quinta-feira, 31 de julho de 2014

Momentos


Nestas férias, tive o meu pequeno momento mágico. Estive algumas horas com o irmão do meu pai que sempre foram muito semelhantes: a mesma textura de pele, a mesma cor de pele café com leite, a mesma cor de olhos verdes azulados, as mesmas mãos grandes e dedos longos, os mesmos jeitos, o mesmo sentido de humor. São tão parecidos que filhos e netos já os confundiram, eu inclusive.

Por momentos fui transportada para outros lugares e outros tempos. Matei saudades do meu pai através dele. Vi o meu tio brincar com o meu filho, sabendo que seria daquela forma que avó e neto brincariam. Tive vergonha de lhe pedir para lhe dar um abraço mais apertado e um beijo mais longo na bochecha. Mas soube tão bem estar com ele.

2 comentários:

A Pimenta* disse...

Acredito que tenha compensado alguns momentos que gostarias de ter vivido com o teu pai. É daquelas perdas que nunca se recupera :(

Sara disse...

Post lindo! Emocionei-me através das tuas palavras...