segunda-feira, 14 de maio de 2012

Desaparecida em combate

Tenho andado ausente. Sem inspiração para escrever. Espero que volte em breve. Os dias têm sido ocupados com os últimos preparativos (está finalmente tudo pronto para a chegada do pequeno), limpezas gerais à casa, consultas e descanso (que dias de praia fantásticos!).
As coisas nem sempre têm sido fáceis. O marido tem uma maneira muito especial de lidar com o stress (sempre foi assim) e estes dias não têm sido excepção. Retrai-se, anda irritadiço e fecha-se no seu casulo. Quando eu mais preciso de mimo, carinho e apoio, porque como é óbvio também me assusta um pouco o mundo desconhecido que aí vem: o parto e o medo de não estar à altura, que deve ser comum a todas as futuras mães. Depois de muita conversa, finalmente as coisas melhoraram. O mais engraçado é que não posso sequer suspirar mais fundo que ele me olha logo cheio de expectativa e medo que o parto esteja iminente. Admito que já fingi uns quantos suspiros para ver aquele arzinho...
Se não, a vida nunca pode ser sempre só alegrias. A minha mãe está a perder capacidades a olhos vistos e está a entrar numa profunda depressão. E sinto-me impotente porque não sei como ajudá-la. Fecha-se, chateia-se e não quer ajuda. E estou longe e sem possibilidade de ir visitá-la. Porque agora há um ser prioritário. Numa fase em que já sinto tanto a falta do meu pai, isto não tem ajudado nada.
Enfim, assim é a vida: é sempre feita de altos e baixos. Nós só temos que encontrar um equilíbrio nem que seja precário.

13 comentários:

Nokas disse...

Melhores dias virão!! E que sejam em breve...

susiedesonho disse...

Querida Dina, percebo tudo o que dizes porque já passei pelo mesmo. Não te quero assustar mas o primeiro mês de vida do bebé é muito difícil. No entanto, há medida que o tempo vai passando, vais encontrar uma paz, uma tranquilidade, uma felicidade inimagináveis. Por isso, respira fundo... Aproveita estes últimos dias e sorri. És mãe! Não há nada, nada, nada melhor.

Opinante disse...

Forcinha querida e claro que vai correr tudo bem:) relaxaaaaa!

Moa disse...

Vai correr tudo bem, desejo-te uma hora bem pequenina! beijinhos

Rita G. disse...

agora tens mesmo de concentrar-te em ti, e descansar até chegar o grande dia. bj:)

Anabela disse...

Imagino que A situação da tua mãe não seja fácil e te preocupe bastante, mas neste momento tens que pensar em 1.º no S.
Beijinho grande

abspinola disse...

Descanso acima de tudo para o grande momento que avizinha.
Bjstos
Boa semana

anf disse...

Calma Dina, claro que vais estar à altura, claros que há coisas que vão correr bem e outras menos bem, mas a vida é assim mesmo, ninguem está preparado, mas o instinto maternal acompanha todas as mulheres e`à medida que a gravidez se vai desenrolando ele vai tornando-se mais notório,
quanto à tua mãe tudo vai correr pelo melhor,

não penses demasiado nas coisas achoe que é o mais importante,
beijinho

O bebé já tem nome?

Isa disse...

Força Dina..
Que corra tudo pelo melhor!

Beijinhos

Tsuri disse...

Dina, acredito que nada é por acaso e que todas estas circunstâncias e obstáculos só farão de ti uma mulher ainda mais forte. Tenho a certeza que, assim que essa criança vier ao mundo, toda a família ficará radiante e a tua mãe certamente irá rejubilar. Tem fé!
Eu tenho a certeza de que tudo ficará bem e no seu devido lugar.
beijinho grande

Dina disse...

Obrigada queridas pelas palavras amigas...

Conto de Fadas disse...

Tens de ter calma. Bem te compreendo porque ultimamente a vida não me corre propriamente bem mas temos de encarar o futuro de forma positiva e acreditar que tudo se vai compor... :)

Guinhas disse...

VAis iniciar, com certeza, uma fase fantástica e que vai encostar essa ansiedade e dar lugar a algo único!!