sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Páginas de Outono


Ganhei num passatempo da SAV o livro Preciso de ti de Luísa Jeremias: que agradeço desde já publicamente! O livro é uma leitura leve e agradável. Nada de grande tramas, mas lê-se bem: conta a história de três amigas: amores, desamores, doenças, vidas profissionais, etc., com Lisboa em pano de fundo. É um livro de mulheres para mulheres. É do género telenovelas em romance. Só peca pelo tamanho. Nota: 2/5

Já muito tinha ouvido falar da genialidade de José Luís Peixoto. Por isso, finalmente peguei no Livro. Francamente os meus sentimentos quanto a este Livro são mistos e contraditórios. O início foi difícil: não gostei do tipo de narração, pontuada por passagens surreais. É daqueles que não captivam e que nos fazem folhear o livro para ver quantas páginas faltam. Estive quase para o deixar de lado, mas continuei. E encontrei magia no texto, começei a envolver-me. O meio do Livro é fantástico. Mas depois surge o final e, se alguns podem considerar aquilo de mestre, eu achei-o pobre e desconexo. Por isso a minha opinião sobre este Livro é de incredulidade. Não posso dizer que seja mau nem que seja bom. É um Livro que nos cria uma sensação estranha em nós. Mas li-o em dois dias! Vou tentar ler mais algum livro de José Luís Peixoto (aconselham algum?).  Leiam e tirem as vossas opiniões... Nota: 2,5/5

A Primeira Aldeia Global: Como os portugueses mudaram o mundo de Martin Page é um livro apaixonante acerca da nossa história colectiva. A escrita é envolvente e nada aborrecida. O livro desmitifica vários mitos da nossa História. Gostei imenso e aprendi muito com ele: desde a era romana até à entrada de Portugal na CE. Recomendo a toda a gente que goste de dados históricos... Nota: 4/5

Li finalmente os Pilares da Terra I de Ken Follett. Dizem que é a obra prima dele. É um bom livro mas tem outros que me captivaram muito mais. Tem partes giras, mas às vezes queria que ele acelerasse um pouco mais... pode ser que seja só para enquadrar melhor o segundo volume, que vou ler de seguida... Recomendo, apesar de para mim, não ser o melhor livro do autor. Nota: 3/5

13 comentários:

Sílvia disse...

Dizem que o cemitério de pianos do José Luís Peixoto é muito bom, mas nunca li nenhum livro dele.

p.s. desculpa meter-me,mas tens um erro lá no meio do texto, é cativam e não captivam :)

beijinhos*

Mariana disse...

Dos livros que apresentas o único que li foram os "Pilares da Terra" e adorei:)

disse...

Gostei muito dos Pilares da terra, que de facto considerei a melhor obra do Ken Follet (já li também Um mundo sem fim e A queda dos Giagantes). Acho que só com a leitura do segundo sentirás (espero!)o mesmo. Boas leituras.

estrela disse...

os pilares da terra não é de uma serie que deu na fox ou axn e depois na TVI acho eu?
se calhar não mas o nome era esse Os pilares da terra!
bom os restantes ainda não li nenhum e do José Luis Peixoto não te posso adiantar nada pq nunca li nada dele!
Eu gosto muito da escritora Julliet Marillier já leste alguma coisa dela?

Dulce disse...

Olá Dina,
Eu adorei o "Cemitério dos pianos" de Jose Luís Peixoto.
É uma leitura diferente mais muito cativante.
Bjs
Dulce Barbosa

estrela disse...

será que estás com virus???
não apareceu o meu comentário de ontem!!!
Hello!!!
Dina!!!

Opinante disse...

Obrigada pelas dicas, ainda não li nenhum desses :)

estrela disse...

olá Dina!
não tens postado!
espero que esteja tudo bem contigo!
bjs

salto para a lua disse...

gosto do teu blog! vais passar a ter mais uma seguidora ;)

Lisbo@ disse...

Tenho curiosidade em ler o do Ken Follett.

tens um selo no meu blog :)

Dina disse...

Sílvia: obrigada pelo reparo ;)

Obrigada pelas vossas sugestões. Em relação aos Pilares da Terra o segundo volume está mais interessante, mas continuo a achar que o Ken Follett tem livros mais cativantes ;)

CS disse...

Dina, o primeiro livro dele: "Morreste-me". É sobre o pai dele que tinha falecido. Se conseguires lê-lo prepara-te para chorar muito (eu chorei) e ainda nem passei por uma experiência destas como tu e ele.
Nenhum Olhar, ganhou o prémio José Saramago, é o primeiro romance dele. Adorei! Tem um pouco de fantástico mas é magnífico. Conta a história de 2 irmãos siameses que estão presos pelo dedo mindinho da mão.
Uma casa na escuridão, também merece ser lido.
Bem... eu sou fã dele :)) Ainda não li o Livro, nem Cemitério dos Pianos.

Dina disse...

CS: obrigada pelas sugestões. O próximo vai ser o Morreste-me, mas não o vou poder ler nos transportes...