segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Histórias do mês

Fevereiro pode ter sido curto mas foi rico em leituras... Acho que estou cada vez mais viciada em livros!

O Terceiro Gémeo de Ken Follett. Jeannie Ferrami, uma brilhante investigadora, procura explicar a génese da criminalidade. Serão os genes ou a educação a levar a melhor? Para provar a sua teoria, ela desenvolve pesquisas através de um software capaz de identificar gémeos idênticos criados separadamente. Entretanto Jeannie depara-se com uma situação impossível: os gémeos são idênticos, mas nascidos de mães diferentes, em datas diferentes. A sua investigação vai levá-la por caminhos perigosos. Recomendo! Nota 5/5


Uma Dor Silenciosa de Francisco Guerra. Este é o relato na primeira pessoa da história de vida da principal testemunha do processo Casa Pia. Não traz informações novas, mas consegue-se perceber melhor o porquê do silêncio destas crianças. Nota 2/5

Chamava-se Sara de Tatiana de Rosnay. Julia Jarmond, uma jornalista americana casada com um arquitecto francês, investiga uma página negra da história francesa: a rusga através da qual a Polícia Francesa, na madrugada do dia 16 de Julho de 1942, levou mais de 8 000 judeus franceses para o recinto desportivo do Vélodrome d’Hiver, para que aí ficassem até serem deportados para os campos de concentração.
Descobrindo, horrorizada, o calvário de todas aquelas pessoas que, durante dias, sem água nem alimentos, ficaram a aguardar a deportação, Julia interessa-se, em particular, pelo destino de Sara, uma menina entre as mais de 4 000 crianças que ali estiveram. Sara, acreditando que estava a proteger Michael, o seu irmão mais novo, fechara-o à chave num armário, prometendo-lhe que iria buscá-lo depois.E depois não conseguiu. Em Paris, em 2002, Julia, enquanto percorre o passado de Sara, a rusga, a deportação, acaba por ter de reavaliar o seu próprio lugar naquele país, naquele casamento e naquela vida. 
Recomendo! Nota 4.5/5

Invasão de Privacidade de Harlan Coben. Policial repleto de ligações inesperadas, bem ao estilo do autor. Desde o suicídio do seu melhor amigo, Adam adoptou um comportamento distante e praticamente irreconhecível. Por isso os pais deste adolescente concordam em instalar um programa no computador dele que vigia todos os seus passos. Simultaneamente, a mãe do jovem que se suicidou descobre algo acerca da noite da morte do filho que mudará tudo, mas então a única pessoa que a pode ajudar - Adam - desaparece misteriosamente. Muito bom! Nota 4/5

4 comentários:

Kikas disse...

fiquei com uma vontade de ler o penultimo e o ultimo livro que falas...o ultimo então, adoro um bom policial

Mariana disse...

Eu fiquei com curiosidade de ler o "Chamava-se Sara". Obrigada pelas sugestões:)

Dina disse...

Kikas: se gostas de um bom policial/ Thriller, do Harlan Coben aconselho-te vivamente o livro «Não contes a ninguém»... é excelente!! O melhor livro que li dele com certeza...

Mariana: O livro é muito giro e encontra-se já a um preço muito simpático ;)

Nokas* disse...

Confesso que já li mais, chego à noite e já não consigo dedicar-me a grandes leituras, sobretudo agora no inverno. De verão parece que a leitura é bem mais apetecível, sobretudo nas idas à praia.