terça-feira, 19 de junho de 2012

Após treze dias...


A felicidade é cada vez maior... e as olheiras também! A próxima amiga que visitar na maternidade já não leva flores, mas sim um estojo de maquilhagem. Estes dias deram para aprender muita coisa...
  • Há um pouco (muito) de pediatra em cada um de nós. Tantos conselhos gratuitos e não solicitados! Não sou ingrata, mas já chega as inseguranças pós-parto para ter mil vozes a dizer que não se faz assim, para nos fazer sentir os piores pais do mundo. E então se juntarmos mãe e sogra na mesma casa o resultado é fantástico!
  • Aquelas musiquinhas para acalmar os bebés e os fazer adormecer têm mais resultado nos pais do que nas crias
  • Admiro casais que têm outro filho com um ainda pequeno. São os meus heróis, a sério.
  • Descobri o que uma pessoa é capaz de fazer só com uma mão e as capacidades cerebrais limitadas.
  • Agora tenho a certeza que aguentava as noites em branco na faculdade graças a uma mistura de alcool, tabaco e música aos altos berros. Em casa, descobri as potencialidades da box da zon para ver séries e novelas às 4 da madrugada
E o cansaço leva a situações extremas como o pai a deitar a roupa suja do bebé fora em vez das fraldas (o que lhe deu direito à uma viagem ao caixote do lixo), a mãe a acordar de noite com o pai a dizer-lhe que tinha que dar de mamar e a mãe nem se lembrar o que estava ali a chorar, a mãe a bater na mama em vez de bater nas costas do miúdo para o fazer arrotar...
Estamos estoirados mas vivos. E basta um sorriso daquele menino para tudo melhorar e esquecer todas as contrariedades...

23 comentários:

Martinha disse...

Ai como te entendo!!! Parabéns uma vez mais! Falta pouco tempo para chegar a nossa Constança, e com outra tão pequenina vai ser uma verdadeira aventura! Beijinho enorme

Helena Fernandes disse...

Estou para conhecer essa realidade muito, muito em breve. Certamente, farei as mesmas constatações. Sobretudo no que toca a mãe e sogra, apesar de já ter tornado mto claro q n quero intromissões, mas já se sabe que é mais forte do que elas... Haja paciência!
Já agora, só uma curiosidade, quanto aos arrotos. Nas aulas de preparação de parto disseram-nos para não perdermos tempo a fazer os bebés arrotarem. Dizem que o normal é eles não arrotarem, porque só arrotam se entrar ar durante a mamada e isso significa que mamaram mal.
Não sei se alguém te disse isso, mas a mim tranquilizou-me, porque a viva imagem de ver mães aflitas a tentar fazer com que os filhos arrotem e afinal não é preciso. :)
Muita sorte nos tempos que se seguem e muita força!

abspinola disse...

Gostei do teu lindo relato.
Tal e qual como eu passei com o meu.
Eu cheguei a uma noite estar a dormir no sofa com ele a dormir agarrado a mama, o cansaço é enorme mas tem as suas lindas compensações.
Bjstos

Rita disse...

:)))

Que felicidade!!!
PARABÉNS!

Anabela disse...

Ah Ah... Gostei da roupa no lixo :)
O cansaço é normal nos primeiros tempos. Depois ele entra no ritmo e tudo passa (com o Gustavo foi assim).
Beijinho grande :)

Opinante disse...

Forcinha, o S. compensa tudo :)

susiedesonho disse...

E mesmo assim ainda consegues vir aqui! Eu não conseguia fazer nada de jeito. Nós chegámos a grelhar um esterilizador de biberões e pusemos no fogão a chaleira elétrica. Mas sim, é a melhor coisa do mundo. Definitivamente.

Dina disse...

Helena Fernandes: Antes de mais, parabéns e que corra tudo bem :)
Por acaso, tb me disseram o mesmo. Mas o S. bolsa e então aconselharam-me a mantê-lo na vertical algum tempo depois da mamada...

