quinta-feira, 21 de julho de 2011

Já nem sei o que dizer


Dizem que a vida é uma grande roda e «que la roue tourne». Eu francamente anseio para que ela rode um pouco mais para o lado da estabilidade. Parece que a vida empancou num estado de lástima. 

Eu sei que o peixe morre pela boca. Sei que eu e a minha irmã ficamos afastadas durante este ano, que muita coisa está trancada perigosamente dentro de nós. Sei que porventura nunca a nossa relação voltará a ser a mesma. Mas não consigo pagar as coisas com a mesma moeda. É mais forte do que eu, tenho que dar a outra face. Porque a dor junta-nos, independentemente do que se tenha passado. E hoje sinto a angústia dela como se fosse minha, apesar dos 1500 km nos separam. O meu cunhado está a aguardar o prognóstico: tem uma veia entupida na cabeça, e aguarda parecer do médico para se saber se se parte para uma cirurgia. Merda de vida. Imagino a preocupação dela, afinal, perdemos um irmão assim e o nosso pai. 

Podia virar costas nesta altura, mas não consigo. Sei que as pessoas me desiludem e podem continuá-lo a fazer. Mas sinto que não posso neste momento pensar nestas questões. Tenho que estar lá a apoiá-la, a dar-lhe força e alento. Não importa se saírei magoada mais uma vez. Há coisas que têm que ser feitas. Temos que seguir o que o nosso coração nos dita, independentemente do que as pessoas merecem. Sinto que tudo vai correr bem, mas o medo está sempre presente. E os meus sobrinhos que só têm 10 e 7 anos... Mas será que vamos ter paz um dia? Nem que seja só uns meses?

15 comentários:

Anabela disse...

Um beijinho muito grande e que corra tudo bem com o teu cunhado.

Saltos Altos Vermelhos disse...

:( oh Dina... nem sei o que dizer! Muita força e sim apoia a tua irmã, a vida é mesmo curta... e cruel por vezes!

Saltos Altos Vermelhos disse...

:( oh Dina... nem sei o que dizer! Muita força e sim apoia a tua irmã, a vida é mesmo curta... e cruel por vezes!

Dear Daisy disse...

É isso que te torna diferente.
Boa sorte para a tua irmã, que corra tudo pelo melhor!
Bj

susiedesonho disse...

Fazes muito bem Dina. Força!

Miss disse...

Acho que fazes muito bem. Quando a questão é a vida ou a morte, somos todos irmãos. Força para a tua irmã e espero que corra tudo bem com o teu cunhado.

M.M. disse...

Nestas alturas não há muita coisa a dizer, mas espero sinceramente que corra tudo bem. Um beijinho. E sim, tens razão, mesmo que saias magoada mais uma vez esta é a altura de pensares na tua irmã e de mostrares que estás lá para o que for preciso. Boa sorte*

Alminhas disse...

É por não se ser igual ao outros, que por vezes, se pode fazer a diferença! Eu compreendo-te, porque também sou assim. Mas como costumo dizer, eu não seria mais feliz se fosse de outra forma. Pelo contrário. É bom dar a mão. Espero e sei que tudo vai correr bem. É preciso acreditarmos. Força para ti e para a tua mana. Beijinhos grandes e vou torcer para que tudo corra bem!

Purple disse...

Dina desejo o melhor para ti e para a tua irmã. Espero do fundo do coração que tudo corra bem com o teu cunhado.

Beijinho grande

Dina disse...

Obrigada pelo apoio, meninas.

Acredito que tudo corra bem. Afinal teve sorte. Sentiu sinais de alarme, pelo que teve tempo de ir ao médico. Quantos não têm essa sorte e lhes dá algo fatal, antes de sentir o que for.

Mas claro há sempre receios. E os traumas já são tantos.

Mas pensamento positivo acima de tudo!

Obrigada!!

Mia disse...

Boa sorte! Um grande beijinho e força!

Verinha disse...

Acho bem que apoies a tua irmã. Quem sabe se este não é o 'pretexto' ideal para se voltarem a dar melhor?
Quanto ao teu cunhado, desejo-lhe que tudo corra da melhor forma, pode ser que seja mesmo só um susto.

Muita força e pensamento positivo.

Bjks grandes***

Manuela disse...

Querida Dina, espero que tudo corra pelo melhor.

Tsuri disse...

Que situação mais chata. Nem quero imaginar o que estarás a sentir. Apoia a tua irmã e oxalá o teu cunhado consiga superar da melhor forma possível. Depois o que vier veio. Força!

beijinhos

Isa disse...

Muito bonito da tua parte! Temos que estar lá nestas horas, mesmo que nem sempre eles estivessem lá para nós! Desejo do fundo do coração que corra tudo bem!