terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Uma questão de atitude

Ouvir dizer a alguém «agora que sou mãe tenho que mudar de estilo e de atitude» deixa-me perplexa. Com 30 anos, por ser mãe, terei mesmo que ter um estilo mais clássico e ter uma atitude mais séria?
 
Eu continuo a ser eu. Com a mesma personalidade, os mesmos gostos. A maternidade não tem que me fazer arrumar as minhas calças de ganga, as minhas túnicas mais coloridas, desistir do meu estilo casual chique e vestir tailleurs só porque sim.
 
Claro que com a idade tenho preferenciado mais o conforto do que questões de moda. E agora troco facilmente sabrinas por tacões altos. Penso duas vezes na mala que vou usar, pois tem que ser prática para levar tudo o que preciso atrás.
 
E a atitude? Pois ainda pior. Tenho um filho e estou ansiosa por ele começar a andar para poder correr atrás dele, andar de escorrega, rebolar pela relva, jogar à bola com ele. Se para alguns isto são figuras tristes, que sejam. Para mim é felicidade, e pouco ou nada me importa o que os outros possam pensar.

17 comentários:

Ana Santos disse...

Nunca mudei e sempre fui eu mesma.
E digo te é optimo andar de escorrega e de baloiço com os filhos.
beijocas

MissBlueEyes disse...

Dina eu mudei 2 coisas com a maternidade, deixei de usar decotes e saias mais curtas, por uma questão de achar demasiado para uma mãe, e a qualquer momento ficar com o cu de fora, ou as mamas à espreita e só, como já me aconteceu... a não ser que saia só com amigoslol

E a outra coisa que mudei com o crescimento do S, e de ter um macaco de imitação, foi a dizer palavrões, pura e simplesmente não digo à frente dele, que é quase sempre. Digo fogo e caraças, e claro que quando o S. vê alguma coisa que o desagrada sai-lhe logo um Foigo caiaças. E pronto, de resto continuo a fazer tudo o que fazia antes e a vestir tudo o que vestia antes...



Guinhas disse...

Acredito q a maternidade altere prioridades (em vez de pensares em comprar algo para ti,primeiro pensas nas necessidades dele)....agora deixares de ser tu,sao outros 500!Por isso e que acho que mtas mulheres dps querem recuperar o tempo perdido,parece que se anularam...acho q fazes mto bem dina!!

Opinante disse...

Que mentalidade... a não ser que seja alguém que não parava em casa para fazer isto e aquilo. Pois com um filho, tem que haver mais contenção..

Maria João disse...

Quando somos mães, temos efectivamente que mudar a nossa atitude, ou seja, voltamos a ser crianças... e É TÃO BOM!!!!!!!!!!

Dina disse...

MissBlueEyes: Sim, claro isso é uma questão de conforto pessoal. Acredito que no verão, haja roupa que não vou usar em certas ocasiões (ir ao parque com ele) sob o risco de ficar com mamas de fora ou o cu ao leú. Ah e os palavrões tb vão ter que ser controlados cá em casa :)

Moa disse...

E é assim que tem de ser...porque é que havemos de mudar se estamos bem?

ML disse...

Mudar? Para já não tenciono nem ambiciono mudar nada. Apenas o meu coração mudou! Ficou muito mais cheio! :)

Vee disse...

É isso, o que muda muda com a idade e com as circunstâncias, ou seja, acaba por mudar com a maternidade mas não é uma coisa calculada.

Cat disse...

Depende de qual o estilo/atitudes da pessoa em questão. Se for alguém que saia todos os fins-de-semana até de manhã, fume dentro de casa, goste de conduzir em excesso de velocidade, gaste todo o seu dinheiro em impulsos consumistas.. se calhar tem mesmo de mudar, não é? ;) *

Miss L. disse...

Eu brinco com a pequena no chão, deito-me no chão com ela e estou desejosa que gatinhe e ande para ir atrás dela.
E na rua também brinco e continuarei a brincar.
Quanto à roupa sempre fio muito prática e assim continuarei, sem exageros.

Ana Cooks disse...

Nem mais!!!

Dina disse...

Cat: essas mudanças de que falas são mudanças naturais. o que se falava era mesmo deixar-se de certas brincadeiras por ser mãe. Deveríamos ser mais sérias... e eu brinco cada vez mais :)

Alminhas disse...

lol o teu post fez-me lembrar uma coisa que a minha avó sempre disse "mãe de filhos tem que ter o cabelo curto" e o pior de tudo é que muitas das mulheres que conheço e que foram mães cortaram o cabelo. Eu nunca tive essa pancada. Por aí constata-se esta paranóia, ou não?
Em relação às brincadeiras, como o M. diz, às vezes sou pior que o moço! lol
Beijinhos

Ana A. disse...

Continuo igual, a mesma criança crescida, agora co duas crianças pequenas a cargo!!! Mudei só o estilo de calçado, os saltos ficaram postos de lado e agora só me sinto bem de santos baixinhos.

Dina disse...

Alminhas: Por acaso é verdade. Há muitas mulheres que cortam o cabelo depois de ser mães. mas acredito que algumas seja para lutar contra a queda de cabelo do pós-parto. Eu sempre usei curto :)

Petra disse...

Já ouvi isso muitas vezes... ainda não quis ser mãe, mas quando o tema é abordado, já ouvi pérolas tais como "quando fores mãe, não podes andar assim toda maquilhada, ou não podes dizer isto, ou aquilo, ou vestir esta ou aquela roupa..."
Gente mal resolvida e preconceituosa.