sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Conversas de merd*


Uma das minhas melhores amigas... está grávida! Porra, era um momento que estava a temer há meses! E o pior aconteceu. 4 meses. 4 meses bastaram para lhe afectar totalmente o cérebro. Se antes falávamos de coisas de mulheres e do trabalho, agora só há tempo para falar de arrotos, cuidados de higiene e cocós. Ainda não nasceu e já me debitou toda a lição sobre cocós líquidos, verdes, em bolas ou acastanhados. O volume que cresce pouco a pouco no baixo ventre não é mais do que a massa cerebral que se vem deslocado do cérebro. Sem ofensas, que eu gosto mesmo muito de grávidas (principalmente do sorriso estampado no rosto)... mas caladas faz favor...

14 comentários:

Sonhadora disse...

É um virús ;) *

Rita G. disse...

Estás a ser mázinha!:) É natural que como tua amiga ela goste de partilhar contigo a gravidez dela, e tudo o que envolve esse assunto. Claro que deves puxar outros temas de conversa, porque tu não estás grávida e gostas de falar e partilhar outras coisas, mas agora dá-lhe um desconto:) bj!

MissBlueEyes disse...

Nós ficamos chatas mesmo! Só falamos de bebés. Quando fores Tu vais pensar, porra que Eu tb estou uma chata de primeira, é que nem Eu me aguento!

Uma grávida de 36s :)

Arame disse...

Dina, eu penso que é normal. Mas percebo porque é que as queres ver caladas, se fores como eu, sou das únicas que não tem filhos dentro do nosso grupo de amigos. As conversas são sempre as mesmas e as perguntas sobre Quando és tu? Estás á espera de ter cabelos brancos? Até me passo.
Mas por outro lado tenho de tentar compreender, elas também se devem passar de ouvir as minhas conversas.

Brandie disse...

Ai que sinto exactamente o mesmo. E acho que por muito babadas que estejam pela grande novidade que é nas suas vidas têm de ter outros interesses. Porque esse fenómeno não se passa com os homens, eles incorporam a novidade nas suas vidas e não substituem.

Rit♥Catita disse...

É normal a tua amiga neste momento só pensar no bebé que vem a caminho. Principalmente quando se é mãe de primeira viagem, tudo é novidade.
Eu também estou grávida de 4 meses e não penso noutra coisa! É verdade, admito. Talvez porque aqui (mudei-me recentemente para Moçambique) também não tenho amigas para falar de outras coisas.
Experimenta seres tu a puxar outros assuntos. Vais ver que ela também vai participar nessas conversas, afinal não ficámos limitadas a bebés, pontapés e fraldas, apenas estamos felizes e emocionadas com a novidade e só queremos partilhar com o resto do mundo. ;)

Gelatina de morango disse...

Eu percebo perfeitamente que estejas farta, mas é super normal..
Mas olha, foi muito agradável ler sobre a descrição dos cocós dos bebés quando eu estava de iogurte na mão, fiquei cheia de apetite :p.
Beijinho

Z disse...

hahahahaha o que me ri com este post! Também não suporto pessoas que só falam dos filhos ou da gravidez ou como o bébé olhou para o lado esquerdo ontem lol

Rita disse...

Tão mázinha..
*

Olhos Dourados disse...

É a alegria de ser mãe!

Faz de Conta disse...

Eu por acaso, apesar de já estar com quase 8 meses de gestação, não gosto muito de falar sobre o assunto. Até porque para mim é novidade e tudo parece assustador!Assim, quando nascer logo se vê ;)

Dina disse...

:) Eu sei que sou mázinha... Mas eu sei que normal e até lhe acho piada. Mas é incrível como qualquer tema vai lá bater!

Kikas disse...

LOL, que mázinha x) ainda vais adorar mudar-lhe a fralda :p

Nokas* disse...

Como é um momento revolucionário na vida dela, é normal que ela exteriorize tanto e em demasia tudo o que esteja relacionado com a maternidade. E ainda só vai nos 4 meses!