quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A minha vida em saltos altos


Umas das minhas mais recentes resoluções foi usar mais vezes saltos altos no dia-a-dia e passar a usar batom (é bom ter uma amiga que nos oferece várias amostras para testar cores). Mas a vida em saltos altos, por mais sexy e feminina que nos deixa, complica-nos a vida, ai se complica.

E a culpa é da nossa querida calçada portuguesa. Tenho a certeza que esta criação diabólica foi obra  de uma qualquer sociedade mística secreta, uma Confederação Nacional de Sapateiros Insatisfeitos. É que todos os anos, repete-se o mesmo vai-vem ao senhor sapateiro. E deixo lá uma pequena fortuna! E a sola de sapato é bem mais cara em Lisboa (o dobro do que na aldeia)! 

E já nem volto a falar das figuras de tristes que uma pessoa faz, com o sapato a ganhar vida e a teimar ficar para trás; com os esticões que levamos e nos fazem parecer marionetas, enfim... Ainda a semana passada estava no Pingo Doce e um senhor (lindo) gentilmente me deixa passar à frente. Mas, mas não conseguia dar um passo em frente. Não, não foi a beleza dele que me ofoscou. Foi mesmo o talão que ficou preso numa grelha fina no chão. Ostentei o meu melhor sorriso para o homem e dei uns valentes esticões a perna. Nada feito. Perdi toda a compostura de uma verdadeira lady, baixei-me e com a mão desprendi o tacão da grelha (e não foi fácil: já me estava a ver a sair da loja descalça, com uma grelha por debaixo do braço).

Torna-mnos lindas mas os saltos têm uma personalidade complicada. Nestes saldos vou tentar comprar umas galochas, estas não me devem deixar ficar mal e são óptimas para esta chuva...

14 comentários:

Bailarina disse...

Pronto, nestes saldos, vou tentar comprar um saltos altos para começar e entender melhor a sua personalidade... 8)

Mami ( Sónia ) disse...

A mim aconteceu-me ficar com o salto preso na estrada, no meio da passadeira, foi de rir com os carros à espera que eu tirasse o sapato do chão lol
Agora é raro usar saltos, até porque com uma filha não dá jeito nenhum.

Tany disse...

Por isso mesmo que já nem uso saltos... e batom também não é costume, hihihi (se bem que o marido adora! Mas não me consigo habituar!!).

Bjs*

teardrop disse...

Eu dou cabo dos saltos na calçada... e é frequente ver-me a praguejar quando vou a andar no passeio. Gosto imenso de usar saltos mas o problema é que vou trabalhar de transportes :( Se andasse de carro não tinha metade dos estragos, enfim...

S. disse...

também quero começar a andar de saltos altos ehehehe

Ana'Space disse...

Também já me aconteceu tanta vez ir a andar e o sapato ficar para trás... malditas grelhas e a calçada portuguesa...

Manter a postura, tentar tirar o sapato e siga como se nada fosse :)

@Hanna

Nokas disse...

Eu gosto tanto de saltos, mas é verdade, as ruas não ajudam...

Maria disse...

Eu adoro saltos mas não consigo usar no dia-a-dia.. Já me aconteceram cenas semelhantes, como eu a andar e o sapato ficar para trás, preso na calçada..não é bonito de se ver não!! :)

TILIDA5EVER disse...

Sorteio lá no meu blogue!
Participa...
(Ups...Enganei-me nas datas,acaba hoje,dia 30 às 20H)!
Boa sorte...

Bomboca do Amor disse...

Uma das muitas vezes que isso me aconteceu tive mesmo que me descalçar, só eu é que faço estas figuras!
Beijinhos e um bom ano 2011 minha querida,
Bomboca do Amor.

Filipe disse...

Eu gosto muito da calçada portuguesa... até no chão que pisamos somos uns artistas! :)

Também gosto de ver mulheres de salto alto... acho mesmo que as mulheres são umas corajosas por conseguir andar em cima de dois palitos (mais ou menos finos)... (pra nem falar no mal que fazem à coluna)

Também acho piada a essas "cenas"... na guerrilha calçada vs descalçada ehehehe :)

Enfim... faz tudo parte do encanto feminino... :)

Sorriso ツ disse...

Bem.. eu e os saltos altos não combinamos mesmo nada! Gosto, mas é nas outras. Em mim, se forem superiores a 5 cm matam-me! lol

Beijinhos e boas entradas! :)

P.S. Ter problemas de coluna também ajuda a que opte por saltos baixos. :)

Rosinha disse...

Tudo de bom para 2011!
Beijinhos e felicidades!

Pipita de Chocolate disse...

Pois "maldita" calçada, dá-me cabo dos sapatos e também me acontecem cenas como a que descreveste...especialmente se passo junto a algum grupo de homens que esteja naquele momento no passeio...enfim, figuras tristes!!! Ás vezes decido onde vou na hora de almoço em função dos sapatos...s forem altos não posso ir muito longe!