terça-feira, 4 de março de 2014

Do Carnaval


Quem me conhece há largos anos, sabe que sempre odiei o Carnaval. Este terror vem-me do pré-escolar em que no primeiro desfile me mascararam de coelhinho branco. Fiquei traumatizada. Odiei a experiência. Nos anos a seguir ficava doente nestes dias, e os meus pais tiveram o bom senso de nunca me obrigar a nada. Nunca fiz nada para marcar a data a não ser crepes (la Chandeleur). Nunca fui a uma festa na faculdade, nada.

Agora tenho um piralho de 20 meses. Não fala para me pedir nada. Mas escolhi-lhe um fato de pirata porque achei que ele ia gostar. E delirou com a fatiota e com a espada claro.

Houve quem me dissesse que sou incoerente: se não gosto de Carnaval eu não deveria mascarar o pequeno.

Há pessoas que não percebem que mãe e filho são duas individualidades diferentes. Eu não gosto. Mas ele tem culpa por eu não gostar? Se ele gostar e se sentir bem mascarado, serei a primeira a promover isso. 

Mas ao primeiro sinal de desaprovação, também serei a primeira a parar com a brincadeira. Porque também não concordo em obriga-los a nada, a escolher por eles a máscara que mais gostamos. São seres livres. Por isso nunca o forcei a tirar fotografias com o pai natal (eu que queria fazer uma montagem dos primeiros cinco anos). Mas que mãe seria eu em não o mascarar: ele só se sentiria excluído da brincadeira do grupo. E a minha única missão enquanto mãe é fazer dele uma criança feliz e que se sinta bem com ele próprio.

6 comentários:

ML disse...

Por cá o D. no auge dos seus 16 meses também foi de piratinha! :)

E aqui estou como tu, ao menor sinal que não acha piada à coisa paro.

Jo disse...

Acho que fizeste muito bem! aliás, estranho para mim são aquelas mães que, como não gostam, não querem que os filhos se mascarem... E olha que eu também não gosto do Carnaval!

Luisa P disse...

Realmente, lá por não gostares do carnaval não quer dizer que o teu filho seja igual. Fizeste bem em arranjar-lhe uma fatiota, pelos vistos ele divertiu-se muito!

desabafosemrodape disse...

passou-se o mesmo comigo, e já tenho uma "pirralha" de 21 anos;fê-lo até querer. é assim que dever ser. muito bom senso. :)

Nada disse...

Fizes-te bem em mascarar o pequeno...ele tem direito de vir a odiar a festividade sozinho...até lá que se divirta com ela como as outras crianças =)

Alex disse...

Eu não gosto de Carnaval e no entanto sempre mascarei o meu filho. Hoje já é mais crescido e é ele que já não quer.