quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

mesmo depois de tantos anos...

...ainda há coisas que me surpreendem. Em mais de 12 anos de namoro, e mais de 6 anos de vida em comum, juntos já passamos por doenças, pela morte da avó dele, por acidentes, pela expulsão de concursos profissionais, ele ser declarado deficiente pela GNR, a doença do meu pai, a morte do meu pai, a minha suposta infertilidade, o facto de qualquer dia me retirarem todo o sistema reprodutor, uma ameaça de aborto, uma gravidez de alto risco, o meu recente desemprego.
 
E nunca o vi verter uma lágrima. Nem uma. Pode não revelar falta de sensibilidade ou humanismo, mas simplesmente uma maneira diferente de sentir as coisas. Mas a mãe despediu-se porque o pai não gostava daquele trabalho e ele chorou. Quase como uma madalena. E eu fiquei perplexa quanto a aquela alma. Que Deus me permite que o meu filho me adore sempre, mas espero que ele nunca seja assim, com amarras emocionais muito pouco saudáveis.

14 comentários:

anf disse...

Há cordões que parece que nunca foram cortados, não sei se por necessidade, é dificil de explicar,
beijinho

Moa disse...

As pessoas que guardam tudo são as que sofrem mais.

rosa_chiclet disse...

o que pode ter acontecido foi ter guardado o choro durante muito tempo e depois quando começou chorou por tudo..

kisses***

Opinante disse...

Às vezes chorar faz bem...mas há muitos homens que contém isso ao limite!

Alminhas disse...

Querida Dina, há coisas que realmente não têm explicação... Mas olha os homens são mesmo assim... um conceito sem sinónimo! lol Paciência e beijinhos zen:)

Scarlet_Perry disse...

Nem sei que te diga a esse post, querida!Prefiro me abstrair de fazer qq comentário que te possa magoar...Mas se ainda assim, estas com ele e ele te faz feliz é o que conta...não?

Hermione disse...

realmente, é uma razão um bocado estranha para o veres verter as primeiras lágrimas em tantos anos... mas cada um é da maneira que é, são feitios e reagem de forma diferente às diversas situações.

PrincesSu disse...

Reparei que o que descreves inicialmente é mais referente a ti linda, para ele pode ser mais facil suportar e até para te dar força a ti, pode ter mantido-se mantido mais inabalável...

"... a doença do TEU pai, a morte do TEU pai, a TUA suposta infertilidade, o facto de qualquer dia TE retirarem todo o sistema reprodutor, uma ameaça de aborto (TEU), uma gravidez de alto risco (TUA), o TEU recente desemprego."

Agora quando o problema mexeu com os pais dele... aí também mexeu com o coraçãozinho dele e acabou por se descair e verter lágrimas!!

E também pode andar mais fragilizado nos ultimos tempos... podem ser inumeras coisas linda!

Bjinhos
Su


Dina disse...

PrincesaSu. até posso compreender os teus argumentos. Mas ele constituiu família e as minhas coisas afectam-no directamente a ele e agora só porque a mãe se aborrece em casa coitada que pode ficar deprimida ele chora assim? É o homem que nunca vai sair das saias da mãe. Só isso.

Maria disse...

Talvez tenha sido o acumular de lágrimas que nunca derramou antes...Bjinhos

Maria João disse...

Quem sabe se esse foi a gota de água para alguém que se tem mostrado uma "pedra de gelo", mas que afinal é um homem frágil???

A forma como se demonstram os sentimentos, deve ser das coisas mais complexas de um ser humano.

Bjs e td de bom!!!
Força, se estão juntos por alguma coisa é, verdade???

PrincesSu disse...

Sim Dina... concordo contigo!

Miss Star Pink disse...

Dina,
não sei q te dizer. :(
Não gostei nada do q li e desculpa a franqueza, mas o teu marido demonstra ser muito insensível.

Beijocas

Guinhas disse...

É "engraçado" porque todos nós sentimos e manifestamos as nossas coisas de forma diferente.E chorar não implica ou significa mais sofrimento do que aqueles que choram imenso, por tudo e por nada.