quinta-feira, 9 de junho de 2011

O melhor...


... da semana é a chegada de um fim-de-semana, ainda por cima prolongado! Ainda estou tonta da cabeça, o que me incomoda muito. Há anos, quando me queixava de dores abdominais constantes, os médicos diziam-me que era da cabeça, que era psicológico. Agora queixo-me da cabeça e dizem-me que é da barriga: acho que preciso mesmo de uma consulta no Júlio de Matos...

Ainda pensei em desistir, mas esta noite rumo a Vila Flor, passar uns dias em casa da mãe. Os mimos da mãe têm sempre um sabor especial. Só espero não ficar pior, porque se os médicos de Vila Franca são maus, os de Vila Flor são uns verdadeiros carniceiros...

As emoções por cá andam à flor da pele. Bastou a minha mãe dizer-me ao telefone que tinha feito uma tarte de moras, que as lágrimas saltaram descontroladas, borda fora. Não consegui controlar. Vieram-me à cabeça, sem piedade, todas aquelas memórias do meu pai junto à moreira dele, todo orgulhoso, a mostrar-me os frutos vermelhos. E de quanto ele amava tarte de mora. E no Domingo quando entrei nas Urgências de Vila Franca, as pessoas deviam ter pensado que eu era uma menina grande mimada. Mas entrei em pânico. Há quase um ano que não entrava em Urgências hospitalares: aquele cheiro, aquele movimento, aquele senhor de cabelo grisalho deitado na maca, trouxeram-me à memória imagens demasiado vívidas, demasiado cruéis. Chorei compulsivamente... Há dias assim, em que um cheiro, um desconhecido no metro, uma comida, ..., nos transporta para momentos felizes: até podemos esboçar um sorriso mas as saudades são tantas que as lágrimas teimam em escorrer cara abaixo, para nos lavar a alma...

18 comentários:

B. Cérise disse...

Eu também queria um fim-de-semana com os meus pais e com o meu marido...neste momento não há que me fizesse mais feliz...

secretasme disse...

Oh minha querida...tem força, muita força, e tenho a certeza que os miminhos da tua mãe irão fazer-te bem e virás do fim-de-semana muito melhor! Um grande beijinho

Purple disse...

Nota: Quando era nova também tinha umas dores abdominais insuportáveis que só melhoravam se adormecesse a massajar a barriga. Em VFX disseram-me na primeira vez que eram dores menstruais (wtf? eu nem o período tinha) e na segunda que era da minha cabeça porque eu devia ter anorexia ou assim (não era mesmo só magra, como sempre). Sério, odeio aquele sitio.

Desejo-te agora sim, uma boa viagem a Vila Flor para seres transportada para o colo da mãe e acalmares a dor. Um dia as lembranças vão doer menos.

Beijinho grande e as melhoras

Kikas disse...

como eu te compreendo...sabes que estou e estarei sempre aqui p ti.

um bjs enorme, ADORO TE

Eu, Tu e o Meu Blog disse...

Tenho andado desaparecida nos comentarios mas tenho passado sempre por aqui, já vi que as coisas não continuam faceis por ai, as minhas sinceras melhoras.
O colinho da Nossa mae cura quase tudo, bom fim-de-semana prolongado. E quem sabe um dia nos cruzemos em VFX :) *

susiedesonho disse...

Querida Dina, que tristinha te encontro... Já fizeste análises? Devias ir a um médico a sério. Eu trabalho num hospital. Por isso, se precisares diz. Agora vai descansar e, acima de tudo, tranquilizar-te nos braços da mãe, que é o melhor remédio do mundo. E vais vir melhor.
Bj

Bomboca do Amor disse...

Força, minha querida!
E já sabes que qualquer coisinha estou por aqui, às vezes é mais fácil desabafar com alguém que não conhecemos na verdade.
Beijinhos,
Bomboca do Amor.

Faz de Conta disse...

Também não tenho boas experiências de hospitais públicos... A última vez que fui entrei com dores abdominais e em 30 minutos diagonosticaram 3 coisas diferentes: apendicite, virose e gravidez. Mesmo eu dizendo que era impossível estar grávida a médica insistiu num exame ao sangue, retirado por uma estagiária que me picou o braço esquerdo 4 vezes e o direito 3 até conseguir a amostra de sangue pretendida, tudo para chegarem à conclusão que não estava grávida (tinha 17 anos) e que não sabiam o que era!
Em relação às memórias, sou cmo tu, basta um cheiro para me levar para lugares ou situações já vividas, e é tão bom, mas as saudades apertam...

Anabela disse...

Tens que ter força, os dias com a tua mãe vão fazer-te bem.
Eu tb detesto hospitais, e há médicos que nem deviam exercer.... olham para nós como numeros.
Bjs, as melhoras e bom fim de semana

Manuela disse...

Querida Dina, um fim de semana, com muito mimo e abraços, fazem maravilhas pelos nossos sentimentos mais negativos.
Um abraço.

Lux disse...

Minha querida, é nestes momentos que temos que ser fortes!
Principalmente pelos outros... Não deixes que a tua mãe se aperceba que estás a sofrer tanto, que elas sofrem ainda mais do que nós, se sabem que não estamos bem!
E tu minha menina, tens que ter calma... Muita calma!
Para o que precisares já sabes que estou aqui!

xoxo
Lux

Flutuações da mente disse...

Felizes dias por ai :-)

Dina disse...

Kikas: Também gosto muito de ti ;)

susiedesonho: Muito obrigada! Na cuf fizeram-me análises ao sangue e urina e não acusou nada de anormal...

Mami ( Sónia ) disse...

Oh querida, espero que este fim de semana junto da tua mãe te façam descontrair e vir mais relaxada para ver se essas dores somem.
aproveita bem os miminhos e boa viagem
Beijinhos

Alminhas disse...

Estás a precisar de colinho;) E o colo de mãe é o melhor! As recordações têm a capacidade de nos pôr a chorar, mas também são elas que nos alimentam a alma, ao mesmo tempo que nos aliviam as angústias. É bom ter recordações, pois quer dizer que não somos vazios. Beijinhos, força e bom-fim-semana:)

P.S. Come uma fatia de tarte de amora por mim! Eu prefiro as brancas, mas as pretas também são muito boas:)

MissBlueEyes disse...

Nisso das dores Eu já sou doutorada! Há anos que tenho dores no fundo da barriga, com as dezenas de ecos que fiz não dava nada. As dores continuavam, os médicos a dizer que não tinha nada. Mas desde que tive o Salvador que estou SEMPRE com hemorragias, os médicos dizem que não é nada, pensam que sou tolinha, entre antibióticos e mudanças de pílula, continua tudo na mesma... Olha já nem quero saber e que seja o que Deus quiser. Entretanto na RM deu uma admeniose, a médica desvalorizou. Enfim, vou-me deixar andar...

As melhoras e tudo a correr bem :)

Panda disse...

Deve ser tão difícil, não consigo imaginar e espero não ter de saber o que isso é tão cedo. De qualquer forma tu sabes que o teu pai se pudesse te diria para seguires a tua vida da maneira mais feliz possível. Força.

Saltos Altos Vermelhos disse...

Ohhh! Nao fiques assim, aproveita o miminho e as melhoras! Bjinhos