma semana e que a outra podíamos ir a aldeia. Ele responde "gostava mesmo tanto de ir a Barcelona mas assim só ia passar uma semana com a minha mãe". Nem respondi.

No fim-de-semana, viu-me com o Booking aberto e o cartão de crédito. E perguntou-me o que estava a fazer: "a reservar passagens e estadia para mim e o Simão em Barcelona", e toda sorridente "depois vamos ter contigo à aldeia".

E pronto passagens e estadia reservadas para três pessoas! Sem dor, nem esforço....

12 comentários:

Manias de Mulher disse...

Não trocava uma semana em Barcelona por uma semana "na aldeia" nem que a sogra fosse a melhor do mundo! ahah :)

Um Mundo a Três disse...

Uma ótima maneira de resolver a situação :p

Moa disse...

Boa! eheheheh

Sónia TM disse...

Bem resolvido :)

Sónia
Taras e Manias

Cantinho da Bê disse...

:)
Barcelona também é um dos meus desejos futuros. Depois quero detalhes, sim?

Tita disse...

De vez em quando venho espreitar este teu cantinho só para saber como vão as coisas, pois o teu marido podia ser o irmão gémeo do meu... :D
Teria tantas, mas tantas para contar também... eu ainda tenho mais um bónus: cunhada. Cunhada mimada e que sempre foi o centro das atenções.
Descansa, que isso com a idade melhora (Nós já passamos os 40). O meu fez grandes progressos.
Mas ainda hoje estou para perceber como lhes aturei tanto, sem nunca ter pensado, na altura, em divórcio.
Só aqui entre nós, a pior de todas foi quando estávamos de viagem de lua de mel (sogra e cunhada tinham tido muitas crises e feito muitas figurinhas tristes nas semanas anteriores à cerimónia) ele achou que podia ser boa ideia convidar ambas para irem ter connosco. Sim, ao local onde nos encontrávamos em lua de mel!

Nequéren Reis disse...

Amiga texto ótimo
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Corina de Oliveira disse...

é bom matar saudades mas também é preciso aproveitar a vida e viajar conhecendo novos lugares :) compreendo perfeitamente!

Dina disse...

Bê: combinado ;)


Tita: oh meu Deus! Nem quero imaginar: que lua de mel!! Felizmente o meu é filho único ;)

Fernanda disse...

"Ganda" Dina!Boas férias em Barcelona que é uma cidade linda (para mim só Paris a ultrapassa. Mas isso é para mim porque "Paris c´est Paris). Beijinhos e aproveite aquela luz fantástica.

Petra disse...

Fizeste bem Dina, às vezes é preciso...

C*inderela disse...

Muito bom! :)