quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Oscilações de mês


Cada vez penso mais que há pessoas que não sabem mesmo planear as suas despesas.

Basta ir a um centro comercial a hora de almoço no início do mês e no final: a diferença é abismal! No Dolce Vita Tejo no início deste mês, não havia um lugar sentado. Este fim-de-semana estava às moscas.

Mas não é preciso ir tão longe. No meu local de trabalho temos copa para aquecermos o nosso almoço. Quando recebemos, aquilo é tão sossegado e é apenas frequentado por meio dúzia de pessoas. No final do mês, aquilo fica sobrelotado. Porque quando se sente a conta mais recheada, vamos almoçar fora (e trabalhamos numa zona nobre da cidade). Mas como gastamos demasiado no início do mês, no final até se rouba os tupperwares dos colegas para conseguir almoçar.


Mas será que as pessoas não aprendem a organizar as suas finanças e aprendem finalmente que temos que equilibrar o mês para o ordenado dar até ao fim, sem excessos para não sentir a penúria? 

12 comentários:

Na Província disse...

É uma grande verdade, não sabem mesmo gerir as contas e esse facto nota-se em tudo .

rosa_chiclet disse...

é como no trânsito, sente-se o mesmo..

faz-me tanta confusão..

kisses***

Sofia Carvalho disse...

Sério? Pensava que com a afamada crise, as pessoas tivessem ganho um bocado de cabeça! Pelos vistos nem assim!

Agradeço muito aos meus pais terem-me incutido o valor da poupança, porque pode haver uma doença, uma despesa extra para a casa (carro, o que seja), porque não se sabe o dia de amanhã!

Sempre meti parte do salário de lado, faço como se essa parte não exista, aos poucos vai-se juntando... Tenho controle sobre as despesas mensais e eu ao contrário dessas pessoas, no inicio do mês é que sou mais regrada, se no fim do mês sobrar mais um bocado, maravilha, até podemos ir a um restaurante mais caro, mas também posso meter mais um pouco de lado! É saber viver com o que temos contando com "fatalidades"! Não penso que seja menos feliz por ser regrada, não tenho de passar "sufocos" no fim do mês!

Faz-se muita confusão quando pessoas que ganham bem, ficam desempregadas e passado um mês (dois) já estão no sufoco, que é difícil controlar as despesas que isto e aquilo... Mas ganhavam bem e não poupavam?? Sério??!
Agora compreendo que quem sempre pouco ganhou, dificilmente consegue poupar alguma coisa...

Raquel disse...

É mesmo, pena ainda não terem chegado a essa conclusão, mas pronto.

Jo disse...

Dina, estou totalmente de acordo contigo... Também se nota muito isso no trânsito... A segunda quinzena de cada vez é sempre menos caótica do que a primeira! Enfim, sou a favor do equilíbrio sim senhora. Mas infelizmente é esta a mentalidade que predomina...

Sílvia disse...

Isso é flagrante no supermercado. Como agora trabalho num nota-se muito. Hoje por exemplo, na hora de almoço teve pouquíssima gente quando costuma ser uma confusão no início do mês.

desabafosemrodape disse...

falta critério em muita coisa neste país, saber gastar dinheiro também lhe obedece.

A Pimenta* disse...

Eu acho que as pessoas fazem cada vez mais uma gestão financeira muito desequilibrada. E pergunto-me eu se algum dia tiveram educação para isso. Eu falo por mim: os meus pais sempre me ensinaram o valor do dinheiro, do poupar porque o dia de manhã ninguém sabe como vai ser. Mas honestamente cada vez mais vejo uma total despreocupação quanto a isso, o que é irónico se pensarmos que estamos num contexto económico bem complicado. Tenho a sensação que as pessoas se ganham 700, gastam 690. Posso estar a generalizar mas não consigo perceber a priorização que as pessoas fazem do dinheiro que têm disponível e que depois de alguns atos irrefletidos, podem deixar de o ter. Este tema dava pano para mangas.

me disse...

É, eu também já tinha notado isso. Mas já bem antes da crise. Aliás, evito sempre os shoppings e fazer compras nos fins e inícios de mês. Até +/- à 1ª quinzena. Isto porque não consigo fazer compras com tanta gente por td o lado, lojas, restaurantes, etc. Então qdo quero comprar alguma coisa tento ir sempre a meio do mês que é quando estão as lojas "às moscas". Mas tb realmente não percebo se é que não sabem gerir as economias, se é psicológico...enfim não entendo! Bjs

Sónia disse...

As pessoas às vezes têm muitas dividas por causa disso mesmo, do não saberem tomar contas das suas finanças e querem sempre mostrar que têm mais que o vizinho do lado. Mentalidades assim são difíceis de mudar mesmo em tempo de crise.

Guinhas disse...

Tb me faz imensa confusão..almoço imensas vezes num shopping e também já constatei exactamente esse fenomeno.

Helen Berry disse...

Pois é! Por acaso almoço todos os dias na redacção e trago todos os dias almoço. Mas, como também trabalho aqui numa zona «nobre» de Lisboa, também noto isso aqui na rua.