quinta-feira, 22 de julho de 2010

Você deixa-me parva


Há cada vez mais pais que tratam os filhos por você. Sinceramente não consigo conter um franco sorriso quando oiço tal coisa, tendo sido eu criada e educada junto de gente de por trás das fragas. É tão ridículo, principalmente porque normalmente os filhos tratam os pais por tu. É uma inversão de papéis. E gosto ainda mais quando sei que esses pais são os que estranhavam que alguns dos seus amigos possam tratar os pais por você, designando tal acto como retrógrado.

Mas o que gosto ainda mais é de ver casais jovens a tratar-se por você. Que queques! Não consigo abster-me de os imaginar logo em cenas mais íntimas. Será que nesses momentos ainda se tratam assim? «você deixa-me louca», «venha-se já!»,... Tão queridos, sem dúvidas...

E depois há alquelas coisas que para além de ridículas, não consigo compreender mas isso é, segundo as sábias mães, porque sou uma insensível nata mas para não me preocupar que quando tiver um filho vai tudo ao sítio. Então mas porque é que se dá beijos na boca a crianças? Não estou a falar de bebés. Para mim beijos na boca é reservado ao casal e ponto. E aquelas mães que quando a cria deixa cair a chupeta ao chão, agarram e a chupam para lhes tirar os vermes? Não era mais sensato limpá-la em água corrente? com água engarrafada? É que a boca de um adulto nem está cheia de bactérias, nem nada. Como dizia o padre da minha aldeia (quando as velhas reclamavam por os jovens tomarem a hóstia na mão ser porco e que não sabiam onde tínhamos andado com as mãos antes de tomar o Senhor): «eu também não sei onde andaram com a língua. E pode ter sido em sítio bem piores..»

15 comentários:

Gelatina de morango disse...

Gostei da parte das cenas íntimas :p.
Essa das mães limparem a chucha com a boca antes de darem aos filhos, quando ela caíu no chão, nunca assisti, mas nunca na vida me passaria tal coisa pela cabeça, e confesso que o primeiro pensamento que me vem à cabeça sou eu, não é a criança. Se caíu no chão não está em condições de ir para a boca de ninguém, é assim que eu penso. E se não houver água por perto, a criança que chore, paciência. Parece insensível mas eu penso assim, mesmo.

Liliana disse...

Lol! Belo post!

Uma coisa que me faz imensa impressão são os beijos na boca! Tenho um amigo q tb os dá ao sobrinho de 5 anos!!! Acho horrivel!

Também acho q os beijos na boa são só para os casais!

às vezes acontece, as crianças darem-nos beijo na boca, por exemplo a minha sobrinha uma vez estava a dar-me na cara mas tanto se mexeu que escapou um p boca, mas não é coisa q me agrade e tb não o vou fazer com meus filhos!

A da chupeta tb nao entendo...água para cima e assim sim está limpa!

Pauluxa disse...

Olá,
Adorei esta postagem, tens razão em muita coisa que aqui dizes, adorei a parte das cenas intimas deve ser o máximo a intimidade dos "Vocês".
E gosto muito dos pais modernos que educam os seus filhos consoante as modas, é o máximo ter uma educação assim.
Beijinhos e faço votos que o teu pai se encontre melhor.

Clara disse...

Eu não sou mãe, mas cuido dos meus sobrinhos e detesto, odeio ver os pais que dão beijos na boca às crianças, que lavam a chupeta na sua própria boca e que ainda comem uma colherada de sopa para ver se está quente e de enfiada a metem na boca da criança... mete-me nojo, repulsa... já tive N discussões com a minha irmã e cunhada acerca disso (sim, porque elas fazem-no).

E quando estamos perante uma sobremesa e a pessoa antes de mim rapa a faca do bolo com a sua colher??? Eu já não consigo comer, venha quem vier (e chamem-me nojenta, eu estou habituada). E quando se servem de salada com os seus próprios talheleres, ou vão buscar um bocado de carne à travessa e ainda se dão ao desplante de picar com o garfo todos os bocados até encontrar o que pretendem??? Passo tanta fome fora de casa!!!

Deusa disse...

Gostei...
Eu francamente até me dá assim um tremor de cima abaixo quando vejo cenas dessas... é que falta a intimidade, a confiança e a cumplicidade quando há um tratamento tão distante... e isso é muito importante nas relações entre pais e filhos...
kisses
PS: espero que tudo esteja estável com o teu pai...

*As Cores da Vida* disse...

