terça-feira, 25 de maio de 2010

Mães-galinhas ou mães-badalhocas*?


As jovens mães são uma éspecie que me despertam bastante interesse. É estranho como passam a anular-se quando se tornam mães. É ver as suas proles lindas: bem penteadas, roupas fofas e todos os acessórios a combinar: travessões, brincos, sandálias, etc. Mas se elevar o seu olhar em direcção à mãe desta criatura tão fofa, o seu coração para! Tee-shirts largas e velhas (que mais parecem ter saído do armário do marido), havainas nos pés para qualquer situação, cabelo oleoso (daqueles que não vêem água há um mês, quanto mais shampoo), buço a competir com a Frida.

Todas temos dias maus. Mas fazer disso um hábito?! E não me digam que é altruismo, que quando se é mãe tudo o que é importante é para os filhos. Eu sei, mas para mim isto é andar desleixada, ponto. Depois há quem se queixa que o casamento fica ameaçado depois de se ter um filho: já não bastavam os berros à meio da noite, os cocos verdes e mal-cheirosos para que ainda por cima a sua linda esposa se torne um trapo ambulante!

Somos mulheres acima de tudo. E não vão ser piores mães se se mimarem e estiverem minimamente apresentável!

Ah, e agradecia que mães a amamentar, não sacassem das mamas assim de forma grotesca em tudo o quanto é lado. Voltou a ser moda amamentar os filhos, mas façam-no com recato. É ver mamas cheias de leite no centro comercial, é no comboio, é no jardim, é até em pleno café enquanto eu bebo o meu Ucal: é de me fazer engasgar à grande! Há momentos únicos que são para ser partilhado só entre o casal e o bebé, não com estranhos (nem amigos).

Entre mães-galinhas e mães-porcas*, escolham o intermédio: sejam mães-mulheres!


* Sem ofensa, é só um trocadilho...

15 comentários:

Me disse...

Hehe!

Percebi perfeitamente o que quiseste transmitir! Mais, subscrevo na totalidade!

Bisouxxx

Clara disse...

LOLOLOL apoiado!

Angel in the dark disse...

Hehehehe!

Tenho de concordar contigo!
Sejamos ma~es mulheres!

Angel

Rita G. disse...

Hihi!!! Nem todas são assim, eu pelo menos nunca fui uma mãe badalhoca:) Mesmo cansada e sem dormir sempre me arranjei. Sempre amamentei a minha filha, mas escolhia sempre um local mais recatado, mas nunca me inibi de a amamentar onde quer que fosse! Bj:)

algodãozinho disse...

Infelizmente ainda se vêm mães assim, mas acho que cada vez menos, pelo menos pelo que tenho visto.
Se um dia for mãe espero não cair nesse erro :)

sol disse...

Apoiada a 100%!Eu falo por experiencia própria, os meus Kikos andam sempre impecáveis, mas antes de os arranjar EU ARRANJO-ME PRIMEIRO!Não há cá desleixos!

bjos

disse...

Eu não sou mãe, por isso posso apenas falar do que vejo e sim, na sua maioria anulam-se como mulheres, parece que deixam de ter tempo e interesse em si mesmas, o que é uma pena...

Nicas disse...

Concordo plenamente!
No início é complicado, principalmente quando eles não nos largam 1 segundo! Eu para tomar banho, tinha que o meu marido tomar conta dela.
Mas tudo tem conta, peso e medida. As mães devem achar-se bonitas primeiro para si e depois para os outros! Uma mãe não deixa de ser mulher porque é mãe e vice-versa!
Adoro ser mãe e sou MULHER! Posso nem sempre andar na moda e maquilhada, mas sinto-me bem vestida e pode ser de ganga e ténis. Basta termos um bocadinho de sex appeal...
E para terminar, quanto a isso de amamentar fora de casa...nem imaginas o que eu fazia quando tinha de ser. Punha todas a gente à minha volta a tapar. Não acho bonito verem-me as mamas no centro comercial.

Fios de Vida disse...

Concordo plenamente! Surpreendo-me sempre quando vejo aquelas mulheres mães recentes com umas roupas largas sem explicação, totalmente desgrenhadas e oleosas.

Deusa disse...

Isso de as ver a amamentar sem pudores em qualquer sítio, e sem qualquer cuidado, faz-me imensa confusão também...
kiss

formiga disse...

Eu também não compreendo e concordo contigo. Ainda no outro dia comentava isso com a minha mãe...ela sempre gostou e gosta de arranjar-se...mas uma colega dela (bem mais nova) teve um bebe há um ano e dai para cá é sempre a desleixar-se mais. No outro dia nem a conhecia...Enfim...

Beijinho

Olhos Dourados disse...

Sim, não se deviam anular!

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Eu sou mãe e tenho que concordar contigo... embora tenha ficado um bocado para o hipopótamo depois do meu filho nascer fiz sempre os possíveis por me arranjar, aliás ainda sentia mais essa necessidade..quanto ao amamentar em todo lado confesso que também me faz confusão e não gosto de ver pronto!

Monica Dona de Casa Perfeita, disse...

Eu conheço umas quantas, dizem que é falta de tempo, que agora é tudo para os filhos.

Enfim...

Cor do Sol disse...

Ainda há dias falava disso com as minhas colegas de trabalho. Não gosto nada disso de se sacar a mama em qualquer lado. Não é suposto o amamentar ser um momento entre mãe e filho? Pois.