quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Almas gémeas

Qualquer mulher vive à procura da sua alma gémea. Há quem tenha a ideia que a alma gémea é uma alma idêntica, alguém que gosta das mesmas coisas, que tem os mesmos ideiais, etc.

Mas eu acho que uma alma gémea é alguém que nos complementa. E para nos complementar tem que ser diferente. No geral, tem que partilhar objectivos, maneiras de ser, etc. Mas é bom que esta pessoa tenha gostos diferentes. Numa relação duradoura, é bom poder aprender com o outro. Conhecer o mundo do outro e dar a conhecer a nossa realidade. Não é maravilhoso experimentar uma modalidade desportiva diferente que ele adora e nós, por exemplo, levá-lo ao teatro?

Se as duas pessoas tivessem os mesmos gostos e partilhassem as mesmas opiniões em tudo, eu acho que a longo prazo as pessoas se aborreceriam. Porque o que é bom na vida é fazer descobertas constantes. Há quem diga que não, que assim se vive uma plenitude sem altos e baixos. Devo ser eu que tenho a mania do dramatismo e não gosto de uma vida demasiada linear. Por isso, às vezes, depois de uma discussão, penso que afinal é bom sermos diferentes: para aprender, crescer e ver o outro lado da vida.

E para vocês o que é uma alma gémea?

15 comentários:

Sónia disse...

O Rui não podia ser mais diferente de mim no feitio mas é isso que faz com que resulte tão bem :)

Anabela disse...

Não é por acaso que dizem que os opostos se atraem.
Eu acho que as pessoas com os mesmos gostos e personalidades parecidas, ao fim de algum tempo acabam por não se entender. É tudo muito igual.
Têm que haver um minimo de coisas em comum, mas as diferenças são saudáveis.
Bjs

P.S. A minha mãe está melhor, obrigada.

*C*inderela disse...

A minha alma gémea é aquilo que acabaste de descrever, uma pessoa com gostos diferentes dos meus. Eu e o meu marido somos assim, às vezes parecemos o gato e o rato mas nos completamos na perfeição. Umas vezes cede ele, outras eu. Ele adora filmes de fantasia, eu não. Eu gosto de comidas étnicas, ele não.

Bjokas

Kinhas disse...

Partilho contigo a mesma ideia. Uma altura disseram-me que o mais-que-tudo e eu éramos almas gémeas, porque tudo o que um tem o outro não tem. E assim completávamos-nos. E eu concordo.:) Para mim é o meu amor perfeito.

Isa disse...

o que é que consideras longo prazo? é que há 11 anos atrás tropecei na minha "alma gémea" - gostos idênticos, experiências idênticas, opiniões idênticas, objectivos idênticos, tudo e mais um par de botas e - surpresa! - as coisas entre nós não podiam ser melhores.

não nos aborrecemos por partilharmos tanta coisa em comum, aliás, isso é uma das coisas que mais adoramos na nossa relação, e em vez de um ensinar ao outro, aprendemos os dois ao mesmo tempo e crescemos ao mesmo ritmo. vivemos a vida a 1000 à hora, por sermos tão parecidos nunca perdemos tempo a negociar, estamos sempre orientados na mesma direcção.

por isso, desculpa-me por não concordar com post, que eu não troco a minha alma gémea por *nada* deste mundo e do outro :D

Opinante disse...

Adorei ler este post minha querida Dina!

Nós completamo-nos e é isso que nos faz feliz!!

Brandie disse...

Isso é muito bonito mas o que mais vejo são casais a discutirem pelas diferenças que têm. É bom que sejam parecidos, comportem algumas diferenças mas que no essencial sejam parecidos: objetivos de vida, valores, gostos, etc.

Dina disse...

Isa: A exepção faz a regra ;) Fico feliz. Cada caso é um caso, claro. Depende de como as pessoas encaram a vida a dois.

Petra disse...

Concordo com o que escreves, e isso de almas gémeas é treta, o que entressa é gostar, e respeitar.

--- disse...

Adorei este blog , pode-me dar uma opinião sobre o meu ? agredecia imenso :)
http://behappysimply.blogspot.pt/

Vee disse...

Não sei se é alma gémea mas para mim o mais importante é a partilha de objectivos. Sem partilhar os mesmos objectivos de vida é remar contra a corrente.

Isa disse...

A minha alma gémea é o meu marido... Personalidades diferentes, opiniões também diferentes em muitas coisas, mas gostos no geral parecidos e principalmente as prioridades e objectivos de vida são iguais! Feliz há 12 anos...

Alfacinha de Portugal disse...

E quem diz que uma alma gémea é para casar?

Concordo contigo. As diferenças complementam-se e permitem o crescimento comum. Nunca vi um casamento duradouro que não fosse entre pessoas muito diferentes. Claro está, também mete conflitos e desentendimentos mas sem isso, essa alma gémea seria... tudo menos um parceiro íntimo.

Alfacinha de Portugal disse...

Fico muito feliz pela ISA, concordo com a Brandie pois as diferenças muitas vezes só distanciam ainda mais as pessoas. Onde fica o meio termo? NO RESPEITO.
Que nunca deve faltar.

Jo disse...

Bem, falando pela minha experiência... não poderíamos ser mais diferentes, mesmo :)