Linda compro na loja dos chineses ;) e sao mesmo fantasticos ...e baratinhos e mesmo bons **

formiga disse...

Eh pá...as vezes fico parva com a forma como escreves. é que consegues dizer tudo aquilo que eu quando vejo na altura penso,mas que depois passa-me da cabeça. Realmente... Disseste tudo. muito bem.

beijinhos querida

Nicas disse...

Também não consigo deixar de me rir quando oiço os papás a tratarem os filhos por você! Acham-se bem???
Ri-me imenso ao ler a parte dos casais. E comecei logo a imaginar também algumas situações em que eles poderiam empregar o você, lool!!!
Em relação aos beijinhos na boca, a minha filha dá-me imensos e não vejo mal nenhum. ADORO!!! É tocar os lábios, nada mais! E só faz isso comigo ou com o pai. Se ela veio de dentro de mim...eu não vejo mal mas entendo quem não goste.
Quanto à chucha, acho que quando se é mãe, temos de nos saber desenrascar. Muitas vezes a chucha dela caiu ao chão e não havia água por perto. O que havia de fazer? Deixá-la aos berros? Colocá-la na boca?? Primeiro limpava a porcaria com os dedos ou com uma toalhita, passava na minha boca e depois dava-lha. Não vejo mal nenhum mas, uma vez mais, compreendo quem não goste.
Quando um dia forem mães, digam se aguentam ouvir um bebe a chorar por não ter chucha! Após terem dormido mal, não conseguirem fazer nada em casa, etc. Depois digam como fazem!
Gostei do teu post e não poderia deixar de comentar.
Bjinhos

Patrícia disse...

Subscrevo o que já te disseram, "um dia quando tiveres filhos isso passa!"

Dina disse...

Clara: Imagino o teu stress quando comes fora de casa! Mas não pude deixar de esboçar um sorriso: eu sou o contrário (com as pessoas que conheço minimamente): não tenho problemas em beber do copo ou da colher de outra pessoa...

Formiga: Obrigada, é bom saber que consigo transmitir por escrito o que tu pensas ;)

Nicas: em relação aos bjinhos não gosto de ver, e então quando não se trata dos pais (tios, padrinhos, etc.) e quando as crianças já passaram dos 5 anos, já nem falo...
Em relação à chucha, fala quem anda sempre com uma garrafa de água na carteira ;) Mas percebo perfeitamente que na rua, sem outra opção, não se consiga ouvir uma criança a berrar. Até o paparelo poria directamente na boca do puto para o calar (brincadeirinha). A minha cunhada fazia isso em casa, quando estava a meros metros do lavatório, enfim... Obrigada pelo comentário ;)

Patrícia: Prometo que quando tiver um filho eu virei para aqui contar se aplico ou não as minhas teorias, depois podem crucificar-me à vontade ;)

Olhos Dourados disse...

Sinceramente são coisas que também não percebo!

Fios de Vida disse...

Sinceramente a mim também me faz impressão ouvir casais novos (e velhos) a tratarem-se por você um ao outro e aos filhos. Dá-me uma vontade de rir! As cenas intimas ainda devem ser de rir mais! Quanto a limpar a chucha dos bébés pondo os pais lá a boca não sei como isso pode ser considerado limpar... Por isso, Dina, não podia concordar mais contigo!

Lau* disse...

Concordo ctg em tud sem dúvida...acho ridiculo tratarem uma criança pequenina "o menino venha cá à mãe" mas o que é isto? anda tudo doido...kuant aos beijos na boa tbm n gosto até porque a boca depois das mãos talvez seja a parte k está mais exposta a bactérias :S O mais normal é desinfectar a chucha de que outra forma fica limpa...pk não andam c 2 chuchas, uma d reserva para essas ocasiões?...

Não podia tar mais d acordo.

Bjinh

Leana disse...

Pais, filhos e casais a tratarem-se por você é do mais hilariante e ridículo que existe!!!

Ainda me estou a rir com o exemplo que deste do casalinho na cama LOL

Há uns anos num avião, ía sozinha e calhei ao lado de um puto que deveria ter os seus 5 anos, e os pais nos bancos imediatamente ao lado, no corredor. O puto sempre a dizer asneirolas (das grossas!), os paizinhos a tratarem-no por você, para parecerem pessoas bem e o miúdo a mandá-los calar e a chamar-lhes nomes, tipo, parvo, estúpida, and so on...nunca mais me esqueci de tal cena!

Bjinhosss e parabéns pelo post! Adorei!

Soinita disse...

Completamente de acordo. Com todas as palavrinhas. =)
Bisoux