Pipita de Chocolate disse...

Não imagino o stress e cansaço que um bebé causa, mas não é fácil de certeza! Eu e a minha irmã temos 13 meses de diferença! A minha mãe foi a maior! Quando a minha irmã nasceu eu ainda mal andava e ainda usava fraldas! Deve ter sido uma loucura!

Beijinhos e muitas felicidades

Paula disse...

ehehehe tens toda a razão custa mas vele a pena . gostei muito (como aliás sempre) da forma divertida e tão explicita que escreves
um beijo grande e mais uma vez parabéns!
PAULA

Purple disse...

Parabéns querida Dina. Só agora soube do nascimento do pequenino. Fico mesmo muito feliz por vocês.

Esta fase enquanto mamam de 3 em 3 horas é mais complicada ao nível de gestão do cansaço. Se te consola aos 3 meses a Di já dormia 8h seguidas portanto é algo bastante normal de acontecer. A minha pequena tem refluxo, como raramente arrota ficava com ela 20 min em posição vertical e o berço estava inclinado para evitar que ela bolsa-se.

Beijinhu enorme e muitas felicidades

CS disse...

E cada dia que passa é melhor e melhor (apesar do cansaço acumulado). Ainda hoje não durmo mais de 3 horas seguidas e já ela vai com quase 6 meses mas é tão maravilhoso!!!
É um sentimento tão dificil de explicar e tão bom de se sentir... Muita força. O primeiro mês é o mais difícil! Os conselhos vão estar sempre por perto, mesmo não querendo mas não te chateies com isso. O teu coração sabe o que o teu menino precisa.

Sara disse...

Olá Dina, revejo-me em todas as constatações :)
Em breve vai melhorar e ainda vais usufruir mais!
Beijo e força!

luarte disse...

Muitos parabéns! :)
Beijinhos

Ombemua - Saoirse disse...

Da fizes-te me dar umas boas gargalhadas!
Felicidades.
Tudo com o tempo melhora...

Baci*

verniz escarlate disse...

Mais uma vez parabéns!
Andas ao ritmo da felicidade essa é que é essa.
beijinho

Bomboca do Amor disse...

E é mesmo isso a maternidade e a paternidade.
O melhor que há com muita, muita confusão à mistura.
Beijinhos querida,
Bomboca do Amor.

Sandra disse...

Como eu te entendo Dina!
Toda a gente tem e dá palpites: sobre o leite, o banho, a roupa, as fraldas...enfim, toda a gente sabe tudo menos nós, que somos as mães!
As musiquinhas do mobile do JP também adormecem mais depressa o pai do que o filho...a mãe não, porque mãe não dorme..."passa pelas brasas"!
Por aqui ainda não se chegou ao ponto de deitar roupas fora [:)] mas já dei por mim a olhar para o relógio e ver menos horas do que as que são (vontade de dormir mais um bocadinho...)!
No entanto, quando olhamos para eles, independentemente do cansaço, esquecemos tudo, verdade??!!

Pepper disse...

Dina,
muitos parabéns pelo nascimento do vosso filho.
Desejo-lhe muita saúde e uma vida feliz.
Um abraço e sejam felizes.

Ana disse...

Bem ainda não tenho filhos...mas este post já me esclareceu muitas duvidas.

Muitas felicidade para os 3.

bjinho

Rita G. disse...

eu podia ter escrito este post há 4 anos atrás,hehe:)bj e força, nesta fase é normal que o caos se instale, mas passa:) bj!

Lara disse...

Dina, muitos parabéns, desejo-vos as maiores felicidades!!
São tempos tão, mas tão bons! Mesmo com o cansaço, sabe tão bem perdermo-nos nesse pedacinho de nós... É um sentimento tão bom, tão pleno, e o melhor é que... it only gets better ;)
Bjinho grande!

Nokas* disse...

Vida de pais recentes não é fácil. De facto é uma grande mudança na vida de um casal. Uma pessoa até fica desorientada!